Eficiência não vale para nada

Você se considera um investidor eficiente?

Eficiência não vale para nada

É incrível como o mercado financeiro tenta nos grudar rótulos sem qualquer significado prático…

Por exemplo: o que os financistas querem dizer com “investidor eficiente?”.

Para um dado perfil de risco, você buscaria o maior retorno disponível.

Ou, para uma dada meta de retorno, você buscaria o menor risco oferecido.

Generalizando o conceito, se ligarmos os pontos de todas essas combinações ideais entre risco e retorno, chegaremos naquilo que os acadêmicos chamam de Fronteira Eficiente de Markowitz.

Ao longo dessa curva vermelha, investiríamos apenas nos maiores retornos para cada nível de risco, ou nos menores riscos para cada nível de retorno.

Obviamente, fazemos isso posto que saibamos – a priori – quem são os maiores retornos e menores riscos.

Setor elétrico pré MP 579 era seguro ou arriscado?

ROI do BTG não era sempre better than Goldman?

Como os conceitos financeiros ortodoxos estão quase sempre virados de cabeça para baixo, resolvi pensar: qual seria o oposto de eficiência? É para lá que eu devo ir.

Não creio que o oposto seja a ineficiência. Afinal, a ineficiência deriva tão somente de uma tentativa ruim de buscar a eficiência. Não existe aí uma quebra de paradigma.

O oposto da eficiência só pode ser a imaginação.

Por que a Empiricus tem conseguido entregar resultados acima do mercado para nossos assinantes?

Pois imaginamos, de alguma forma, que as coisas podem ser diferentes do que são hoje.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Se forem mesmo diferentes, estão mal precificadas, e jamais caberão dentro de uma fronteira formal.

Este é o único exercício que fazemos por aqui, o exercício de imaginar. Não sabemos os maiores retornos para cada nível de risco, não nutrimos expectativas. Apenas desconfiamos de tudo.

Se você nunca se imaginou investindo, convido a começar agora mesmo pelo Portfólio Empiricus – uma carteira completa que imagina combinações entre renda fixa, ações, fundos, ouro, dólar e opções.

Não é um portfólio eficiente, posso lhe garantir.

QUERO IMAGINAR O PORTFÓLIO EMPIRICUS

Um Abraço,
Rodolfo Amstalden

Conteúdo relacionado