M5M_Mais estranho que a ficção

Um vírus desenvolvido pelo governo americano cai nas mãos das pessoas erradas, o vírus se espalha e o caos toma conta do mundo.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
M5M_Mais estranho que a ficção

Quando vejo um pobre ser contra a reforma da Previdência, tenho pena. Ele está sendo enganado.” – Luís Roberto Barroso (Ministro do STF).

“Ele como ministro da Fazenda se relacionava muito com o setor financeiro, mas eu não estou acusando ninguém, não estou dizendo que a delação vai por aí”– Jaques Wagner em relação a uma possível delação de Palocci.

Trilha do dia

Agora você pode ouvir a trilha do M5M no Spotify – confira aqui!

00:05 - Petróleo e aço

Apesar da escalada da tensão na Coreia e de dados mais fracos nos EUA e China, mercados reagem bem à extensão do corte da produção de petróleo e ao discurso de que a China vai destinar 100 bilhões de dólares para seus programas de infraestrutura.

Bolsas sobem no mundo todo e, no Brasil, destaque para as commodities metálicas e Petrobras. Dólar cai na expectativa de um passo menor no aumento de juros nos EUA enquanto juros sobem, voltando um pouco das mínimas de sexta feira.

01:10 - O futuro chegou?!

A semana começa em compasso de espera por novidades na aprovação das reformas. IBC-Br de março veio melhor (menos pior) do que o esperado pelo mercado – na média dos três primeiros meses, a atividade no país avançou 1,12 por cento em relação ao último trimestre de 2016.

O otimismo seria maior se março não tivesse sido um mês tão fraco (varejo e consumo foram bem mal), o que nos deixa em dúvida: março foi um deslize, ou ainda estamos na zona de perigo?

Veremos como vem abril.

Com o desemprego em alta, inflação bem baixa e a atividade econômica que ainda não pegou força, aposta de corte 125 bps na Selic no fim do mês já é quase consenso – DI curto já está em 10,4. Analistas mais arrojados falam em 150 bps – já pensou, juros de um dígito já em junho?

Brasil, país do futuro.

#CoragemBC

02:13 - O Presente Persiste!

Se o futuro é promissor, como está o presente?

No Brazil Forum, em Londres, alguns convidados falaram sobre a economia brasileira.

Luís Roberto Barroso (Ministro do STF) disse que 98 por cento dos processos trabalhistas do mundo inteiro estão aqui no Brasil e 54 por cento do orçamento brasileiro é destinado à Previdência (o dobro do que se gasta com saúde e educação).

Cerca de 32 milhões de aposentados do sistema privado custam o mesmo que 1 milhão do sistema público – na média, servidores públicos ganham mais do que trabalhadores da iniciativa privada, ou seja, a Previdência é um grande instrumento perverso de transferência de renda.

Exemplo: a TAM não pode ter um voo de São Paulo para Doha porque o voo é mais longo do que a jornada máxima permitida. Assim, São Paulo x Doha é um trecho servido apenas pela Qatar Airways.

Se quiser ir direto, vai ter que abrir a mão.

Por que será que as Reformas são tão necessárias?

Confira mais dados aqui.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

03:05 - Vai ou não vai?

País do futuro ou um País de problemas?

É difícil acreditar que, finalmente, o futuro vai chegar por aqui – sentimos o gostinho do sucesso entre 2009 e 2013, mas o caldo entornou e o angu azedou.

Agora, essa crise: desemprego, inflação, recessão – depressão!

Se os juros forem mesmo pra casa de 8 ou 7 por cento, como garantir o futuro?

Mas, e se der tudo errado e as reformas não passarem?

E se a previdência quebrar?

E se o Lula voltar?

E se der Dória, Bolsonaro ou, sei lá, Marina?

É muita incerteza e uma estratégia fixa para investir seu dinheiro não vai te dar a tranquilidade que você precisa (e merece).

Já pensou ter acesso a relatórios de renda fixa, ações, fundos e outras modalidades de investimento para o resto da vida?

Aconteça o que acontecer com a economia brasileira, você vai saber como garantir seu futuro e como aplicar seus recursos em diferentes cenários.

Conheça o Clube Empiricus, pacote com todos os relatórios essenciais da casa e um preço especial!

É isso mesmo, para o resto da vida! Confira Aqui!

04:00 - Ficção Científica

Um vírus desenvolvido pelo governo americano cai nas mãos das pessoas erradas, o vírus se espalha e o caos toma conta do mundo.

Resident Evil? Os 12 Macacos?

Nada disso!

Mais de 200 mil computadores em 150 países foram invadidos pelo “WannaCrypt” – o malware criptografa arquivos e pede um resgate, em Bitcoins, de 300 dólares. Se não pagar em sete dias, já era. Nunca mais vai ver aquelas fotos das suas férias que, na verdade, você nem lembrava que tinha.

Brincadeiras à parte, vários serviços fundamentais, como hospitais e sistemas de transporte, foram afetados – agências americanas e européias se juntaram para achar os culpados e minimizar danos.

Por mais que pareça roteiro de filme, aconteceu na última sexta feira.

Em meio à confusão, ações de companhias que desenvolvem antivírus bombaram no último pregão.

“Enquanto uns choram, outros vendem lenços.”

Daí a necessidade de se ecolher investimentos “antifrágeis”.

Quer saber o que é antifrágil?

Amanhã te conto!

Comecei a trabalhar muito novo. Aos 12 anos, já tinha dois empregos: entregava jornais de segunda a sexta-feira e, aos fins de semana, lavava o carro dos vizinhos.

Tive meu primeiro negócio aos 17 e paguei a faculdade com o lucro do mês. Mas a grande reviravolta veio mais tarde, quando eu tinha 32 anos.

Na época, eu era diretor de uma editora na Flórida, e decidi fazer um curso para aprender a falar em público. Mas o que aprendi, na verdade, foi uma lição que mudou a minha vida: se você quiser realmente alcançar um objetivo, tem de fazer dele sua prioridade.

Até então, eu tinha muitas metas: queria ser professor e escritor, viajar pelo mundo, ser faixa preta em artes marciais… Mas, quando tive de escolher uma delas, decidi me tornar rico.

E isso me mudou. Nos sete anos seguintes, deixei de ser um jovem que ganhava 35 mil dólares por ano e passei a ser um jovem milionário. Até me aposentei antes dos 40 anos, mas logo voltei a trabalhar. Nos 10 anos seguintes, multipliquei meu patrimônio diversas vezes.

Aos 50 anos, eu já tinha acumulado mais riqueza do que poderia gastar. Por isso, mudei a minha prioridade, decidi que era hora de ensinar.

Foi por isso que, nas últimas semanas, compartilhei com você um pouco da minha estratégia de investimento e da minha filosofia de vida.

Espero que tenha sido útil. Se quiser saber mais, acesse aqui.

Obrigado pela companhia.

Ao sucesso,
Mark

Links Recomendados

Siga aquele Pedro
O arrecadador infernal
Troque 30 minutos do mês por 12.531 reais a mais no seu salário

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Prestando Contas
.: A propósito…

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo recomendado