Vamos imprimir a sua próxima casa?

Construção de imóveis por meio de impressoras 3D poderá reduzir custos e prazos de entrega, além de abrir infinitas possibilidades de projetos arquitetônicos

Vamos imprimir a sua próxima casa?

Caro leitor,

As técnicas de construção evoluíram de forma importante na última década. As obras de grandes projetos imobiliários estão muito avançadas. Algumas técnicas interessantes já são largamente utilizadas.

Toda a indústria de construção de casas para o segmento de baixa renda investe pesado na industrialização do processo. Hoje é possível produzir de forma muito rápida e barata com a utilização de formas e concreto.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Nesses casos, preparam-se o terreno e a fundação para depois posicionar-se formas e jogar o concreto dentro. Em questão de um ou dois dias você tem grande parte do trabalho de uma casa realizado.

Padronização, redução da dependência de mão de obra e de desperdícios são algumas das vantagens que possibilitam vender casas por até R$ 190 mil e ainda obter um lucro atrativo.

As tecnologias de construção mais avançadas são democráticas e podem ser usadas para se fazer casas do mais alto padrão em três meses utilizando-se estrutura metálica, concreto e um tipo de drywall de alta qualidade. É possível se fazer toda a parte de banheiros numa fábrica e depois encaixá-los na estrutura pronta no local.

No segmento de imóveis comerciais, hoje em dia essas tecnologias mais avançadas são obrigatórias para se ter um produto competitivo. Pense em um galpão logístico que utiliza pré-moldados e técnicas como a do tilt-wall para reduzir prazos e custos.

Lembrete: Olá, leitor, aqui é a Olivia. Hoje é dia de dar um passo para sua total liberdade financeira. Reunimos nossa equipe e gravamos um curso sobre investimentos que vai mudar sua vida para sempre. Não vendemos o curso separadamente, mas disponibilizamos as aulas aos assinantes do plano Você Investidor.  Lembre-se: se você tem algum dinheiro, você é um investidor! Vamos ajudá-lo com seus investimentos como ninguém mais pode ajudar. Somos totalmente independentes e defendemos sempre o SEU interesse, pois o nosso interesse é o seu sucesso financeiro. Só assim poderemos crescer. Clique aqui para saber mais sobre o curso,  assine hoje mesmo, assista às duas primeiras aulas nos próximos dias e participe da primeira monitoria, no dia 24 de junho!

Um abraço.

Olivia Alonso

Diretora

olivia.alonso@criandoriqueza.com.br

 

 

 

 

Em alguns segmentos ainda estamos no século passado

Mas esses avanços não chegaram ao pequeno e médio empreendedor. É só aparecer em canteiros de pequenas obras por todo o País e verificar que ainda há muito espaço para evolução.

Para quem acompanha uma obra em um canteiro tradicional, a vida pode ser repleta de frustração.

Há uma grande dependência de mão de obra, que está naturalmente sujeita a eventuais problemas enfrentados pelos funcionários, que podem levá-los a faltar ao trabalho.

Outra angústia virá da quantidade de material e horas de trabalho que são desperdiçados com simples erros, como pedir material demais, ou com mais complicados, como o retrabalho por causa do acabamento de baixa qualidade.

Todo empreendedor imobiliário sabe que o tempo é inimigo do seu retorno. Cada mês a mais em uma obra é uma perda irrecuperável no retorno.

 

Impressão será a solução?

Já pensou se todo esse sofrimento fosse substituído por um equipamento que imprimisse toda as paredes, incluindo preparação hidráulica e elétrica, exatamente dentro das especificações do projeto feito por seu engenheiro e/ou arquiteto?          

Ainda estamos nos primeiros capítulos dessa realidade, mas já temos vários exemplos para mostrar. Uma empresa na China imprimiu dez casas em menos de 24 horas. Ela também fez um lindo escritório que foi transportado e montado em Dubai.

Se você já viu uma impressora 3D convencional, basicamente o processo é o de empilhar materiais, como uma resina plástica, para, no final, obter um objeto de acordo com as especificações carregadas pelo usuário.

Esse mesmo equipamento, na construção civil, é como se fosse uma enorme impressora que empilha concreto, em vez de resina.

As possibilidades são enormes. Em vez de contratar mão de obra,- comprar tijolos, cimento e torcer para tudo ser feito de acordo com as especificações, o construtor ligaria para uma empresa que alugaria uma impressora por um ou dois dias.

A redução de prazo é muito bem-vinda. O prazo para imprimir uma casa de pequeno porte é de horas, não de semanas, muito menos de meses. Os custos são menores – as primeiras estimativas indicam uma redução de até 30%.

Adicionalmente, a impressão 3D abre possibilidades muito interessantes para os arquitetos se livrarem das linhas retas e se jogarem em projetos mais audaciosos.

Outra vantagem evidente é que a mesma máquina pode ser usada para fazer casas com projetos totalmente diferentes sem grandes dificuldades. Carrega o novo projeto na impressora e uma nova casa será feita rapidamente.

Todas as outras técnicas envolvem repetir a mesma casa milhares de vezes, tornando o projeto menos interessante. Certamente, o consumidor agradeceria se pudesse ter mais opções de escolha.

 

Onde alugo minha impressora?

Embora estejamos longe desse momento, a percepção é que quem não aderir a essa nova tecnologia perderá competividade e naturalmente será expulso do mercado. Não é possível sobreviver produzindo mais caro, com menos opções para os clientes e em mais tempo.

Ainda existem, porém, muitas arestas a serem aparadas, a começar pela oferta de equipamentos a custos competitivos, passando pela adequação a terrenos irregulares, pela capacitação de engenheiros e arquitetos, pela produção desoftwares e chegando às melhores soluções para o acabamento final das construções.

Além dessas questões, as iniciativas no Brasil ainda são tímidas e limitadas astartups e faculdades. Mas é assim que se começa. No dia em que a tecnologia evoluir para ser mais rápida que as famosas formas de concreto, as empresas que constroem residências para o segmento de baixa renda vão entrar de cabeça.

Mas, por enquanto, não jogue fora o telefone daquele pedreiro de confiança. Você ainda vai precisar dele por alguns anos.

Menu do dia

:. EMPIRICUS LONG X SHORT: Hoje temos nova edição do relatório Empiricus Long x Short.  Seu histórico de resultados está realmente importante. Para marcar o grau de acerto e facilitar o acesso, hoje teremos uma aula especial para os dias, com um passo a passo deste tipo de operação. Convido os assinantes a participar – eles receberão as informações específicas de como participar ainda hoje.

Veja também:

:. O banco não vai dizer isto a você

:. Sentiu-se prejudicado por sua corretora? Saiba a quem recorrer

A mais lida da semana:

:. O alarme que antecipa o movimento dos preços

 

Abraço,

Conteúdo relacionado