Tudo certo, nada decidido

O Focus que nos desculpe, mas o que interessa aqui é Lava Jato.

Tudo certo, nada decidido

00:08 - Um pinguinho de honra

Vazou na imprensa que Cardozo está deixando a pasta da Justiça antes que a nau afunde de vez.

Isso nos leva a pensar: o que seria uma saída honrosa para Dilma?

Parece pouco, mas não é. A honra ainda vale um pinguinho.

Nas Eleições de 2014, Dilma sacrificou o País para salvar seu próprio mandato.

Talvez tenha chegado a hora do troco.

Medidas impopulares (mas necessárias) agora catalisariam a virada para o próximo Governo.

Por outro lado, medidas populistas não salvariam Dilma, e tornariam o futuro ainda mais difícil.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

01:19 - Amazing spiderman

Já dizia Peter Parker que as melhores promessas são aquelas que não conseguimos cumprir.

China jurou de pé junto, na reunião do G-20, que não vai desvalorizar o yuan.

Enquanto isso, BC chinês está cortando o compulsório bancário pela quinta vez desde 2015.

Não há bases para o yuan se manter apreciado como está.

Mas talvez a promessa ao G-20 se preserve mesmo assim.

Não é a China quem vai desvalorizar o yuan.

É o mercado.

02:28 - Focus Jato

Aliás, expectativas de mercado que me desculpem, mas ninguém mais dá bola para o Relatório Focus.

Pode aposentar.

O que interessa por aqui é Lava Jato.

Bacen brasileiro deveria começa a coletar outros palpites econômicos.

Lula vai ser preso?

Dilma termina o mandato?

Urnas de out/2016 servirão para prefeito e presidente?

03:25 - Flaneur

Embora tudo isso esteja acontecendo logo aqui, ao nosso redor, eu queria estar olhando de fora.

Não sou de tirar o time, não é isso.

Apenas acho que o investidor gringo tem mais recursos históricos para entender a Lava Jato do que o investidor tupiniquim.

Tudo é muito novo e inesperado pra gente, que se acostumou com pizza, pizza, pizza.

Estrangeiros responderam, mais uma vez, pelo fluxo positivo para Bolsa brasileira em fevereiro.

Pessoas físicas se retraem, para entrarem só depois, quando tudo já estiver caro.

Em vez de entrar atrasado, saia na frente.

04:27 - Saindo na frente

Agradecemos de coração ao email do Alexandre P., atento à reverberação de nossa tese de Moratória em todas as mídias.

Alexandre nos escreveu ontem:

“Claro que vcs também viram a matéria de hoje do Estadão sobre o Calote… como sempre, saíram na frente”.

Na edição de hoje de O Financista, você encontra uma opinião ainda mais preocupada do que a nossa, tocando na possibilidade de quebra de bancos privados.

Nesse caso discordamos, mas ainda assim obrigamo-nos a ler e matutar.

Links Recomendados

.: Quatro passos para lidar com desastres
.: Espresso Financista: Estímulo na China e política agitam último pregão de fevereiro
.: O calote: algumas verdades (ainda) não reveladas sobre a economia brasileira

Conteúdo exclusivo para quem é PRO

.: Tudo mais estável (exclusivo PRO)
.: Tudo em casa (exclusivo PRO)
.: Tudo ou nada (exclusivo PRO)

Por R$ 12,90 ao mês você tem acesso a todo o conteúdo.

Adquira o conteúdo completo

Conteúdo relacionado