Bem-vindo ao Rali do Impeachment

Fomos criticados pelas perdas iniciais com a tese de Virada de Mão, mas hoje só temos a agradecer por tais perdas.

Bem-vindo ao Rali do Impeachment

“Businessman behind bars in prison concept for white collar crime”

00:05 - Profetas do passado

Mil gênios falando hoje que a ação da Polícia Federal torna mais provável o impeachment.

E que, por sua vez, o impeachment beneficia os ativos de risco brasileiros.

Mas isso tudo é passado.

Quem é que apostou na Virada de Mão ANTES das coisas acontecerem?

Quem é que já estava efetivamente comprado em Bolsa?

Apenas alguns poucos corajosos – dentre os quais posso incluir, felizmente, os leitores da Empiricus.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:18 - É dos carecas que elas gostam mais

Os financistas que usam gel no cabelo acordaram chamando o movimento atual de Rali Pré-Impeachment.

Nós, descabelados, sempre chamamos simplesmente de Rali do Impeachment.

Não tem essa de Rali Pré. Já está ocorrendo, o mercado antecipa.

Note que essa não é uma discussão gramatical – sobre uso correto ou incorreto de um prefixo.

Ela tem implicações diretas sobre o bolso dos investidores.

02:21 - A Grande Aposta

Fomos criticados pelas perdas iniciais com a tese de Virada de Mão, embora fossem prejuízos pequenos e não realizados.

Isso é natural. Gera certo desconforto, pois somos humanos; mas estamos bastante acostumados.

Obrigado, perdas iniciais!

Foram vocês que permitiram que colhessemos ENORMES lucros ontem, hoje e quiçá amanhã.

Esta é a recompensa de quem já estava posicionado.

Afinal, fazer alteração em carteira às 9h da manhã de hoje não vale. Não se consegue pegar a alta de última hora; o gap do leilão de abertura é gigantesco.

03:27 - E torcemos por novos ganhos

Tem mais por vir?

É bem possível que sim.

O impeachment tornou-se provável, mas ainda incerto.

Lula não foi preso.

Ainda não sabemos sobre os rumos da investigação contra Dilma.

Ou seja, a Lava Jato tem lenha pra queimar.

Pensando na microestrutura do mercado, vale lembrar que aqueles investidores anteriormente vendidos em Bolsa estão cobrindo suas posições, mas ainda não passaram a ser compradores líquidos.

Não vamos fechar o livro de suspense antes de terminar a história, só por que já deu pra perceber qual personagem é o serial killer.

04:29 - Rali por todos os lados

No fim das contas, se colhermos todos os benefícios imaginados a partir da Lava Jato, o Copom pode ter acertado fazendo a coisa errada.

Troca de Governo, melhora de confiança e dólar para baixo podem realmente dar margem para controle da inflação sem precisar aumentar a Selic.

O que não quer dizer que é hora de cortar o juro básico.

A Renda Fixa também foi fortemente impactada pelo Rali.

As posições que recomendamos no Palavra e no Carteira (travadas em Pré e em Juro Real) estão voando.

Sentimo-nos muito felizes por todos os assinantes que acompanharam nossas dicas e agora estão lucrando bastante com isso.

Obrigado pela confiança.

Links Recomendados

.: Quitar o financiamento ou investir?
.: 11 oportunidades raras para lucrar com ações em 2016
.: Espresso Financista: Lava Jato atinge Lula e mercado deve estender rali

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Pondere também o risco (exclusivo PRO)
.: Comprando na baixa (exclusivo PRO)
.: Evitando na baixa (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado