O que acontece se sua corretora fechar?

Dinheiro do investidor pode ser transferido para outra instituição. Entenda

O que acontece se sua corretora fechar?

 

Eu começaria o texto de hoje com a seguinte frase de Jean-Paul Sartre, da qual gosto muito: “O pior mal é aquele ao qual nos acostumamos”. Mas deixarei isso para a próxima página para começar a semana com um assunto mais quente:

Você sabe o que fazer se a sua corretora fechar?

Pois bem, hoje a Alpes Corretora/Wintrade enviou um e-mail a seus clientes (veja abaixo) pedindo que digam se aceitam transferir seus ativos para o Banco Brasil Plural. É a segunda corretora que deixa de atuar no país recentemente, depois de a Souza Barros ter fechado suas portas há dois meses.

Antes de qualquer coisa, adianto: não há motivo para desespero. Suas aplicações são registradas em seu nome e em seu CPF, não no nome da corretora. E esse movimento das corretoras também não deve causar pânico. O que vemos é a concretização do que já se esperava há anos.

 

 

O ambiente econômico no Brasil não está favorável para muita gente, e as corretoras de valores não estão entre as exceções. É por isso que já vemos orientando os leitores do Criando Riqueza sobre a escolha das corretoras.

Veja o relatório “As melhores corretoras para investir no Tesouro” na sua página de assinantes.

No caso de hoje – que serve de exemplo para outros – o que podemos dizer aos clientes da corretora Alpes é que não há motivos para grandes preocupações. Se você ainda não recebeu um e-mail como este da foto acima, provavelmente será contatado em breve.

Se você quiser migrar para outro lugar, que não seja o Brasil Plural, você pode fazer isso. Para tanto, precisa dizer à Alpes que quer a transferência da custódia para a corretora de sua preferência.

Se a sua aplicarão é no Tesouro Direto, veja neste link as instituições cadastradas e suas taxas de administração: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-instituicoes-financeiras-habilitadas

Recebemos hoje mesmo uma pergunta de uma leitora que comprou títulos do Tesouro pela Alpes/Wintrade. Além do que já disse acima, sugerimos – para que fique mais tranquila -, que ela entre no site do Tesouro Direto para chegar os títulos que tem. Pode ser que precise pedir para a corretora enviar a sua senha de acesso, caso não tenha. No site do Tesouro ela poderá ver que os títulos estão em seu nome.

Aproveito para dizer que os investidores podem pedir transferência de uma corretora para outra a qualquer momento. No conteúdo para assinantes, mais abaixo, explicamos um pouco mais sobre isso.

 

14,25: Esse numero significa algo para você?

Somos forçados a nos acostumar com uma inflação de dois dígitos e com a taxa básica de juros mais alta do mundo. O que podemos fazer? Podemos ser mais participativos na política nacional. Mas não é para ajudá-lo nessa missão que o Criando Riqueza existe. O que podemos fazer é orientá-lo a usar as vicissitudes da economia a seu favor.

 

“O pior mal é aquele ao qual nos acostumamos.”

Jean-Paul Sartre

Todos os dias, o noticiário econômico, as análises de economistas e as nossas newsletters mencionam a toda poderosa Selic. Aqui na Empiricus, em discussões sobre os rumos da economia, os economistas sempre mencionando em seus argumentos o valor da taxa básica de juros brasileira. Mas qual a razão de tanta repercussão?

Bem, é possível que a maioria dos brasileiros não saiba qual o significado dos 14,25%  ao ano – a atual taxa Selic – em sua vida. Você poderia dizer o quanto esse número pode te atrapalhar (ou ajudar) em sua criação de riqueza?

Muitos leitores já sabem a resposta e, para estes, peço que fiquem à vontade para me escrever com suas mais sinceras manifestações sobre os altos juros do nosso país.

O mapa abaixo, que retirei de nosso curso Investimentos para Leigos 1 (com dados de setembro deste ano), mostra nossa liderança folgada nesse ranking nada positivo:

 

 

Aos demais, vou me estender um pouquinho mais…

Na semana passada, o comitê de política monetária do Banco Central, conhecido pela sigla Copom, manteve a Selic em 14,25% ao ano.

Fazendo um breve parênteses, só queria explicar que esse comitê é formado pelo presidente do Banco Central e por vários diretores e chefes de departamentos do BC. Eles analisam inflação, o ritmo da economia, o mercado de câmbio, a economia global e tendências econômicas. Ao fim de dois dias de reunião, fazem uma votação para definir qual será a meta para a taxa Selic até o próximo encontro.

O que ocorreu na quarta-feira passada foi que dois membros do comitê votaram pelo aumento de 0,5 ponto percentual na Selic. Há poucos meses falava-se sobre a possibilidade do início de redução dos juros. Mas o que tivemos foi um “não, pera”, e os sinais são de percepção de uma economia ainda bastante debilitada.

E o que mudou?

Mudaram algumas projeções importantes e, aqui, destaco a de inflação. No relatório Focus – aposto que você já ouviu esse nome antes – de hoje, vimos que a mediana das estimativas para o IPCA de 2015 passou de 10,33% para 10,38%. O aumento é pouco, sim, mas é um aumento.

De forma bem simplificada, eu poderia dizer que juros altos significam dinheiro mais caro. Se fica mais caro pagar o juros do dinheiro emprestado, as pessoas ficam menos dispostas a pegar esse dinheiro (“moeda”) para gastar. Se gastam menos, ou seja, se compram menos coisas, diminui a demanda por essas coisas (qualquer bem ou serviço). Se a demanda diminui, quem está oferecendo tende a reduzir o preço. Essa é a ideia da política monetária contracionista. Em outras palavras, do aperto monetário.

No conteúdo fechado para assinantes, mais abaixo, dizemos como você pode ganhar dinheiro com o juro de 14,25% ao ano. Enquanto a economia não melhora, transformemos nossos limões em limonadas.

 

 

 

Empreenda!

Ainda como parte do projeto de expansão do Criando Riqueza, anuncio hoje a nossa mais nova newsletter: “Criando Negócios”.

André Zara, especialista em empreendedorismo, começará nesta sexta-feira a escrever semanalmente sobre pequenas empresas, startups, oportunidades de renda extra e outros temas relacionados.

Fique à vontade para enviar suas sugestões e dúvidas diretamente a ele:andre.zara@criandoriqueza.com.br.

 

Próximas semanas

Na próxima semana, vamos usar o exemplo do BTG Pactual para orientar os leitores e investidores sobre a segurança de suas aplicações financeiras. O banqueiro André Esteves continua preso, mas seu dinheiro tem que continuar a render, certo?

Você sabe o que fazer se o banco no qual você investe passa por uma crise de liquidez?
Também explicarei a vocês o “método CR” para colocar a vida financeira em ordem. São cinco frentes de ação para levar qualquer pessoa a outro patamar financeiro.

Ainda neste ano teremos uma newsletter sobre imposto de renda das aplicações financeiras. Tenho conversado sobre esse assunto com o Walter Poladian, da série “CR Private”. Vamos preparar um material para orientar nossos leitores sobre como recolher e pagar o imposto nos seus investimentos. Acompanhe nossas newsletters às segundas e quartas-feiras. Se tiver dúvidas sobre o tema, escreva para nós.

Conteúdo relacionado