Franquias: como garantir o retorno do investimento

Aprenda a calcular quando seu empreendimento começará a dar lucro

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Franquias: como garantir o retorno do investimento

Caro leitor,

Começamos a semana e abrimos o mês com novidades: o relatório Você Investidor está saindo do forno! Amanhã, você terá acesso à edição de agosto, que traz uma resposta a tantos pedidos enviados pelos leitores: uma planilha de investimentos!

Além disso, abordamos os critérios de tempo que você precisa considerar na hora de investir e de reavaliar suas aplicações; discutimos como controlar melhor nossos impulsos e preservar as decisões racionais de investimento; e falamos dos chamados investimentos de impacto. Você os conhece?

Para atiçar sua curiosidade, pedi para nosso editor André Zara escrever anews de hoje e introduzir o assunto no qual ele se aprofundou no relatório. Como calcular em quanto tempo você consegue recuperar o valor investido em uma franquia?

Aproveito para avisar que estou aberta a sugestões sobre temas que você deseja ver analisados nos próximos relatórios. Escreva para beatriz.cutait@empirius.com.br

Um abraço,

Beatriz

 

Olá,

Nesta segunda-feira, primeiro dia de agosto, decidi revelar o fruto de um grande trabalho de investigação que começou quando escrevi um texto curto, em junho, analisando o lançamento da microfranquia (unidades com investimento de até 80 mil reais) da Cacau Show.

Confesso que não esperava tantos comentários de leitores, o que me fez notar que as pessoas estavam em busca de informações sobre um dos pontos mais importantes do negócio: o prazo de retorno sobre investimento (PRI) em franquias. Afinal, em quanto tempo é possível recuperar o dinheiro e começar a lucrar?

Acredito que o sistema de franquias é um bom atalho para empreendedores e interessados em investir seu dinheiro, com possibilidade de  retornos bem mais altos do que qualquer opção de renda fixa. Como nosso guru do WBC Brasil, Mark Ford, sempre diz: o melhor jeito para ficar rico é ter o próprio negócio. Ao falar de franquia, o conselho do Mark é: “Faça tudo que puder para que sua decisão seja segura e plausível”.

Preocupa-me, no entanto, a cobertura da mídia sobre o assunto. Pesquisando sobre o tema, encontrei diversos artigos na imprensa listando as franquias mais rápidas na entrega do retorno do investimento, baseadas somente nas promessas dos franqueadores. Só que isso não é uma certeza. Os franqueadores divulgam o PRI como uma estimativa, nunca como uma promessa. E isso é feito baseado em resultados de suas unidades em operação ou, em alguns casos, é um simples chute!

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Se você está pensando em comprar uma franquia, saiba que a sua mentalidade deve ser a de um investidor. Por esse motivo, você deve avaliar se essa estimativa sobre lucratividade do modelo de negócios da franqueadora é realista ou não.

E é essa análise que você encontrará no relatório Você Investidor deste mês.

AINDA NÃO É ASSINANTE? CLIQUE AQUI

Fiz uma investigação extensa com diversos especialistas, franqueadores, franqueados e ex-franqueados para tratar de questões como:

  • A importância e a maneira de se calcular o Prazo de Retorno sobre o Investimento;
  • Como funciona o investimento em franquias;
  • Quais são as pegadinhas e os eventuais gastos extras na implantação do negócio;
  • Recomendações para escolher a franquia certa e fatores de risco;
  • Um multifranqueado explica como ter sucesso.

Muito complexo? Não, você ainda ganha uma planilha para ajudar a fazer os cálculos.

Além da propaganda

Uma análise do Sebrae-SP monitorou 10 anos de sobrevivência e mortalidade de empresas (1998 a 2007) e mostrou que 50% dos empreendedores que encerraram seu negócio perderam todo o recurso investido. Apenas 23% dos que fecharam a empresa recuperaram todo o valor aplicado. E, entre aqueles que perderam dinheiro ao fechar a companhia, o prejuízo médio foi de R$ 34 mil.

