Não fui nomeado para o governo

Sinto-me bem à vontade de elogiar o discurso de Temer ontem. Assim como me sentirei à vontade para criticar, caso o discurso não se transforme em propostas aprovadas no Congresso.

Não fui nomeado para o governo

00:08 - Sem medo de ser feliz

Leitor Rogério N. mandou um recado para a Empiricus:

“O que eu mais gosto é poder ler um texto com isenção, um texto sem medo de dizer o que deve ser dito.”

Ao mesmo tempo, cobrou que continuemos caminhando assim, sem rabo preso com ninguém.

Pode ficar tranquilíssimo, Rogério.

A Empiricus sempre será uma instituição apartidária e desvinculada de quaisquer serviços de intermediação financeira.

É a única forma de fazer um research genuinamente independente (o que não deve ser confundido com “imparcial”, que é algo que não existe).

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:21 - Bem à vontade

Por exemplo: sinto-me bem à vontade de elogiar o discurso de Temer ontem.

Assim como me sentirei à vontade para criticar, caso o discurso não se transforme em propostas aprovadas no Congresso.

Por ora, não tenho nenhum motivo para ser cético. Ao contrário, estou otimista.

Em andamento, já temos um programa de privatizações e o corte de 4 mil postos federais.

Ontem me perguntaram no Blink: “como me proteger do Governo Temer?”

No momento, as melhores estratégias não são de defesa, mas sim de ataque.

02:19 - Banho de loja

Meirelles vai à gringa para conversar com grandes investidores.

A ideia é reformular a impressão estrangeira sobre o Kit Brasil.

Antes, porém, o novo Ministro da Fazenda começa a falar por aqui mesmo.

Primeira medida: conter aumento das despesas públicas.

Para isso, precisa dar transparência total às contas do Governo (herança maldita de Dilma) e calcular o tamanho do rombo

Se de fato o fizer, será um festival de esqueletos saindo do armário, mas um mal necessário – bem como outras medidas impopulares como CPMF, idade mínima para aposentadoria e corte de privilégios para empresas que não precisam ser subsidiadas.

03:28 - Meus mais sinceros votos

Aos que estão sentindo falta do novo presidente do BC, Ilan Goldfajn deve ser confirmado na segunda-feira e tomará posse, provavelmente, em junho, junto com a nova diretoria.

E para o Tesouro?

Em seu blog, Mansueto escreve: “não estou no governo e não fui nomeado para coisa alguma”.

E escreve também:

“Desejo ao novo governo os meus mais sinceros votos de sucesso nessa tarefa difícil. Vou contribuir com eles de alguma forma no que for possível”.

FHC o tratou como membro da equipe de Meirelles na entrevista que deu a O Globo.

Ainda temos esperança.

04:26 - Estilo de vida sustentável

A esperança também reside em uma reforma previdenciária que tire o bode da sala.

Os gastos com previdência representam hoje um enorme peso ao resultado primário.

E são irracionais: pagamos muito para ter uma previdência ruim.

Fábio Giambiagi – o maior especialista no assunto – conversou conosco  sobre os desafios que devemos suplantar para alcançar uma aposentadoria sustentável.

Links Recomendados

.: O banco não quer que você tenha esse investimento
.: O que você sabe sobre o FGTS?
.: Espresso Financista: Mercado ouve Meirelles e repercute prejuízo da Petrobras

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Outra lógica (exclusivo PRO)
.: Oportunidade em Estácio (exclusivo PRO)
.: Pergunta no posto Ipiranga (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado