Cisne Negro

“Paciência, diligência e tolerância à volatilidade”.

Cisne Negro

Caro leitor,

E termina, enfim, a semana em que todos nós ficamos mais pobres.

Ok, ok. Vai ter gente dizendo que já estava zerado nas posições de risco…

E que já tinha se posicionado esperando algum cisne negro que devastasse os ativos brasileiros.

Mas fora esses geniais sortudos, todos nós fomos pegos em diferentes intensidades de calças curtas, devolvendo parte dos ganhos acumulados nos últimos tempos.

Como o Felipe escreveu na sua brilhante introdução ao Daily Pro de quinta-feira, dia 18, “O que faremos agora?”, não há nada o que fazer em dias como esses, a não ser usar de “paciência, diligência e tolerância à volatilidade”.

Qualquer atitude mais precipitada neste momento pode ocasionar perdas ainda maiores.

Todavia, são dias como esses que ajudam a formar o nosso caráter, reforçando conceitos que deveríamos tatuar nos nossos braços para nunca mais esquecermos.

Anotem aí para a próxima visita ao estúdio de tatuagens:

 

1 – Problema do Peru: O nosso guru Nassim Taleb nos ensinou sobre o problema do peru do Thanksgiving americano, cuidadosamente alimentado todos os dias pelo seu carinhoso dono, para ser friamente executado nas vésperas do dia da celebração. Dormimos gordinhos na quarta-feira para sermos servidos no dia seguinte.

2 – Cisne Negro: Aqui outro conceito do Nassim Taleb e que abordamos insistentemente em nossas newsletters e relatórios. São eventos imprevisíveis e improváveis, mas de enorme impacto, que transformam definitivamente uma situação anterior. Claramente, os mercados não estavam precificando a probabilidade dos eventos desta semana. O Ricardo Schweitzer, agora na Inversa Publicações, discorda, pois acha que uma crise envolvendo a honestidade de Michel Temer era previsível.

3 – Eventos de Cauda: Fatos improváveis não são impossíveis. Algumas das críticas mais violentas contra a Empiricus afirmam que nossos materiais de marketing tratam de cenários fantasiosos, desenvolvidos com o único intuito de atrair a atenção.

4 – Importância dos Seguros: O Felipe poderia ser contratado pela Porto Seguro por conta de seu entusiasmo pelo uso de seguros, na forma de opções, para a proteção de portfólios de investimentos.

No final da quinta-feira, dia seguinte ao estouro da crise, ele me mandou por WhatsApp a seguinte imagem abaixo, com a cotação de algumas puts cotadas da Bovespa:

 

Altas de três dígitos. Uma delas de quase +800%.

Felizes aqueles que estavam segurados…

Eventos improváveis, de fato, acontecem.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Neste caso, para quem seguiu o Felipe, o prejuízo da quinta-feira foi menor.

Deixo vocês agora com algumas leituras recomendadas para o seu fim de semana.

Do caos à riqueza

A conquista de um enriquecimento sólido e constante é o sonho de quase todos os brasileiros – ainda mais no buraco político em que nos encontrarmos. O economista Rodolfo Amstalden propõe um caminho para alcançar esse objetivo no 1o Workshop Empiricus PRP, que ocorrerá de 22 a 25 de maio. Entre outros temas, o analista vai mostrar a armadilha na qual 98% das pessoas caem sem saber.
Saiba mais

A força da Renda Fixa, que não é fixa

A analista Marília Fontes estreou a newsletter semanal Dama de Ferro. Logo de cara, ela provoca os “equity guys” e se empolga ao dizer por que aconselha seus leitores a investir em Renda Fixa. “É o investimento mais genial que alguém pode fazer. É totalmente antifrágil. É agressivo! É matador”.
Saiba mais.

Proteção contra a crise

Brasília vive um caos político. Ninguém tem certeza do que vai ocorrer nos próximos dias. Os analistas da Empiricus mostram a estratégia certa para se prevenir de eventos inesperados, como o que surpreendeu o País nesta quinta-feira. Saiba por que fazer seguros-catástrofe é essencial para proteger seu patrimônio.
Saiba mais

XP/Itaú: o que muda para os fundos

Luciana Seabra, a analista que enfrentou os bancos, faz sua análise sobre a compra da XP Investimentos pelo Itaú na newsletter A Hora dos Fundos. Ela aponta três riscos que pairam sobre o investidor desde que o contrato foi assinado. Ao menos, diz, sobre os que não tem milhões de reais para aplicar em fundos de investimento.
Saiba mais

Desbancarização em xeque

A consultora do Você Investidor Beatriz Cutait responde a dúvidas de seus leitores sobre a operação XP/Itaú na newsletter Bonds & Buys. Considero fazer a portabilidade? Como faço para trocar de corretora? Qual impacto aos investidores?
Saiba mais.

Xô, monotonia!

A newsletter Grana Preta faz um alerta: os bancos, um serviço de commodities, não podem tomar conta dos seus investimentos. Para seu editor, Rodolfo Amstalden, se você quer algo melhor para seu dinheiro amanhã, é preciso tomar uma decisão diferente agora.
Saiba mais

Comprovado: é possível reverter o Alzheimer

Cientistas da Universidade da Califórnia testaram uma forma revolucionária de combater o mal de Alzheimer sem o uso de medicamentos. O resultado? Nove em 10 pacientes conseguiram reverter a doença. Se você está preocupado com a perda de memória, sua ou de um ente querido, há um programa capaz de mudar sua vida.
Saiba mais

TV Empiricus: +15% em 7 dias

O analista Max Bohm apresenta um exemplo real de uma operação vencedora de long & short, utilizando a estratégia MaxIncome. Em sete dias úteis, a aplicação rendeu +15,11%, uma valorização de 8.888,3% acima do CDI do período. “Valuation atrativo e timing perfeito”, resume.
Saiba mais.

“Não há motivo para rir”

O Antagonista acompanha de perto todos os detalhes da grave crise política de Brasília detonada com a delação premiada de Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS. “Só restam duas alternativas para Temer: a renúncia ou o impeachment”. Assista à análise do depoimento feita pelo jornalista especializado em política Claudio Dantas.
Saiba mais.

Conteúdo relacionado