O Que Já Fizemos em 2017

Para muitos, o fim do Carnaval marca o início do ano no Brasil. Para muitos, mas não para todos.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
O Que Já Fizemos em 2017

O Carnaval acabou, viva!

Compartilho com meu sócio Felipe Miranda a falta de entusiasmo pelas farras e folias que se espalharam nos últimos dias.

Bom, acabou em termos, pois ouço que a a Prefeitura de São Paulo espera 2 milhões de foliões nas ruas neste fim de semana. Isso mesmo, 2 milhões de pessoas curtindo a festa extended play aqui no Túmulo do Samba. Posso até imaginar quanta folia teremos em praças com mais tradição carnavalesca…

Para muitos, o fim do Carnaval marca o início do ano no Brasil. Para muitos, mas não para todos.

Aqueles que vivem do próprio esforço, trabalhando, estudando, empreendendo, aqueles que não dispõem de privilégios, cotas, estabilidades, todos esses já entraram no seu terceiro mês de “ralação”. E muitos destes também aproveitaram o Carnaval. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Work hard and play hard!

Nós aqui da Empiricus já fizemos muito em 2017.

Nossos analistas garimpam, incessante e livremente, as melhores oportunidades de investimento para você. Não é à toa, portanto, que nossas carteiras recomendadas apresentam performance impressionante.

Como exemplo, a Carteira Empiricus do Felipe Miranda, cravou 379 por cento do CDI no acumulado de janeiro e fevereiro. Espetacular! Outro destaque é a belíssima performance da carteira de microcaps do Max Bohm, da qual sou um feliz assinante e investidor. Tem uma joia lá que já subiu 147 por cento em 2017.

Quando entendemos que precisamos de ajuda, não hesitamos em chamar nossos gurus e compartilharmos suas ideias com nossos assinantes.

Em 2017, já trouxemos o gestor de ações Pedro Cerize para nos avisar do potencial bull market em ações brasileiras e o economista Alexandre Schwartsman, que nos apresentou oportunidades de uma década na renda fixa local.

O sucesso dos nossos clientes leva ao nosso sucesso, claro. Crescemos 100 por cento em comparação com os dois primeiros meses do ano passado. Nesta semana, nós fechamos o layout do nosso novo escritório. Em breve, estaremos numa casa nova, ampla o suficiente para abrigar nossos 200 colaboradores.

Foram dois meses intensos. E ainda temos mais dez pela frente. 2017 tem tudo para ser um ano bem interessante.

Fecho este nosso papo com um trecho do Daily Pro desta quarta-feira de cinzas, mais uma vez com o Felipe Miranda (pode pedir música no Fantástico, Felipe!):

“Eles acham que estamos fazendo uma empresa. Nós achamos que estamos fazendo uma transformação do mercado de capitais brasileiro em favor da pessoa física. Talvez lhe pareça arrogância, mas é isso que nos move. E nos manteremos fiéis, absolutamente fiéis, às nossas convicções mais íntimas e originais, sem nos afastar daquela mesma ideia que tivemos há sete anos: prover as pessoas físicas das melhores recomendações de investimento possíveis, sem nenhum tipo de conflito de interesse”.

Muito obrigado,
Caio Mesquita

Levanta, sacode a poeira…
O Banco Central sinalizou nesta semana sua intenção de intensificar o ritmo de corte da taxa básica de juros, atualmente em 12,25 por cento ao ano. Esse movimento é reflexo de um conjunto de boas notícias que apontam para a retomada econômica. Os analistas da Empiricus listam outros indicadores que mostram que o Brasil está, enfim, dando a volta por cima e indicam como ganhar dinheiro neste cenário.

Nem todos os cisnes são brancos
O economista Nassim Taleb conta uma clássica história para explicar eventos imprevisíveis. Ele diz que só existiam cisnes brancos no mundo, até que alguém se deparou com um negro. No A Hora dos Fundos desta semana, a consultora Luciana Seabra lista possibilidades de cisnes negros ao longo de 2017 (como a eleição da direitista Marie Le Pen, na França) e ensina como proteger seu dinheiro de cenários inesperados.

Novas respostas
Qual a melhor aplicação para hoje? Que ação tem chance de subir mais em 2017? Vale comprar dólares agora? A transformação da economia brasileira traz novas respostas para seus investimentos. Para ajudar os leitores a tomar decisões financeiras, e aproveitando para celebrar uma data especial, a Equipe Empiricus preparou uma solução barata para você ter acesso irrestrito à área de assinante por 48 horas. Saiba o que fazer.

Sozinho no escuro
O analista Alexandre Mastrocinque aproveitou a falta de energia elétrica em sua casa para, claro, refletir sobre o mercado de ações. Para ele, a Bolsa vai bem além de um monte de luzes verdes e vermelhas piscando na tela. Ações, diz, formam a representação de um negócio e, claro, boas empresas fazem bons produtos. “No longo prazo, acho loucura investir em algo que não gosto ou não acredito.” Confira.

Para o alto e avante
O gestor de recursos Pedro Cerize é um investidor capaz de antever os movimentos do mercado. Em 2004, ele identificou antes de todos um ciclo de valorização da Bolsa que fez os cotistas de seus fundos ganhar muito dinheiro.
“O mesmo padrão se repete agora”, garante. Ele explica seu raciocínio em um papo com o analista-chefe da Empiricus, Felipe Miranda.

Como investir em um IPO?
Especialistas acreditam que 2017 vai marcar a volta das operações da oferta pública inicial de ações (IPO) no Brasil. O primeiro deles, o da Movida, movimentou R$ 645 milhões. Um dinheirão. O analista Rodolfo Amstalden detalha os principais pontos para os quais o investidor deve se atentar se quiser participar dessas operações. Assista ao vídeo e aprenda na TV Empiricus.

Lucre com os lucros
O analista Carlos Herrera ensina como fazer para ganhar dinheiro com dividendos. Ele faz uma lista das características essenciais de empresas que têm mais chance de distribuir lucros (e bons lucros) aos acionistas. São elas: boa geração de caixa, baixa endividamento e boa previsibilidade de fluxos de caixas. Saiba quais são as empresas que fazem parte desse grupo.

Sua vida está em jogo
A cada 15 minutos, uma pessoa passa severamente mal por causa de um medicamento prescrito. Para que você não arrisque mais a sua saúde, a Jolivi elaborou um relatório com os 7 remédios mais perigosos que estão no mercado — e suas respectivas alternativas naturais.

PT comprou PDT com dinheiro da Odebrecht
O Antagonista acompanha com lupa os depoimentos de executivos da Odebrecht. Uma das descobertas do site é a compra do PDT pelo PT com propina da empreiteira. O pagamento foi em dinheiro vivo. Confira o preço e outros detalhes do caso, relevado com exclusividade pelos antagonistas.

Edições Anteriores

:. Nosso Personal Guru Do Seu Lado

:. Assuma as Rédeas de Seus Investimentos

:. Quem ganha com os IPOs?

Conteúdo recomendado