Em busca da originalidade do Banco Original

Testei a nova plataforma 100% digital voltada para pessoas físicas. Veja minhas impressões

Em busca da originalidade do Banco Original

Caro leitor,

Lá vem mais um banco por aí. Você já deve ter visto algumas chamadas publicitárias na TV, na internet, na mídia impressa e no rádio com o uso da figura do homem mais rápido do mundo, o corredor Usain Bolt, para promover a instituição.

Estou falando do Banco Original, que lançou ao fim de março uma plataforma 100% digital com foco na pessoa física.

Mas afinal, na prática, o que significa ser 100% digital? Agilidade, transparência, custos mais baixos? E quais as vantagens em relação a outros modelos de contas correntes?

Para trazer respostas objetivas, resolvi virar correntista do Original e relatar minha experiência. Ao longo dos últimos dias, naveguei bastante pelo site, no qual encontrei alguns esclarecimentos sobre o modelo do banco, e também conversei com Marcos Lacerda, diretor de marketing e comunicação do Original, para buscar respostas a outras questões que não estavam claras.

A ideia aqui é apresentar um diagnóstico inicial do banco, mas já adianto que vou testar o modelo pelos próximos 3 meses, quando voltarei a falar do Original, porém com uma avaliação mais completa. E convido vocês a fazerem o mesmo e me passarem eventuais dúvidas para abordar em outra newsletter.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Uma das vantagens do banco é oferecer esse “test drive” aos correntistas, já que novos clientes ficam isentos das principais tarifas de movimentação nos primeiros 90 dias de abertura de conta.

Para esquentar seu interesse, algumas considerações resumidas da minha experiência. A burocracia para a abertura da conta foi maior que o esperado (explico mais adiante) e fiquei com dúvidas sobre alguns serviços oferecidos – não existe 100% de transparência em nenhum banco. Por outro lado, tive uma surpresa positiva com o modelo de pontuação do cartão de crédito (pela facilidade para aproveitar efetivamente os créditos) e com a acessibilidade financeira da plataforma de investimentos, já que a aplicação mínima é de R$ 5 mil. Mas ainda preciso testar as ferramentas para ter uma conclusão mais refinada.

Muito prazer, Original

O banco despertou curiosidade de nossos leitores, mas muitos não têm ideia de sua história. Recentemente, recebemos o seguinte e-mail:

Boa tarde,

Vocês podem comentar algo sobre esse Banco Original que está aparecendo na mídia recentemente?

Como procedência… confiabilidade… diferenciais… investimentos interessantes…

Pelo que vi, ele será um banco digital, sem agências. Será que isso pode diminuir os custos de operação?

Obrigado.

Att.

Alan G.

 

O Banco Original é uma instituição financeira controlada pela holding J&F Investimentos — mais famosa pelo controle do grupo JBS —, com atuação nas áreas de Corporate e de Agronegócio.

O ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, é o presidente do conselho da J&F Investimentos e a figura por trás do projeto atual, com essa nova aposta no cliente pessoa física. No momento, o banco não tem planos de estender o projeto da plataforma para pequenos empresários pessoas jurídicas, os famosos “pejotinhas”.

Acesso livre aos Produtos Essenciais

A maneira mais completa (e simples) de ter acesso a todas as nossas assinaturas essenciais.

Conheça todas por 30 dias, tire suas dúvidas e escolha a mais adequada ao seu perfil.

São 1.000 unidades disponíveis, totalmente sem compromisso.

CLIQUE PARA VALIDAR O SEU ESSENTIAL PASS® AGORA

 

 

Abertura da conta

Comecei o processo de abertura de minha conta corrente no início da tarde da última quinta-feira (dia 14) e senti certo cansaço: foram cerca de 16 passos para preencher a ficha, com algumas perguntas que julguei desnecessárias (como se possuo outro domicílio além do fornecido) e outras que poderiam ser mais bem claras (o valor aproximado do patrimônio diz respeito apenas aos bens financeiros ou ao patrimônio total, com a inclusão de imóveis, por exemplo?). Não havia também a opção de voltar à pergunta anterior para fazer alguma correção.

Apesar de achar essa primeira etapa longa, confesso que o site é eficiente e gastei apenas uns 15 minutos com o processo.

Concluído esse passo, o primeiro problema apareceu de verdade. Ao optar pelo preenchimento do cadastro no computador, imaginei que daria no mesmo que abrir uma conta por meio do aplicativo “Seja Original”, afinal os dois canais são digitais. Mas não foi bem assim (e o banco agora está deixando isso mais claro no site).

cr-financas-180416-02

Meu cadastro ainda não foi concluído, pois, ao optar pelo site, foram exigidos alguns procedimentos presenciais. Será necessário entregar comprovantes e fazer o reconhecimento facial, além da biometria. Se tivesse recorrido ao aplicativo, eu conseguiria fazer todo o preenchimento do cadastro de uma só vez, restando apenas à biometria a parte não virtual do processo.

De toda forma, o banco facilitou o contato presencial. Recebi uma ligação na manhã desta segunda-feira (18) de uma atendente do Original para agendar um horário conveniente para a entrega de 3 comprovantes: de identidade, de residência e de renda. Durante a visita, marcada para amanhã, também serão coletados meus dados biométricos (impressão digital) e será tirada uma foto minha para a conclusão do cadastro.

 

Serviços oferecidos

O Original não tem pacote de serviços. A proposta é oferecer alguns serviços gratuitos na franquia mensal e cobrar pelos excedentes usados no período e também pelos serviços avulsos.

cr-financas-180416-03

Se você tiver investimentos entre R$ 50 mil e R$ 100 mil, os custos das tarifas excedentes cairá pela metade e, se suas aplicações ultrapassarem os R$ 100 mil, não haverá cobrança de tarifa.

