Imagem e ação

Para a maioria de nós, meros mortais, olhar para o preço de uma ação não vai causar nada. Agora, imagine que eu chego aqui no Day One e falo que o Warren Buffett está de olho em IRBR3.

Compartilhe:
Imagem e ação

Eu estava perdido na biblioteca do IME, na USP, quando vi uma dissertação de doutorado com o seguinte título: “A influência do observador no objeto observado”.

Fiquei pensando que podia ser na biblioteca da ECA também, ou da Medicina.

Na Poli, nem tanto.

Pois bem, se você ficar olhando seriamente para o preço de uma ação, você vai mexer com o preço dela.

Calma, não é uma newsletter sobre física quântica, nem sobre psicoterapia holística aplicada às finanças.

Para a maioria de nós, meros mortais, olhar para o preço de uma ação não vai causar nada – a não ser que façamos isso todos juntos e ao mesmo tempo.

Investidores mortais se tornam deuses (do bem ou do mal) quando atuam coletivamente.

Agora, imagine que eu chego aqui no Day One e falo que o Warren Buffett está de olho em IRBR3.

Ou mais, muito mais: no encontro anual de acionistas da Berkshire, Charlie Munger revela ao público que seu sócio está olhando atentamente para oportunidades no Brasil, sobretudo em IRBR3.

O que acontece, instantaneamente, com as ações do IRB?

Elas disparam.

Por mera observação?

Como já dizia Milton Friedman, “there’s no such thing as a free look”.

Não existe “mera” observação.

Observar, no mercado, é um ato poderoso, ainda mais poderoso que spoofing.

Neste cartoon da “New Yorker”, eu imagino enxergar o seguinte:

O sujeito começa fazendo uma mímica simples, óbvia, e vai ficando cada vez mais triste porque sua dupla não adivinha nem a pau o significado da mímica.

Essa tristeza vai escalando a tal ponto que passa a integrar a própria mímica, retroalimentando o erro (agora enviesado) de palpite da dupla.

Quando o mímico percebe essa última dose letal, atinge um estado de depressão metalinguística. Ironicamente, o mesmo estado do “sad man who is sad inside”.

Que idiota essa dupla, não?

O mímico é o mercado.

A dupla somos nós, investidores.

“Oh! Bull! Bull market! Market which is bull! Bull market which is bull inside!”

P.S.: Já participou do curso “Brasil Investidor”? Ele faz parte da 5ª Semana Nacional de Educação Financeira e acontece ao vivo, gratuitamente, no nosso canal do Youtube, sempre às 15h. A aula de hoje é sobre Fundos Imobiliários.