Na fila do posto, sem Parente

“A recomendação de abril seria privilegiar caixa. Eu quero saber a de maio.” – Pedro Cerize, gestor de ações, no Twitter, em resposta à reportagem do jornal […]

Compartilhe:
Na fila do posto, sem Parente

“A recomendação de abril seria privilegiar caixa. Eu quero saber a de maio.” – Pedro Cerize, gestor de ações, no Twitter, em resposta à reportagem do jornal de economia que mandava privilegiar o caixa depois das perdas em ativos de risco em maio. Leu meus pensamentos.

O número da semana

0,4%. Crescimento da economia brasileira no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. Ficou levemente acima do esperado – o mercado conseguiu ser mais pessimista do que isso.

O que tá rolando?

A notícia. A greve dos caminhoneiros culminou com desconto de R$ 0,46 no preço do diesel e Pedro Parente pedindo demissão da presidência da Petrobras hoje de manhã.

E daí? Para a economia de forma geral, ficou a preocupação de que as concessões do governo federal tenham colocado em risco o orçamento da União, já combalido. Para o investidor de ações, uma crença frustrada: a de que Parente revolucionaria em definitivo a governança da petroleira, que começava a marcar presença nos portfólios de investidores de qualidade.

Fico mais pobre ou mais rico? Se você investe em ativos de risco, muito provavelmente terminou a semana mais pobre. Maio, como um todo, testou a resistência do investidor – o Ibovespa caiu 10,87%. Se tem renda fixa prefixada ou indexada à inflação (LTNs ou NTN-Bs), também viu seus papéis perderem valor. O IMA-B, uma cesta de títulos públicos indexados à inflação de diferentes vencimentos, caiu 3,16%.

O que salvou? O dólar. Maio veio para nos lembrar mais uma vez de que um investidor jamais deve abrir mão de ter uma parte do seu patrimônio na moeda americana. O dólar subiu 7,35% somente no último mês.

Efeito-Parente. O anúncio de Pedro Parente desagradou à maior parte do mercado, derrubando as ações de Petrobras, que tinham se recuperado em parte na quarta-feira.

Um contraponto. Em meio ao caos desta manhã, conversei com Henrique Bredda, gestor da Alaska, que tem aproveitado a queda recente para comprar mais ações da petroleira. A relação entre preço e lucro da Petrobras, aponta, está em 6 vezes, contra 15 a 20 vezes de suas concorrentes internacionais. “Está precificada como lixo”, diz. Para ele, o movimento é irracional: “Acho que teremos outro CEO do mesmo calibre”, completa, considerando que a filosofia de preservar a estatal ainda impera.

Déjà vu. O desespero dos investidores nos últimos dias faz lembrar 18 de maio de 2017, quando parecia que o bom humor dos mercados jamais voltaria. Na minha caixa de e-mails, há um mês, os investidores perguntavam se não era tarde demais para entrar na Bolsa, dada a valorização recente. Agora, eles perguntam se não é melhor esperar acalmar. Que tal ter um pouco de Bolsa sempre, em vez de tentar adivinhar a hora certa de comprar?

What’s going on?

News. Começaram a valer hoje as tarifas impostas pelo governo americano de 25% sobre a importação de aço e 10% sobre a de alumínio.

And? O presidente americano Donald Trump segue fazendo amigos, reforçando temores de guerra comercial: uma situação em que todos os países começariam a impor tarifas para proteger a economia doméstica da competição de produtos estrangeiros.

What would Mankiw say? A economia tradicional ensina que o livre comércio pode ser bom para todos. Se não houver tarifas e restrições, cada país se especializa no que produz melhor e com menores custos.

More. A inflação medida pelo PCE (índice de preços ligado ao consumo) deu sinais de elevação, reforçando temores de que o Banco Central americano terá que ajustar os juros com velocidade.

Your money. Se você investe na Bolsa americana, viu os temores de guerra comercial e juros para cima, assim como o excesso de estoques de petróleo, derrubarem os preços das ações na semana. Mas as Bolsas de lá fecharam maio em alta.

A boa da vez

Quer lucro rápido na Bolsa? O Sérgio Oba te conta como.

Quer fazer fortuna com criptomoedas? Então seu lugar é aqui.

Pensa em parar de trabalhar um dia? Existe uma ameaça grave à sua aposentadoria, que pode torná-la inviável já em 2019. Se não está ciente disso ainda, melhor entender logo, aqui.

Amanhã é sábado

Dia de ler. Não conheço um único investidor de sucesso que odeie livros. Por isso, criei para mim a obrigação de ler pelo menos 20 minutos por dia. Regra número um: sem interrupções sequer para espiar o WhatsApp.

Do contra. Você teria coragem de apostar milhões de dólares contra o status quo? Um homem chamado Ed Thorp fez isso – na contramão de Las Vegas e também de Wall Street. O best-seller do professor de matemática, dono de uma mente fabricada para ganhar dinheiro, está ao alcance das suas mãos aqui.

Para acabar

Do Twitter. Ainda resta humor no mercado. Para mim, o melhor comentário do dia na rede social foi: “Deve ser a primeira vez na História da humanidade em que o Parente vai embora no meio do feriado”. Melhor rir do que chorar.

Não entendeu bulhufas? Não sabe o efeito de alguma notícia da semana sobre seu bolso? Então escreva para oinvestidorindependente@empiricus.com.br.