M5M_Tempo de travessia

À exuberância da bolsa brasileira se contrapõe uma realidade bem menos atraente. Enquanto nosso

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
M5M_Tempo de travessia

Um dos grandes problemas no acompanhamento diário do mercado e do noticiário econômico é que nos vemos permanentemente sob o risco de perder a visão do todo.

Talvez nossos pais e avós estivessem exagerando quando recomendavam que víssemos menos televisão, por medo de que isso fizesse mal a nossos olhos.

Mas aos cérebros, certamente faz. Não nos deixemos cegar pelas luzes do terminal Bloomberg: um passo para trás, por favor.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:30 - Tempo de travessia

À exuberância da bolsa brasileira se contrapõe uma realidade bem menos atraente. Enquanto nosso índice desponta na comparação com o restante do mundo, nossa economia real segue em ritmo lento.

Dados ruins de emprego confirmam que, a despeito da melhora de expectativas futuras, ainda não temos sinais de retomada concreta. Seguimos em travessia.

Mas olhemos para a frente: S&P está em visita ao Brasil, alimentando a expectativa de que perspectiva da nota de crédito do país seja alterada para estável (de negativa) ainda este ano. T em tudo para acontecer se a PEC do Teto seguir avançando bem. Ontem, teve o início da tramitação no Senado. A expectativa é de que a votação final se dê na primeira quinzena de dezembro.

Sigamos caminhando, pois a direção é a correta.

02:07 - Os comprados agradecem

A despeito de surpresas negativas, empresas que já divulgaram balanços nos Estados Unidos mostram crescimento médio de lucros de 2,5 por cento, contra expectativa do mercado de queda de 0,4. É a primeira variação positiva de resultados corporativos por lá em cinco trimestres.

Pode não ser muito, mas talvez seja o suficiente para motivar uma revisão de expectativas por lá no fim das contas. Alívio para os comprados nos atuais níveis de preço da bolsa americana.

03:20 - Não fique de fora do clube

Sejamos sinceros: (quase) todo mundo quer ficar rico, mas poucos efetivamente fazem algo para atingir esse objetivo.

Com a estratégia correta, qualquer um pode construir patrimônio e conquistar a independência financeira.

Encerraremos hoje as inscrições para o Wealth Builders Club, iniciativa de nosso sócio americano Mark Ford destinada a ensinar a todos métodos simples e comprovados para construir patrimônio de verdade.

Além de ter acesso às estratégias comprovadas de Mark, você se beneficia de todo o suporte do clube. Sozinho, chega-se mais rápido; acompanhado, vai-se mais longe.

Restam poucas vagas, e as condições de adesão oferecidas são extremamente especiais. Recomendo fortemente que você as confira aqui.

04:01 - Pé na estrada

Por falar em ir longe, Max Bohm manda saudações de Pojuca, interior da Bahia, onde está visitando as instalações da Ferbasa (FESA4). Foi conferir, in loco , como vão as coisas na companhia, que detém quase 90 por cento das reservas de cromita exploradas no país.

A partir da cromita, obtem-se ferro-cromo, matéria-prima necessária à produção de aço inoxidável — que, por sua vez, é amplamente utilizado principalmente em bens de consumo durável.

A empresa também produz ferro-silício, ingrediente essencial à produção siderúrgica em geral, com maiores concentrações em aços especiais.

Tudo isso faz de Ferbasa um fornecedor estratégico para a indústria siderúrgica. Alternativa muito mais barata para se beneficiar da retomada da demanda por aço do que as badaladas ações das usinas.

Vem relatório especial sobre Ferbasa em breve lá no Microcap Alert.

Links Recomendados

.: Compro Tesouro IPCA+ se a inflação vai cair?
.: Descubra o MAIOR SEGREDO para alcançar a AUTONOMIA FINANCEIRA em 4 anos.

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: NATU: Surpresa assustadora (PRO)
.: VVAR: Cuidado com a comparação (PRO)
.: Siderurgia: Retomada em 2017, pero no mucho (PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo recomendado