Sou pombo, sou falcão, sou ave de rapina

00:07 - A cartinha de Tombini

A impressão geral é de que o BC brasileiro jogou a toalha.

Desistiu de derrubar o IPCA para 4,5% até o fim de 2016, renovando o compromisso para 2017.

Tombini já está acostumado, mas deve ter sido uma decisão dura para Volpon.

Agora tudo o que podemos fazer é aguardar a cartinha de desculpas do Tombini.

Conhece as normas do Sistema de Metas?

Caso a meta não seja cumprida, o presidente do Banco Central do Brasil divulgará publicamente as razões do descumprimento, por meio de carta aberta ao Ministro da Fazenda, que deverá conter:

I – descrição detalhada das causas do descumprimento;

II – providências para assegurar o retorno da inflação aos limites estabelecidos; e

III – o prazo no qual se espera que as providências produzam efeito.

Não é loucura imaginar um IPCA de 7% para ano que vem.

Nossa política monetária aproveita ganhos de escala: a cartinha de 2015 poderá ser usada também em 2016.

01:15 - Crébito ou dédito?

Dovish é o Banco Central que privilegia atividade e emprego; hawkish é o BC preocupado com controle da inflação e de bolhas.

O Bacen brasileiro está dovish (pombo) ou hawkish (falcão)?

Ninguém tem a mínima ideia.

Hoje de manhã foi engraçado ler as repercurssões do Copom no terminal da Bloomberg.

Manchete com opinião da instituição financeira A: “BC quis dar viés hawkish com declaração sobre vigilância”.

Manchete com opinião da instituição financeira B: “BC faz comunicado mais dovish”.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

02:22 - A negação de Petro

A Fazenda agora escolhe a Petrobras como grande culpada pela queda do PIB brasileiro.

O impacto negativo seria da ordem de até dois pontos percentuais em 2015.

Segundo o argumento, as contenções necessárias ao Pré-Sal acabaram se irradiando pela economia, pois o capex de Petro responde por parte significativa do PIB e da formação bruta de capital fixo do Brasil.

Quando Petrobras descobriu o Pré-Sal, o Governo tinha orgulho de sua nobre estatal.

Agora que Petro afunda em dívidas e reduz investimentos, é um bicho estranho, que não pertence à família.

Esta noite, antes de cantar o galo, três vezes me negarás.

03:22 - Dia do analista

Bruce Barbosa e Max Bohm tiraram a manhã para o Dia do Analista organizado pela BM&F Bovespa.

Ótimo, pois nossa equipe de research tem como meta levantar a bunda da cadeira sempre que possível.

The truth is out there.

Algumas conclusões interessantes do encontro:

+ Sistema de negociação (PUMA) comporta tranquilamente picos de demanda, sem episódios de indisponibilidade.

+ Integração das clearings já reduziu R$ 20 bi de requisitos de margem e barateou custos para diferentes players do mercado; tem mais por vir.

+ Podemos esperar boas novidades com base na compra de participações em Bolsas latinas.

+ Não nos surpreenderíamos com novo desinvestimento parcial no CME Group.

+ Ratings da Bolsa mantidos como investment grade, apesar da má influência soberana.

04:26 - Retorno de 94% em 18 meses

Ontem preenchemos a maior parte das vagas para o curso de gestão ativa de imóveis.

Reitero o convite aos desejosos de aprender sobre investimento em imóveis por meio de lições práticas.

Vale reproduzir aqui a experiência pessoal de uma de nossas leitoras, Luciana Z.:

“Eu incorporo, construo e vendo. Até 2013/14, construía casas com 48 m² num município com aproximadamente 100 mil habitantes e as vendia por R$ 120 mil. Essa estrutura proporcionava um retorno sobre o investimento de 80% num período de 18 meses. Em 2014, meu estoque de terreno acabou na referida cidade. Comprei um terreno na cidade vizinha. Então, incorporei um condomínio composto de 72 unidades, com casas de 44 m². Lancei as unidades a R$ 100 mil. Essa estrutura de negócio me proporcionará um retorno de 94% sobre o capital investido num período de 18 meses”.

Este passo-a-passo lhe interessa?

Aproveite as matrículas remanescentes, pois devemos completar a totalidade das vagas em pouco tempo.

Links Recomendados

Construindo riqueza com imóveis

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Guidance para o que importa (Exclusivo para o PRO)
.: Só vendo se quiser (Exclusivo para o PRO)
.: Não bastasse a economia... (Exclusivo para o PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado