M5M_O que é preciso Temer

Michel, você tem ou não tem capacidade de articular no Congresso para fazer os parlamentares sossegarem o facho e cairem na real?

M5M_O que é preciso Temer

00:05 - É preciso Temer a gastança

Imprensa aponta que Temer teria ficado incomodado com a entrevista de Henrique Meirelles publicada no final de semana, na qual o ministro acenou com a necessidade de mais impostos caso o teto para os gastos públicos não seja aprovado no Legislativo.

Reflexo veio ontem mesmo: câmbio para cima – também influenciado por fatores externos, faça-se justiça -, também com algum impacto nos DIs.

“Incomodados” estamos nós, Michel, que pagaremos essa conta se você não colocar ordem nessa bagunça. Você tem ou não tem capacidade de articular no Congresso para fazer os parlamentares sossegarem o facho e cairem na real?

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:12 - É preciso Temer os juros nos EUA

O mercado é quase unânime sobre a decisão do FOMC amanhã: juros nos EUA devem permanecer inalterados. A mesma quase-unanimidade, entretanto, concorda que esse cenário está com os dias contados e se volta a estimar quando, enfim, as taxas começarão a subir.

Março ainda parece ser o alvo, mas há quem acredite (e não se trata de meia dúzia de investidores) que podemos ter surpresas tão cedo quanto dezembro.

Vale pontuar que Yellen é boazinha… Do jeito que as coisas vão, logo inflação está namorando com os 3%.

Uma eventual sinalização de elevação mais rápida do que o esperado – e convenhamos, os últimos indicadores econômicos divulgados dão certa margem para isso – podem mudar o jogo rápido. Em um cenário de recrudescimento dos mercados (causado por Europa, talvez?), pode sim haver migração de recursos de volta para o Tio Sam.

02:02 - É preciso Temer perder isso

A recepção à reabertura do Palavra do Estrategista para novos assinantes continua nos rendendo alegrias por aqui. Temos tido conversas muito produtivas tanto em resposta à provocação do Felipe Miranda, que abriu o jogo sobre exatamente o que comprar para surfar a onda do fechamento da curva de juros, quanto aos ensinamentos do mestre Paulo Tenani para elevar uma carteira de investimentos pessoal à categoria de portfolio de gestor global. Papa fina o negócio.

O Felipe que não me ouça, mas vou contar um segredo: eu espiei o próximo texto do Tenani. Vem coisa muito boa por aí… Eu não perderia por nada, e acho que você também não deveria perder.

Quem avisa, amigo é.

03:10 - É preciso Temer a chantagem

Alguns cacoetes são difíceis de largar. Representantes do setor automotivo – montadoras, autopartistas e sindicatos – clamam ao governo por ajuda adicional, principalmente no que tange o Programa de Proteção ao Emprego. Alegam que, mesmo com a redução da jornada de trabalho em 1 dia, falta trabalho e pedem mais auxílios para evitar demissões.

É fato que a situação atual é muito ruim – muito embora pareça, à primeira vista, ter parado de piorar. Independentemente disso, não esqueçamos do quanto o setor – principalmente na figura da Anfavea – operou o governo nos últimos anos. A chantagem em torno do risco de demissões foi imensa. Não esqueçamos que o ABC é o berço do PT.

Lembremos da venda de automóveis em níveis recordes, alimentada pela expansão desenfreada do consumo. Lembremos da explosão de vendas de caminhões, alimentada por crédito virtualmente grátis oferecido pelo BNDES. Lembremos que as exportações foram deixadas de lado – em parte por conta de competitividade e adequação de produto aos mercados externos, mas em parte simplesmente porque o mercado doméstico ia bem demais.

Hora de correr atrás do prejuízo. Hoje a indústria está na lona, mas talvez haja problemas de competitividade que precisarão de solução mesmo após a normalização de demanda – que deve vir logo. Talvez o setor tenha, sim, que encolher, e não acho que caiba ao contribuinte custear sua manutenção como está como se fosse um fim em si mesmo.

04:00 - É preciso Temer CEOs de espuma

Se alguém me dissesse, lá pelos idos de 1996, que 20 anos depois o Yahoo! se tornaria irrelevante, eu simplesmente não conseguiria acreditar. Mas eis que lembro que outros gigantes da época, como o Altavista (alguém lembra???), foram também varridos do mapa.

A Verizon, gigante de telecom, resolveu juntar os cacos do que já foi uma das mais badaladaspontocom (valeu US$125 bilhões no auge da bolha de tecnologia). Pagou US$5 bilhões. O sonho é alavancar o negócio de internet para se transformar em uma empresa global de mídia – em seguimento à aquisição da AOL (outra gigante de outros tempos…).

E por falar em sucesso… as apostas de que Marissa Mayer reergueria o Yahoo! se mostraram espuma. No final das contas só serviu para gerar assunto em eventos de empreendedorismo.

Links Recomendados

.: Espresso Financista: Mercado assimila ata do Copom de olho em BCs globais
.: A taxa Selic deve cair. E o kiko?
.: 2016: A maior transferência LEGAL de riqueza da história do Brasil

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: KLBN: é preciso Temer a euforia (exclusivo PRO)
.: ENGI: é preciso Temer os bankers? (exclusivo PRO)
.: É preciso Temer Trump? (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado