Defesa aberta

Tanto Lula quanto Cunha afirmam que vão ganhar a votação do impeachment na Câmara; vai ter goleada, não vai ter empate.

Defesa aberta

00:06 - Esse jogo não é 1 x 1

Parecia não chegar nunca, mas chegou.

Enfim, a semana do impeachment na Câmara.

Pelas contas de Eduardo Cunha, o pedido de impedimento será aprovado por 380 deputados.

Já Lula está certo de que comprou a alma de 200 deputados.

Números acima do necessário, de ambos os lados; vai ter goleada, não vai ter empate.

Resta saber quem vai golear e quem vai ser goleado.

Aos preços atuais, o mercado enxerga volatilidade, mas ainda não enxerga integralmente a direção dos fatos.

01:13 - A escala do rali

Amanhã teremos um mercado um pouco mais direcional.

Como aquecimento para domingo, os votos da Comissão do Impeachment ocorrem hoje, ao final da tarde.

Só não menospreze esse aquecimento; pode ser bem quente.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

As proporções cravadas na Comissão serão naturalmente comparadas com os 2/3 necessários no domingo.

Dois terços de 65 significariam, aproximadamente, 43 deputados a favor do impeachment e 22 contra.

No entanto, a Comissão depende apenas de maioria simples: 33 a favor.
Façamos então uma escala entre 33 e 43 – quanto mais perto do topo, maior o rali vindouro.

02:22 - Ressaca pra depois

Enquanto esse jogo acontece, Temer continua atuando nos bastidores para recrutar seu “plantel de notáveis”.

Ainda mais desafiador: fazer esses notáveis se entenderem com o Congresso, aprovando reformas tão urgentes quanto impopulares.

O impeachment elimina um problema, mas não cria solução.

É fácil, portanto, se empolgar demais com ele.

Todo modo, vamos deixar essa ressalva para daqui a algumas semanas.

Não sofremos ressaca de véspera.

03:25 - Reforço na equipe

No relatório de Fundos Imobiliários desta segunda-feira, apresentamos a analista Ariane Gil, que se juntou ao time responsável pelas análises de FIIs.

Sua chegada tem o objetivo de agregar sobretudo no estudo qualitativo dos FIIs, mapeando desde os ativos reais até a competência das equipes de gestão.

Na edição de hoje, avaliamos o perfil de gestão e as principais estratégias de TRXL11, ponderando efeitos que influenciarão o desempenho do fundo, tanto no médio quanto no longo prazo.

Reforçamos a equipe neste momento também porque podemos estar diante de um grande movimento de apreciação no mercado de FIIs, reagindo ao impeachment e à iminente queda da Selic.

04:28 - Ganha-ganha com o PRO

Você que acompanha diariamente o M5M deve ter notado que a parte final da newsletter possui análises e recomendações exclusivas aos assinantes de status PRO.

Hoje fazemos uma oferta irrecusável para quem pondera as vantagens de se tornar leitor do M5M PRO.

Ao se tornar assinante, você recebe uma estratégia vencedora que permite ampliar lucros ao mesmo tempo em que protege seu patrimônio.

Gostamos tanto dessa estratégia que, caso você não lucre com ela no prazo de um ano, sua assinatura do M5M PRO se tornará totalmente grátis pelo resto da vida.

É ganhar ou ganhar.

Links Recomendados

.: Razões para empreender após a aposentadoria
.: Uma ferramenta que quanto mais você utiliza, mais você economiza
.: Espresso Financista: Mercado monitora reta final do processo de impedimento de Dilma

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Não se esqueça disso (exclusivo PRO)
.: Apenas crescendo menos (exclusivo PRO)
.: Fazendo vaquinha (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado