M5M_O botão do fim do mundo

Maldito seja o botão “responder para todos”, que ainda será responsável por deflagrar um conflito nuclear e selar o destino da humanidade.

M5M_O botão do fim do mundo

00:13 - Puxeta

Penúltimo dia de rouba-monte para melhorar o valor da cota. Volume fraco, como não poderia deixar de ser, e quase tudo na minha tela em alta expressiva. Nos juros, nada de relevante acontecendo.

Lá fora, falta fôlego para levar o Dow Jones para a tão esperada marca dos 20 mil. Na Europa, a possibilidade — já amplamente discutida aqui — de o quadro do sistema financeiro italiano continuar se agravando se traduz em desempenho negativo de ações de bancos do país. Na ponta positiva, minério de ferro novamente acima de 80 impulsiona ações de mineradoras.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:21 - Tô nem aí, tô nem aí

Circula que Temer comunicou à equipe econômica, nesta manhã, que vetará a patuscada promovida pela Câmara em torno do projeto de socorro dos Estados. Se confirmado, palmas.

Anima a percepção de que o discurso de que ele estaria disposto a fazer o que julga necessário, a despeito de popularidade. Se for realmente isso, convenhamos: a essa altura da vida, bem que ele faz.

Por outro lado, o governo cedeu na partilha dos recursos da nova rodada do programa de repatriação programada para o ano que se aproxima: coube a Michel anunciar, ontem, que dividirá com os governos estaduais a multa (e não só o IR) devida por quem aderir.

E segue a repescagem de medidas econômicas. Que venha janeiro.

02:35 - Senta que lá vem história

Algumas semanas atrás venceu uma LCI da minha carteira pessoal. Muito atenciosamente, o cara da corretora me mandou um email avisando — e pôs o chefe em cópia.

De: João da Silva
Para: Ricardo Schweitzer
Cc: Chefe do João
Bom dia Sr. Ricardo,Sou da equipe de renda fixa da [censurado] e estou lhe enviando este e-mail para informar que a sua LCI do banco [censurado] vence hoje e amanhã o dinheiro estará disponível na sua conta.

Amanhã entrarei em contato com você para falar das oportunidades das quais dispomos no momento.

Tivesse terminado aí, só teria elogios à atenção que me foi dispensada. Mas, em questão de minutos, outro email pipocou:

De: Chefe do João
Para: João da Silva; Ricardo Schweitzer
João, hj será fraco na RF, pega uma meia hora e liga para esses clientes, conto com vc para fazermos a diferença aqui!!! Vai com tudo!

03:12 - Botão maldito

Maldito seja o botão “responder para todos”, que ainda será responsável por deflagrar um conflito nuclear e selar o destino da humanidade. O que falta acontecer para que vire padrão-ouro da indústria uma caixa de confirmação do tipo “você tem certeza que quer mandar isso pra geral?”

O copo meio-cheio é que eu já vi gafes maiores (do tipo planilha com salários e bônus da empresa inteira sendo enviada para todo mundo) e, felizmente, a mensagem do chefe não trouxe nenhum impropério do tipo “tenta enfiar nele aquela letra do Banco da Casa do Chapéu, que ainda tem lote aqui e rende um puta spread pra gente”.

Não que, nos bastidores das corretoras, esse tipo de comentário não aconteça…

04:08 - Incentivo perverso

Não recrimino nem Joãozinho nem o chefe desatento, mas me sinto no dever de compartilhar essa experiência para lembrá-lo, mais uma vez, dos conflitos de interesse inerentes à forma como funciona essa indústria.

O Fundo Garantidor de Crédito virou um incentivo perverso: instituições em situação simplesmente inacreditável têm se valido da distribuição das corretoras para captar recursos que, mediante uma mínima análise de seus balanços, não conseguiriam levantar de jeito nenhum. Tudo porque o investidor pessoa física ignora solenemente o risco do emissor — “nem sei que banco é esse… mas se der ruim, o FGC garante”.

Tem certeza que você quer essa dor de cabeça para você?

Não faz muito tempo, a Marília fez um bom levantamento de bancos cujo risco de crédito é encarável — e o tempo está mostrando que, de fato, algumas das instituições sobre as quais ela tinha ressalvas trouxeram surpresas desagradáveis nos últimos resultados.

Resgatada a LCI, ignorei as outras oportunidades imperdíveis da corretora: preferi ampliar minhas posições nas recomendações do Empiricus Renda Fixa — e não poderia estar mais satisfeito.

Minuto Extra: Uma merecida homenagem

Aproveito a história de hoje para fazer uma justa homenagem à nossa equipe de relacionamento com o cliente.

Eles chegaram ao final de 2016 com uma média de 15 mil ligações atendidas e 35 mil e-mails respondidos por mês. É simplesmente de arrepiar.

São intensos os esforços internos na melhoria contínua, passando inclusive pela criação de células especializadas para o atendimento a determinados produtos: já tem gente lá que entende mais de derivativos e renda fixa do que em muita mesa de operações por aí…

Tá faltando gente, mas vale a intenção.

Links Recomendados

.: Já deixe agendados seus próximos lucros
.: A última onde de supervalorização da renda fixa

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: BBAS: Bom para todos, inclusive acionistas (PRO)
.: KEPL: As prioridades são outras (PRO)
.: KROT: Acordo de cavalheiros (PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado