M5M_Rumo a um país normal

Com os desdobramentos que vivenciamos nesta semana, não posso deixar de me perguntar: será que poderei, enfim, gastar energia com o que realmente importa?

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
M5M_Rumo a um país normal

00:05 - O que realmente importa

Volta e meia recebo e-mails de clientes reclamando que falo de política demais.

Sempre adorei estudar empresas. Uma das maiores frustrações que o ofício de analista me trouxe, em anos recentes, é que as circunstâncias exigiram que gastasse cada vez mais tempo pensando não nas estratégias de cada negócio, mas tão simplesmente em como eles seriam afetados — quase invariavelmente de forma negativa — pela próxima canetada que viesse de Brasília.

Com os desdobramentos que vivenciamos nesta semana, não posso deixar de me perguntar: será que poderei, enfim, gastar energia com o que realmente importa?

Acredito que sim, e muito me alegro com isso.

 

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:06 - Menu Degustação

Ainda dá tempo de aproveitar a oferta do Premium Pass. O passe dá acesso a todos os nossos serviços premium por 20 dias em uma condição muitíssimo especial.

São dez séries: Carteira Empiricus, Empiricus Insider, Microcap Alert, Empiricus Long & Short, Estratégias com Opções, Empiricus Serious Trader, Empiricus Renda Fixa, De Volta Para o Futuro, As Melhores Ações do Mundo e Currency Wars Alert.

Através delas, oferecemos nossas ideias de investimento mais sofisticadas para clientes em busca de oportunidades diferenciadas de rentabilização e proteção de seu patrimônio. É o crème de la crème de nosso trabalho.

E mais: depois de experimentar o cardápio completo, você continuará recebendo sua série favorita sem custo adicional por mais 12 meses.

02:12 - Vai ser Dezembro? Acho que sim

Mercados em alta lá fora. Dados de emprego um pouco mais fracos do que o esperado nos Estados Unidos contribuem para reduzir as apostas em um movimento do Fed já em Setembro — Dezembro continua no jogo, e segue nossa aposta por aqui. Com isso, por ora, aumenta o apetite por ativos de risco.

Na esteira, mercados europeus têm bom dia, beneficiados também por boa performance de commodities metálicas e menores preocupações com a economia britânica após o Brexit.

03:09 - A nossa hora

Bom para nós, aqui em Pindorama. A inércia do Fed se traduz, para nós, em maior disponibilidade de recursos par ativos de risco em mercados emergentes — e, no momento, tanto fluxo de notícias quanto valuation relativo colocam o Brasil em destaque.

Mercado ainda segue digerindo o Copom, e noticiário repercute sinalizações adicionais do corpo técnico do BC acenando na direção da redução da Selic para muito breve.

No front político, atenção é para Temer e Meirelles na China. Os anúncios de investimentos em solo brasileiro só confirmam a avidez do dragão por feijoada e caipirinha.

04:13 - Surfando a queda de juros com ações

As oportunidades de ganho com a queda dos juros locais de longo prazo não se restringem à renda fixa. Ações de concessões rodoviárias e shopping centers são percebidas pelo mercado como quase renda fixa , em função dos fluxos de caixa relativamente previsíveis dos respectivos negócios, fruto de receitas indexadas e baixa volatilidade de despesas e investimentos.

Com um plus: a retomada da atividade econômica também beneficia o faturamento. Para concessões, tráfego vira receita de pedágio; para shoppings, vendas dos lojistas viram aluguel variável.

Nossas sugestões? BRML3 e ECOR3.

Links Recomendados

.: Sua empresa precisa de crédito?

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Não precisa esconder
.: Era só um pesadelo
.: Assim não dá

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo recomendado