Sala de espera

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail

00:06 - Dezembrão de meu deus

Às 11h30 da matina, o Relatório de Emprego dos EUA anunciou criação de 271 mil vagas em outubro, humilhando a expectativa de 185 mil.

Não há como dissociar esse Relatório da perspectiva de aumento de juros nos EUA.

Em pesquisa prévia via Twitter junto a nossos leitores:

A maioria ainda apostava em janeiro, mas dezembro vinha ganhando força com uma velocidade impressionante.

Depois desse Employment Report, dezembro passa à frente.

01:15 - Mercado paralelo

Também pela manhã, IPCA veio acima do esperado em outubro: 0,82% versus mediana de 0,80%.

Parece uma pequena diferença, né?

De grão em grão, o dragrão enche o papo.

É a maior alta do IPCA mês contra mês desde março. Ou seja, a inflação não está se acomodando.

Em especial, os preços livres parecem insensíveis à contração de demanda.

O Banco Central teima em não ver possibilidade de IPCA acima do teto em 2016.

Mas a verdade é que inflação do ano que vem já está apontando acima de 7%, e flertando com o topo da meta em 2017.

Sem ajuste fiscal, é a inflação quem paga a dívida denominada em reais.

IPCA não precisa ser aprovado pelo Congresso.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

02:23 - Transparece a dúvida

Falando em reprovações no Congresso, Levy tem me confundido na ressurreição da CPMF.

Acho compreensível que ele queira implantar o imposto, pois precisa da grana, filhos para alimentar, etc… Entendo até as ameaças de que, sem CPMF, teremos R$ 32 bilhões pressionando novo déficit primário em 2016, grau de investimento cai por terra.

Só não consigo aceitar o seguinte: o elogio moral. Dizer que a CPMF é justa, progressiva, automática, transparente e vem com calda de chocolate.

Em uma de suas facetas, a CPMF é inclusive um imposto de renda pago por pessoas que não possuem renda.

Isso não é bom.

Se a CPMF é transparente, o discurso de Levy não é.

03:22 - Que pena

Frequentemente, recebo emails enfatizando oportunidades em ações, e até pedindo para incluirmos em alguma carteira.

Sem problemas, keep on rockin in the free world.

Alguns emails possuem insights formidáveis. Outros vêm coroados com expressões como “não há risco algum”, “avenida de crescimento infinita” e “dívida será paga num piscar de olhos”.

Em particular: todo santo dia, um leitor me manda email sugerindo que eu recomende compra de Petrobras.

Ele acha absurda nossa defesa da Virada de Mão sem virar a mão com Petrobras.

Bom, não tem a mínima chance de eu recomendar compra de Petro.

Mesmo se o preço viesse bem abaixo dos R$ 8,00 atuais, eu ainda ficaria ressabiado.

A ingerência e corrupção política efetivamente destruíram a empresa.
Dívida não entra em greve.

04:26 - My name is Bohm

Você conhece o Max? A vida desse cara não é fácil.

Bohm, Max Bohm – é o nosso analista de Microcaps.

Uma das empresas cobertas por ele deveria ter publicado o 3T15 no site de RI nesta manhã.

Mas algo está errado.

Você clica no banner da teleconferência de 6 de novembro.

E esse clique te leva para um aviso de 10 de novembro.

Por sorte, Max fez um curso de oito semestres sobre como usar o portal da CVM. Assim, ele consegue extrair o resultado das empresas direto da fonte, seja no dia 6 ou no dia 10.

O grande consolo das Microcaps?

Por trás de cada uma dessas dificuldades mundanas há um pote de dinheiro a ser desvendado.

Links Recomendados

"Há cinco meses coloquei a minha reputação em jogo e abri a minha carteira pessoal de aplicações."

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Cielo, a antifrágil (exclusivo PRO)
.: Pão de Açúcar, o resiliente (exclusivo PRO)
.: Que bela barganha (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo recomendado