Empreender sempre é um risco, todos nós sabemos, mas as franquias “vendem” mais segurança por oferecerem um modelo de negócio pronto e marca reconhecida por consumidores. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a mortalidade do setor foi de apenas 4,4% em 2015 .

No entanto, aqui vai meu primeiro alerta: os dados podem não expor toda a realidade do segmento. O presidente do conselho de associados da ABF, Artur Grynbaum, afirmou, em junho, na ABF Franchising Expo, que o turnover (repasse de franquias de um dono para outro) tem crescido.

Apesar de a entidade ter começado a monitorar a questão apenas no fim do ano passado, Artur estimou que, por causa da crise econômica, o turnover já cresceu de duas a três vezes neste ano. Essa opção é uma alternativa para o fechamento da franquia.

Por causa da atual conjuntura, muitos franqueadores estavam oferecendo na feira da ABF modelos de negócios menores e mais baratos, as tais microfranquias, para tentar atrair compradores. A mortalidade, contudo, é de 8,4%, o dobro dos modelos tradicionais de franquia. A combinação de piora econômica e desses novos modelos aumenta, portanto, os riscos para o investidor.

Como Lucrar 30 Anos em 1 Ano

Já pensou ganhar em apenas 1 ano o que você levaria 30 anos para lucrar?

Sim, isto é possível, e está ao seu alcance…

Conheça o Método 30 em 1 e saiba como ter ganhos expressivos no curto prazo.

QUERO GANHAR COM O MÉTODO 30 ANOS EM 1

 

Investindo

Se você já buscou alguma vez informações sobre franquias, sabe quais sãos os pilares do investimento divulgados pelas franqueadoras: taxa de franquia, custos de instalação da loja e capital de giro.

O primeiro item é um valor único pago para usar a marca. A situação começa a complicar nos outros dois fatores, com efeitos diretos sobre o PRI.

Na instalação da loja, sempre me lembro do caso do José Vitor, franqueado da rede Divino Fogão, com quem conversei para a newsletter sobre em preender após a aposentadoria. “Por descontrole, achamos que tínhamos todo o dinheiro, mas gastamos mais do que o planejado e ficamos devendo para os fornecedores”, contou-me o empreendedor.

E isso é muito comum. Mesmo com todo o conhecimento da franqueadora, que tem histórico e experiência para estimar os custos de instalação de uma unidade, quem já fez uma reforma em casa sabe o quanto um cálculo pode estar distante da realidade.

“Existem outras despesas iniciais com implantação que não estão embutidas [no cálculo], como obras, equipamentos, treinamento, etc. Você terá muitas despesas antes de começar a fazer dinheiro”, avisa Marcus Rizzo, proprietário da consultoria Rizzo Franchise.

Outro fator importante para se levar em conta é a realidade do local. Aluguéis e salários, por exemplo, variam conforme a região. “Mesmo que a franqueadora tenha dados realísticos e testados, você deve simular onde pretende instalar a unidade. O aluguel do ponto de venda um pouco mais caro pode prejudicar o lucro e, por consequência, o retorno do investimento”, explica Claudia Bittencourt, diretora da consultoria especializada em franquias Grupo Bittencourt .

Segundo alerta: a maioria das franqueadoras não inclui na conta o custo do ponto comercial no investimento inicial e no cálculo do retorno.

Veja, por exemplo, o que diz a franquia da marca Havaianas sobre a questão, em seu site:

“Custo do ponto comercial (luvas) não está incluído no investimento e no cálculo de pay back (retorno). Se o franqueado apresentar um ou mais pontos, a franqueadora fará uma análise prévia e aprovará ou não a implantação no local. Caso ainda não exista nenhum ponto proposto, a franqueadora irá indicar e/ou auxiliar na localização do melhor ponto para o negócio, ajudando inclusive na negociação do mesmo.”

