Você sabe quando um imóvel tem liquidez?

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Você sabe quando um imóvel tem liquidez?

Raio-x do segmento mais procurado nas capitais brasileiras

Caro Leitor,

Esta semana aproveitei para voltar ao assunto da crise hídrica no Brasil, fazendo um paralelo com a situação da Califórnia. Também comento alguns indicadores preocupantes em um dos poucos segmentos que ainda resiste bravamente aos problemas econômicos do país. E, finalmente, faço comentários sobre um belo estudo da Imobiliária Lopes que te ajudará a investir melhor nas grandes capitais. É um mapa completo de boa segmentação de seus negócios imobiliários.

Seca na Califórnia

Em uma decisão inédita, depois de 4 anos de seca, o governo da Califórnia decidiu impor uma redução obrigatória de 25% do consumo de água das áreas urbanas.  O americano é um tanto obsessivo com seus jardins e há um uso intensivo de água somente para manter aquele gramado verdinho na frente de casa. Na média um californiano utiliza 605 litros/dia. Um paulistano usa 190 litros por dia.

Segundo a colunista Mariana Barros – do blog Cidades sem Fronteiras da Veja – há um tremendo questionamento de especialistas sobre a redução de consumo nas áreas urbanas e a manutenção nas áreas rurais. Aproximadamente 80% do consumo vem da atividade agrícola. O poder dos negócios está falando mais alto. A agricultura da Califórnia é a mais produtiva dos EUA e uma das mais importantes para a base de arrecadação de impostos.

Independentemente das escolhas tomadas pelo governador californiano, o fato é que um efeito imediato destas restrições foi a queda de 19% no número de construções iniciadas na região oeste americana, segundo a Bloomberg.

A incerteza a respeito das políticas locais e sobre o uso da água fez com que os incorporadores e construtores recuassem em seus planos, esperando por uma melhor definição do cenário. Diferentemente do Brasil, nos EUA é muito comum se construir de forma especulativa. Ou seja, primeiro construir para depois vender. No Brasil, a gente criou o “vender na planta”. Ter novas restrições nos projetos por conta de leis emitidas no meio da construção podem ser muito prejudiciais para estes incorporadores.

Seca no Brasil

E por aqui já começamos o período de seca no sudeste brasileiro. Às vezes é difícil falar sobre algo que vai ter repercussão mais séria daqui a 6 meses. Mas São Paulo está entrando na temporada de seca com os níveis dos reservatórios muito mais baixos do que no ano passado. Como na Califórnia, teremos repercussões sobre o mercado imobiliário.

Na Zona Norte de São Paulo já é comum ter a água cortada por um período de tempo que pode variar de algumas horas a mais de 1 dia. Fizemos um relatório completo exclusivo para assinantes da série Valor Imobiliário sobre as repercussões que antecipamos no mercado imobiliário. Publicamos este conteúdo em fevereiro, mas garanto que ele continua atualíssimo. Quem leu naquela época teve mais tempo para se preparar.

Mercados resistentes começam a dar sinais preocupantes –> Conteúdo PRO

Raio-x do segmento mais procurado nas capitais brasileiras –> Conteúdo PRO

 

Até semana que vem.

Grande abraço,

Marcio Fenelon

Conteúdo recomendado