Autopsicografia

Saudades do tempo que precisávamos de dados mais relevantes para acompanhar o preço do petróleo e que a China não era uma preocupação.

Autopsicografia

00:09 - O mundo dá voltas

Durante algum tempo, no início de carreira, eu cobria petróleo.

Lembro de atualizar excel de petróleo no meio-tempo de Brasil 3 x 0 Gana.

Parreira naquela época era gênio, fez o Brasil jogar no contra-ataque contra um time que só jogava em contra-ataque.

Também naquela época, eu sabia de cor todos os dados do relatório dos estoques de petróleo americanos.

Parecia a coisa mais importante do mundo, assunto do almoço de domingo.

Só mais tarde fui perceber que meu conhecimento de almanaque sobre o petróleo era exagerado, quase inútil, tinha pouco apelo prático no mercado como um todo.

E cá estamos nós, ansiosíssimos para saber, às 13h30, se os estoques dos EUA sustentarão o barril abaixo dos US$ 30.

01:18 - De repente, tudo bem

Cá estamos também preocupadíssimos com China; quem diria!

Mas hoje não.

As estatísticas mais recentes da balança comercial agradaram o mercado.

Exportações chinesas caíram bem menos do que o imaginado (apenas -1,4%).

Com isso, o superávit comercial cravou US$ 60 bi, acima da previsão de US$ 53 bi.

Esse respiro é natural.

Tirando o Brasil, é praticamente impossível que, um país publique, todo dia, apenas notícias econômicas ruins.

Regra simples: o mercado que se estressa fácil se deixa agradar fácil também.

02:25 - O beta estatal

Por vezes, algumas regras simples nos protegem de grandes erros.

Exemplo: não comprar ações de estatais.

Juliana Machado, do Valor, mostrou que, nos últimos cinco anos, o valor de mercado das empresas públicas caiu a 5x o valor de mercado das privadas.

Pois é, o Governo Dilma destruiu as estatais.

Por isso mesmo, atenção redobrada em caso de um evento político capaz de fazer nossa Bolsa subir.

O beta das estatais tenderia a se beneficiar muito.

Não sei se em 5x. Mas 2x ou 3x não me espantariam.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

03:27 - O gama privado

Há vícios estatais, há vícios privados também.

Não se engane. Não tem essa de toda estatal é mauzinha e todo privado é bonzinho.

Manchete de O Globo: empresários recorrem a Barbosa em busca de estímulos.

Todo mundo buscando seu querequequé.

Quero resolver o meu problema com incentivos fiscais, mas quero também superávit primário de 3% do PIB…

Famosa falácia da composição keynesiana; espero que Barbosa conheça Keynes.

A principal virtude de um ministro da Fazenda é saber falar não, fingindo que fala sim.

Faltou a Levy o fingimento que deveras sente.

04:22 - Dez pelo preço de um

Estou sabendo sim.

Você já fingiu ter dez assinaturas da Empiricus por toda a vida, mas imaginou que fosse impossível a um preço de barganha.

É possível, mas só até esta quarta-feira.

Hoje receberemos as últimas assinaturas para o Clube Empiricus antes dos reajustes de 2016. 

É uma excelente oportunidade de começar este ano, que será desafiador, com um pacote parrudo de recomendações de toda a nossa equipe. 

Clique aqui para validar seu ingresso ao Clube. Não deixe esta oportunidade fingir de morta. 

Links Recomendados

Saiba como disparar um raio multiplicador e potencializar em 120 vezes seu lucro com imóveis
Uma ferramenta que quanto mais você utiliza, mais você economiza

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Tesouro especulativo
.: Lembra daquelas histórias nascentes?
.: Solução USD não pode ser improviso

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado