Lucrando com gentrificação. Você sabe o que é?

Você sabe o que muitas cidades famosas têm em comum? Elas passaram por um processo de transformação. Entenda e lucre com esse processo.

Lucrando com gentrificação. Você sabe o que é?

O que Londres da década de 60, o Shopping Center Norte, Meat Packing, Soho e Brooklin (em Nova Iorque), Vila Madalena e Barra Funda (em São Paulo), Rocinha, Porto Maravilha e as favelas pacificadas do Rio de Janeiro têm em comum?
Todas essas regiões passaram ou estão passando por um processo conhecido como gentrificação.

Gentrificação é um neologismo. A palavra deriva do francês arcaico “genterise”, que significa de “origem gentil, nobre”. Entende-se por gentrificação a reestruturação de espaços urbanos residenciais e de comércios independentes com novos empreendimentos. Então “gentrification” é uma forma um pouco depreciativa de descrever o processo em que uma área se transforma e, por causa disso, os moradores da região que possuem renda mais baixa acabam sendo “expulsos”.

Dependendo do lado em que você está neste processo, você será afetado de uma forma. Pode ser sensacional, ou pode ser muito ruim. O efeito é ótimo se você é um investidor imobiliário, pois a área onde você está irá valorizar (seja terreno, imóvel ou aluguel que você receberá).

Se você está na região, mas não é dono de um imóvel, pode ser que você seja “expulso” por aluguéis mais altos. Ou mesmo pela simples venda e demolição do imóvel que você aluga. Nesse caso, o processo não será nem um pouco vantajoso.

Mas a verdade é que o sonho de verão de um dono de imóvel é que a área de seu imóvel passe por esse processo de valorização.

No relatório deste mês listamos quatro pontos importantes para você aprender a lucrar com o processo de gentrificação e/ou desenvolvimento de uma cidade.

Até semana que vem,

Um abraço.

Marcio Fenelon

Conteúdo relacionado