Tem leitor preocupado com o futuro do banco – lembrando que a plataforma começou a funcionar há menos de um mês e a meta é alcançar 100 mil clientes em um ano e dois milhões em dez anos, conforme noticiado pela imprensa.

“Estou curioso para ser cliente, somente espero que depois que for, as tarifas não disparem igual ao preço da picanha…”

Vanderley F.

 

Por ora, Vanderley, esse é o modelo, o que não quer dizer que ele não poderá mudar um dia, com a inclusão de pacotes de serviços. O diretor de marketing e comunicação do Original me falou que o modelo está sendo estudado, para ver a aceitação pelos clientes.

 

Mundo virtual

Assim como nas contas digitais, também chamadas de eletrônicas, a ideia da plataforma do Original é ser uma ferramenta que garanta a você autonomia e independência.

“Nosso propósito é que você consiga fazer tudo sozinho”, afirmou Marcos Lacerda, em nossa conversa.

Mas dá para interagir com um gerente pessoalmente? Sim, se você estiver em São Paulo ou no Rio, onde existe o “Espaço Original”. Segundo Marcos, esses espaços não são propriamente uma agência, mas contam com profissionais que podem esclarecer dúvidas ligadas à conta corrente e investimentos e têm caixas eletrônicos que possibilitam o saque de moedas estrangeiras, como dólar e euro. O Original estuda ter mais desses espaços em cidades como Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte.

E apesar de a conta ser digital, você tem um gerente específico, responsável pelo seu atendimento. Fora dos dias úteis, é preciso recorrer ao atendimento de outras pessoas pela internet ou pelo telefone, como num banco tradicional.

 

Cartão de crédito

Nessa etapa chegamos a uma possível vantagem do Original, que ainda não testei na prática. Apesar de ter me assustado com o custo de acesso, que poderia ser muito menor, pela primeira vez encontrei um programa de pontuação fácil de ser compreendido.

cr-financas-180416-04

Os valores de anuidade na imagem acima, extraída do site do Original, já estão com desconto, ou seja, o preço é salgado mesmo! Se você não tiver investimentos no banco, terá que pagar pelo menos R$ 168 na primeira anuidade de um cartão Platinum MasterCard.

Tenho muita dificuldade em lidar com esse tipo de cobrança, pois me nego a pagar anuidade de cartão de crédito — e o Nubank está aí para mostrar que é possível existir um modelo sem custo (a Olivia inclusive já falou sobre a empresa, leia aqui).

Mas, se você conseguir reduzir ou ficar isento dessa tarifa, o cartão de crédito pode ser uma opção interessante. O programa de pontos é bem simples e tem um fator de conversão que varia de 0,75% a 1,5%, conforme o volume de utilização.

Simulação no site mostra que, se você tiver gastos mensais da ordem de R$ 4 mil, terá uma fatia de 0,9% convertida em pontos. Cada ponto equivale a R$ 1,00. Dessa forma, você chegaria a um resgate total de R$ 433,68.

O valor cai sempre como um crédito em sua fatura. Para usá-lo, é necessário apenas encontrar um estabelecimento que aceite a bandeira MasterCard e, na hora da compra, liberar o crédito no aplicativo.

A simplicidade é um ponto positivo, mas, por ser um modelo diferente de outros cartões, a comparação do acúmulo de pontos é mais complicada. Difícil saber se seria vantajosa…

 

Investimentos

Sem ser cliente do Original, não tive acesso à plataforma de investimentos supostamente aberta do banco, que diz oferecer “taxas diferenciadas em produtos de renda fixa de emissão própria (CDB e LCA)”.

Marcos Lacerda disse que também são oferecidos fundos de renda fixa, multimercado e de ações e que a carteira está crescendo. O trunfo está na competição com outras plataformas conhecidas do investidor pessoa física, por conta de aplicações mínimas baixas, a partir de R$ 5 mil.

O próximo passo será permitir que não correntistas possam utilizar essa plataforma de investimentos, ainda que com condições menos atrativas que as oferecidas aos clientes do banco.

 

Original x Contas Digitais

Nessa primeira análise, posso dizer que o funcionamento da conta no Original me lembra muito o das contas digitais. A ideia é fazer tudo pelos canais digitais, não recorrendo aos gerentes – o que muitos de nós já fazemos no dia a dia, certo?

Como diferencial, você tem acesso a folhas de cheques (não oferecidas nas contas digitais), mas, como desvantagem, há o limite muito baixo de transferências para contas de outros bancos. O número de ATMs do Original é ínfimo, mas o canal do Banco 24Horas deve suprir essa demanda inicial.

 

Para ficar atento (e explorar na próxima newsletter):

– custos dos serviços excedentes e avulsos

– eventual redução da burocracia no preenchimento do cadastro

– opções disponíveis e taxas oferecidas na plataforma de investimentos

– acessibilidade da plataforma, seja via aplicativo ou pelo site

Conforme falei no início, vou testar o modelo para apresentar uma conclusão mais ampla nos próximos meses. Se tiver dúvidas e sugestões, me escreva — beatriz.cutait@criandoriqueza.com.br)

 

Leitura sugerida:

– Conta corrente sem tarifa, conhece?

– Criando Riqueza: Um Guia Prático de Investimentos e Finanças Pessoais para Leigos

– “Lua-de-mel” com Temer não vai durar muito, afirma Ian Bremmer

Um abraço,

Beatriz Cutait

Conteúdo relacionado