Sorriso de volatilidade

00:06 - Ufa, é sexta-feira

Até ontem, as Bolsas internacionais subiam, aliviadas pelo feriado chinês.

Hoje elas caem com medo de que a China se depare com uma volta traumática do feriado.

Um mero feriado não poderia ser tão determinante.

Como meu avô dizia: se você está tão feliz assim por ter entrado em férias, é porque tem algo muito errado com o seu trabalho.

01:15 - Dezembro logo chega

Para não sermos injustos, há outra fonte de estresse contra as Bolsas nesta sexta-feira.

Relatório de Emprego dos EUA registrou queda da taxa de desemprego para 5,1% – compatível com o percentual que o Federal Reserve encara como pleno emprego.

Além disso, os ganhos por hora trabalhada subiram +2,2% ano contra ano, acima dos +2,0% que orientam a meta informal de inflação do Fed.

Tudo isso quer dizer que o aumento dos juros americanos não pode ser adiado por muito mais tempo.

Provavelmente, não será em setembro. Mas de 2015 dificilmente escapa… a não ser que a China azede de vez.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

02:23 - Outliers

E nós? Já estamos suficientemente azedos?

O gráfico abaixo, do Alex Lima (Bloomberg), ajuda a responder.

Já há algum tempo, Brasil vem rodando com dívida bem acima dos outros países de rating BBB-.

Nosso grau de investimento é sustentado apenas pelo benefício da dúvida e pelo bom tráfego de Levy junto às agências de rating.

 

 

O benefício da dúvida já ficou para trás.

Resta agora o sustentáculo do último gentleman no Planalto.

03:22 - Bolsa ficou barata

Só para não dizer que não falei das flores.

Jornais começam a abordar Bolsa barata. Saiu hoje na Folha de S. Paulo:

 

 

Apenas um adendo: não estamos recomendando a  Virada de Mão  porque achamos que “pior do que está não fica”.

Realmente acreditamos que, do ponto de vista macro, a situação doméstica vai piorar.

Mas essa deterioração adicional parece já estar no preço descontado das ações brasileiras.

04:26 - Sorria no vermelho

Deste momento em diante, você deve ficar feliz quando a Bolsa cai.

Não, não comecei o happy hour mais cedo.

Estou tão sóbrio quanto Warren Buffett, que só deixa de beber coca-cola para tomar uns shots de cherry coke.

Buffett explica que o investidor inteligente deve comemorar quedas no preço das ações, pois isso apenas reforça o convite para mais compras e maior potencial de valorização.

Eu sei que é estranho abrir um sorriso quando o Ibovespa cai, mas faz todo o sentido.

Se você entende a relevância da Virada de Mão, deve estar um pouco mais contente com o pregão de hoje.

:o)))

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Upgrade no Ibovespa (exclusivo para o PRO)
.: E la nave va (exclusivo para o PRO)
.: Nem isto, nem aquilo (exclusivo para o PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado