Time out

O ministro da Fazenda pede as contas se o Executivo/Legislativo preferir zerar a meta fiscal de 2016. Levy é um economista brilhante, mas assumiu uma missão impossível. Pior que isso, ele foi...

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail

00:06 - Blue rondo à la turk

O ministro da Fazenda pede as contas se o Executivo/Legislativo preferir zerar a meta fiscal de 2016.

Levy é um economista brilhante, mas assumiu uma missão impossível.

Pior que isso, ele foi usado por Dilma.

Se, por probabilidade ínfima, tivesse sucesso, seria eventualmente descartado.

Em caso de insucesso, se demite.

Não são possibilidades muito animadoras.

01:15 - Strange meadow lark

Meu lado irracional ficaria triste com a saída de Levy.

Apesar de tudo, gosto dele, e admiro sua honra e persistência.

Ao mesmo tempo, fico pensando nas coisas que não aconteceram.

Já imaginou se ele tivesse, por mágica, feito o ajuste fiscal?

E se tivesse recuperado o crescimento?

Cumprido seu papel, seria então descartado.

Voltariam ao comando os Mantegas, os Barbosas, os Coutinhos.

Veríamos perpetuado um modelo econômico que escreve errado por linhas tortas.

E que, portanto, não pode ser salvo.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

02:23 - Take five

Valia mesmo uma nova chance ao ministro.

O que agora se tornou improvável.

Vê-lo construindo a ponte para o futuro sob a chancela de Temer…

Vai saber.

Caso isso aconteça, será com outra meta.

O mandato atual de Levy – preservar o investment grade – já está arruinado.

Não há mais chance de mantermos o grau de investimento por duas agências.

Temos que começar a pensar em como recuperá-lo o mais rápido possível.

03:22 - Three to get ready

É uma piada que estejamos à beira de um impeachment probabilístico com o Ibovespa a 45 mil pontos e com o pré a 16%.

É o tipo de piada da qual você ri antes de chegar ao fim.

E depois ri mais um pouco.

Nos vemos diante da maior opcionalidade em pelo menos uma década.

Chance rara de multiplicar seu patrimônio.

Acho engraçado quando dizem: “pra investir em tempos de impeachment, tem que ter estômago”.

Uai, tenhamos estômago então. Qual o problema?

Como investidores, podemos sobreviver sem cérebro, mas nunca sem estômago.

04:26 - Kathy’s Waltz

Hoje recebemos visitantes ilustres aqui no escritório.

Uma dúzia de membros de nosso produto mais premium – o Reserva Empiricus – foi sorteada para um café da manhã conosco.

Pusemos o estômago deles para trabalhar.

m5m-111215

Não somos amigos de governos, de partidos políticos e muito menos de instituições financeiras.

Mas somos amicíssimos de nossos leitores.

Por causa de você – leitor e assinante – sabemos de todas as coisas a melhorar por aqui.

Melhorar o site, a área logada, o atendimento, os disparos de emails.

Estamos trabalhando pesado nisso.

Aguarde uma revolução para 2016.

O tema que no início era tocado em compasso 4/4 há de ser repetido sob a forma de valsa.

Links Recomendados

Do Impeachment ao Recomeço do Brasil

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: A volta completa do ciclo (exclusivo PRO)
.: Prova de fogo do Carlão (exclusivo PRO)
.: O Copom fiscal (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo recomendado