Por fim, é preciso ficar de olho no terceiro pilar: o capital de giro (dinheiro dirigido às despesas da operação, como compra de estoque). No começo, toda empresa precisa ser sustentada (o que significa injetar dinheiro para fechar as contas no fim do mês) até chegar ao ponto de equilíbrio (quando receitas e despesas empatam). E como cada unidade tem suas especificidades, a necessidade de capital de giro pode ser maior do que as divulgadas pelas franqueadoras.

Como a falta de capital de giro é uma das principais razões para a mortalidade de empresas, você deve se planejar muito bem antes de entrar no negócio, inclusive considerando o pior cenário possível e pensando no impacto sobre suas despesas pessoais. Quanto tempo você pode se manter antes de retirar dinheiro de sua companhia? Se você precisa que a franquia dê um retorno rápido para pagar suas contas, está fazendo um investimento errado.

Mais um detalhe

Além dos gastos tradicionais de qualquer negócio, no sistema de franquia existem os royalties mensais determinados pela franqueadora.

Os valores dos royalties variam conforme a área de atuação da franquia. Se ela está no segmento de serviços, eles costumam ser maiores, pois seu negócio é repassar sua expertise e treinamento para os franqueados. No segmento de marcas e produtos, em que a empresa é o único fornecedor dos franqueados (como Cacau Show, Boticário e Havaianas), os valores são mais baixos (ou até inexistentes), porque essa relação de venda já compensa para a franqueadora – embora possa não compensar para você.

A cobrança de royalties é definida de várias maneiras: pode ser um percentual do faturamento bruto da unidade, um valor fixo por mês, um misto (percentual e valor fixo) ou um percentual sobre as compras pelos franqueados dos produtos vendidos pela franqueadora.

Muitos franqueadores do segmento de marca e produto preferem o último tipo, pois, assim, podem controlar mais facilmente os royalties e não precisam fiscalizar o franqueado.

Aqui vai o terceiro alerta: cuidado se a franqueadora exigir compra mínima mensal. Essa determinação vai obrigar você a adquirir produtos mesmo se não conseguir vender.

ATENÇÃO: Potencialize em 120 vezes seu lucro com imóveis

Estamos diante de uma nova oportunidade histórica no mercado imobiliário. Aprenda a investir e seja bem-sucedido.

SAIBA MAIS

 

Mão na massa!

Como eu disse no começo dessa newsletter , as franqueadoras anunciam a rentabilidade do modelo de negócios como uma estimativa, não promessa. E, algumas vezes, mentem sobre isso (infelizmente) – se você duvida, veja o caso da franqueadora Chicken Show, que era filiada à ABF.

Para garantir o retorno do seu dinheiro é preciso escolher a franquia certa, para o local certo, para o público certo.

Após uma análise, com a mentalidade de investidor, é preciso assumir o papel de empreendedor para garantir o retorno do investimento. Isso quer dizer colocar a mão na massa, gerir a empresa e, mais importante, vender!

Não deixe de conferir os detalhes no relatório Você Investidor de agosto . Vale a pena!

Ao trabalho!

André Zara

Menu do dia

:. FUNDOS IMOBILIÁRIOS: Mais um mês se inicia e, com ele, trazemos as nossas Carteiras de FIIs revisadas para você. Superamos o IFIX de novo! Mas, desta vez, o superamos com folga, aproveitando bem o rali dos fundos de lajes corporativas, shopping centers e hotéis.

No relatório de hoje, você acompanha as principais atualizações feitas em nossas carteiras e qual é a composição da Carteiras Momentum e da Carteira de Longo Prazo para agosto.

 

Leitura sugerida:

:. A taxa Selic deve cair. E o kiko?

:. Durma tranquilo enquanto o vento sopra

:. Pão de Açúcar: esqueça o prejuízo; o incêndio no caixa foi o pior

 

 

 

 

 

 

Conteúdo recomendado