O tiro certo deste ano

É preciso dar o tiro certo porque as oportunidades boas de investimentos aparecem só de vez em quando, mas têm o poder de multiplicar o seu patrimônio por ene vezes.

Compartilhe:
O tiro certo deste ano

Você pulou as sete ondinhas, confraternizou com a família e os amigos e já começa a pegar o ritmo do novo ano.

Ao mesmo tempo, acredito que você já esteja fazendo o planejamento financeiro dos próximos 12 meses — o que precisa comprar, trocar, o quanto quer economizar e, principalmente, onde vai investir.

Pois é sobre esse último tema que quero falar com você hoje. Onde investir.

Se você me permite um conselho do alto dos meus dez anos no mercado financeiro, com toda a experiência que adquiri fazendo gestão de investimentos, digo o seguinte:

Oportunidades verdadeiramente boas não aparecem a toda a hora.

Grave isso na cabeça. Escreva num post-it, cole no seu monitor e releia toda semana!

Parece simples, mas essa frase representa toda uma filosofia de investimento.

Se você olhar o histórico dos grandes fundos e dos bilionários do mercado financeiro, vai perceber que nenhum deles ficou “podre de rico” ganhando um pouco todo dia.

Há uma grande falácia na gestão de fundos de investimento — saída da boca de chefes de mesa de operações que nunca ganharam dinheiro de verdade —, que diz que é possível ganhar sempre, de forma consistente, e ser um fundo/investidor “reloginho”.

Não é!

No mercado, as oportunidades boas aparecem de vez em quando. Cito algumas: o investimento na Bolsa depois da queda de 40% pós-crise do subprime; a aposta no dólar (contra o real) na época da maxidesvalorização do câmbio; o investimento na queda dos juros em 2008. E por aí vai… Se você surfou alguma dessas ondas, meus parabéns!

Essas oportunidades demoram para vir, mas quando aparecem têm o poder de multiplicar o seu patrimônio por ene vezes.

Elas são as melhores em termos de risco e retorno, e sem colocar muito a perder, você consegue ter ganhos estratosféricos.

Mas para que você consiga aproveitá-las, é preciso ter paciência. Você tem que aguardar o momento certo de atacar.

Se você tem um gestor que fica dizendo que você tem que ser um reloginho e “mostrar resultado”, você se sentirá estimulado a apostar sempre, seja em um mercado de bom risco-retorno, seja em um mercado de péssimo risco-retorno. O resultado disso será obviamente apostas ruins, de assimetrias ruins, fazendo com que apostas boas recebam o mesmo peso de apostas ruins, aumentando a chance de perda no longo prazo.

Não cometa esse erro!

Não apostar em um mercado ruim é a melhor coisa que você pode fazer pelo seu dinheiro. Aproveite para guardar seu capital emocional. Tenha a paciência de um atirador de elite.

É preciso estar tranquilo, sem prejuízo para ser recuperado, livre de pressões por performance, para quando o dia D chegar você ter tempo para pensar e colocar um bom volume de risco no lugar certo!

Então, neste ano, pense nos seus investimentos de uma forma diferente.

Não saia apostando em toda oportunidade que aparecer. Seja meticuloso. Seja um sniper. Guarde seus cartuchos para o momento preciso em que o alvo estiver na mira.

Dê seu tiro quando a aposta for muito boa, aumentando imensamente as chances de sucesso. E quando vier a oportunidade, atire grande. Pra valer. Tiro de bazuca!

Se conseguir ter disciplina e paciência, vai se estressar e se cobrar muito menos, e deixará a matemática da assimetria falar por você.

Este ano, não teremos um céu de brigadeiro. Teremos eleições e a volta das discussões em torno da reforma da Previdência. É um bom momento para segurar o tiro.

Algumas oportunidades boas certamente vão aparecer mesmo assim. Então espere por elas. Não tenha pressa.

Você tem que ficar rico, eu sei. Mas não vai ser quando você quiser. Vai ser quando a oportunidade certa aparecer.

Respire fundo… e se prepare para ficar um bom tempo entrincheirado.