Cinco coisas que causam disrupção

Certamente a culpa do rebaixamento do Brasil não é da China. Resta então saber se devemos cobrar a Dilma ou o PT.

Cinco coisas que causam disrupção

00:09 - Teoria da ordem

Talvez você já tenha ouvido a frase pop que ilustra a Teoria do Caos.

O bater de asas de uma borboleta no Brasil pode despertar um tornado no Texas.

Toda vez que as borboletas chinesas depreciam o yuan, temos um tornado por aqui.

Mas não botemos culpa exagerada na China.

Como bem lembrará a propaganda televisiva do PMDB amanhã:

“Estamos vivendo dias muito difíceis, principalmente em função dos nossos próprios erros”.

A Moody’s não rebaixou o rating brasileiro por culpa do yuan.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:21 - Agnus Dei

Resta agora saber se a verdadeira culpa é de Dilma ou do PT, pois eles se clivaram em duas entidades distintas.

Dilma quer se desvincilhar da imagem de corrupção casada ao PT.

E o PT quer se desvincilhar da incompetência de Dilma.

Segundo Mônica Bergamo, na Folha de hoje:

m5m-240216-01

“É quase um rompimento explícito dela com o partido”, afirmou um senador petista.

Pedido pelo PT e concedido por Dilma, o sacrifício do Cordeiro Levy não bastou a nenhuma das partes.

Agora o fantasma do Cordeiro retorna, sem piedade.

02:29 - Efeito flashback

Assombrada pelo passado, a presidente está ficando mais flexível (ou menos rígida).

Até aceita abrir mão da CPMF em troca de uma alternativa de incremento das receitas federais.

O PTB alega ter desenhado uma proposta de “reorganização tributária”, com o fim de alguns impostos e a criação de outros.

Não conheço o teor da proposta, mas já sei que ela começa na frente da CPMF.

Ex-imposto é sempre mais caro do que um novo imposto.

03:25 - Serra do mar

Se o PT deixar, Senado vai votar hoje aquele projeto do Serra para salvar a Petrobras do Pré-Sal.

O relatório foi lido por Romero Jucá a proposta tramita em regime de urgência.

Lembrando que ela diz respeito não apenas à estatal, mas também ao próprio risco de calote soberano.

Quase indiferente a isso, PETR4 derrete no pregão desta quarta.

A chance do projeto passar não é grande, nem pequena.

Aos mais corajosos, esse é o tipo de gatilho a se operar via opções, não com ações.

04:29 - Entre os mais vendidos

Em nome do Felipe, agradeço aqui pelo enorme interesse no livro A Palavra do Estrategista.

Em apenas um dia, tiramos sete mil pedidos – o que configura um recorde para o tímido mercado editorial brasileiro.

Havíamos reservado dez mil unidades diretamente compradas da editora para esta Pré-Venda sob desconto.

Aos leitores interessados em pegar o lote já disponível da 1ª edição, sugiro conhecer os detalhes do livro com celeridade.

Links Recomendados

.: Perguntas e respostas sobre o calote
.: Espresso Financista: Petróleo em queda e popularidade de Dilma dominam pauta
.: 30 dias para mudar de vida e entender tudo de finanças

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Como prever uma coisa dessas? (exclusivo PRO)
.: A multiplicação por 4x (exclusivo PRO)
.: Tesla versus Petrobras (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado