M5M_Quero ser Felipe Miranda

Hoje lhe convido para atravessar uma minúscula porta — teremos que engatinhar — que nos leva a um lugar extraordinário.

M5M_Quero ser Felipe Miranda

00:23 - O andar 3 e meio

Para visitar a Empiricus, entre no elevador e aperte o botão do quarto andar. Fique atento: logo após passar pelo terceiro, aperte o botão de parada de emergência e force a porta com um pé de cabra.

Seja bem-vindo ao andar três e meio. Cuidado com a cabeça, pois o escritório ficou pequeno para tanta gente: após triplicar o número de funcionários, mesmo nossa maior sala de reuniões fica parecendo um vagão da Linha Esmeralda às seis e meia da tarde.

Hoje lhe convido para atravessar uma minúscula porta — teremos que engatinhar — que nos leva a um lugar extraordinário. Vem comigo.

Visitemos a mente de Felipe Miranda.

01:18 - Ruído e sinal

É de infinita escuridão o entorno. Lá à frente, através da janela, há um painel de cotações. Pontos verdes e vermelhos se alternam remetendo a um caleidoscópio.

Não se importe com aquilo: o que há de especial neste lugar é a voz interna, que diz:

Bolsa no zero-a-zero. Juros estáveis. EUA e Europa estáveis em meio a balanços e meia dúzia de indicadores. Tudo morno — morno! —, e nada é pior do que isso: seja quente ou frio; se morno, te vomito. Nada disso importa: é tudo ruído, e eu estou aqui pelos sinais.

Não nos percamos em minúcias, tentando em vão encaixar oscilações insignificantes em um discurso pasteurizado que só serve para vender jornal do dia. Estão quase todos perdidos em minúcias: isolam um fragmento mínimo da realidade e tentam entendê-lo por completo. É ilusão de entendimento; esforço vão: atentos a uma única folha de uma única árvore, perdem de vista a floresta e os vulcões.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

02:07 - Raison d'être

A voz continua:

Eu tenho medo: o consenso caminha em minha direção. É a desgraça de, por graça do acaso, estar certo. De que valho se não estiver na margem, esmiuçando os limites das possibilidades do real que, se concretizadas, mudam todo o futuro?

Soei absurdo quando cogitei o Fim do Brasil. Soei absurdo de novo quando marquei a Virada de Mão. Fui recebido com descrença quando imaginei um Novo Brasil… é na oportunidade de explorar as infinitas alternativas de futuro que todos ignoram que encontro minha raison d’être.

E agora chega o consenso, convertendo os absurdos de outrora em um discurso pasteurizado insuportável, nauseante, autômato.

Não: simplesmente não.

03:12 - Pino redondo

Vem Goldfajn e sacramenta mais cortes de 75 pontos na Selic, apontando para os juros de um dígito logo à frente. Vem Meirelles e realimenta as expectativas de que economia já dá sinais de retomada.

De repente, tudo que ousei dizer antes vira consenso. Este lugar, eu não quero. Minha sina é ser o marginale, o pino redondo no buraco quadrado. Não os quero perto de mim: se vocês vêm para cá, é hora de eu sair — e soar, de novo, ultrajante aos ouvidos de todos.

Eu quero a próxima ruptura, o próximo salto, o próximo choque de placas tectônicas.

03:55 - Como será o amanhã?

Trump surpreenderá (de novo) a todos? China alcançará, enfim, o limite do exotismo e caminharemos para um novo balanço global de forças? As delações da Odebrecht virarão a política brasileira de cabeça para baixo quando vierem a tona? Itália afundará em crise e agravará ao limite do insustentável a zona do Euro?

Eu não sei; simplesmente não sei — e ninguém sabe. Mas vou continuar cogitando até que todas as minhas ideias se esvaiam, e ainda não será o bastante. O que me importa é estar preparado, posicionado do jeito certo para lidar com o porvir.

04:35 - De repente, um clarão

Tudo se fez luz. Nossa jornada terminou, e cá estamos nós caídos em meio à Joaquim Floriano.

Ele continua lá, pensando e questionando em uma ciranda sem fim — obcecado em ser a nota dissonante da melodia uníssona.

E que continue assim: que o Felipe nunca deixe de suscitar choque e consternação; que nunca perca a capacidade de chutar o balde destemidamente.

E que você nunca deixe de se sentir provocado pela materialização disso tudo, no Palavra do Estrategista.

Links Recomendados

.: Rumo aos 100 mil pontos?
.: Lula condenado daqui a poucas semanas
.: - 2.834.571.519,76 reais

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Pitacos sobre o acordo da VALE (I) (PRO)
.: Pitacos sobre o acordo da VALE (II) (PRO)
.: Questão de preço (PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado