Preparando a mente para construir riqueza

Conheça o 1º pilar de uma vida financeira saudável

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Preparando a mente para construir riqueza

Por que ler um livro é tão mais difícil do que navegar pelo Facebook? Por que preferimos ver um seriado na TV a sair para se exercitar?

A mesma coisa acontece com suas finanças pessoais. É absolutamente normal ter preguiça de lidar com questões de disciplina financeira, gastos, receitas…

Depois de vencer a preguiça e começar a ler um livro, aposto que você acabou tomado por completo pela leitura e ficou satisfeito consigo mesmo. Também posso apostar que na maioria das vezes em que reuniu forças para fazer um exercício você sentiu prazer ao terminar.

O mesmo vai acontecer quando seu dinheiro começar a trabalhar por você.

Alguns de nossos textos são longos, preciso assumir isso (e prometo que estamos nos esforçando para sintetizar um pouco mais e facilitar para o leitor). O prazer de ler nossos e-mails pode não ser tão imediato como o do exercício físico, mas no longo prazo é garantido.

——–   88% das pessoas financeiramente bem-sucedidas estuda algo novo ou lê algo diferente relacionado com a sua carreira durante 30 minutos (ou mais) todos os dias. Fonte: Rich Habits Institute  ——–

Uma dívida aparentemente inofensiva pode fazer com que você tenha um padrão de vida mais baixo no futuro. Uma aplicação mal feita hoje (em um plano de previdência ruim, por exemplo) pode fazer com que você deixe de multiplicar seu dinheiro nos próximos anos.

Ninguém quer correr riscos como esses. Por isso, temos que ter uma postura ativa em relação às finanças pessoais.

Para fazer isso da melhor maneira possível, é importante atuar em cinco frentes para sua construção de riqueza: domínio financeiro, rotina financeira, endividamento saudável, colchão de liquidez e oportunidades financeiras. O conjunto desses 5 pilares deu origem ao nosso “Método CR” para uma vida financeiramente saudável.

Se você está acompanhando nossas newsletter, já esteve por diversas vezes em contato com esses conceitos separadamente.

Hoje vou falar um pouco mais do primeiro pilar:

Domínio financeiro

Você não precisa se envergonhar de ceder aos seus instintos e tomar decisões financeiras ruins. Agir impulsivamente é de nossa natureza.

Mas atitudes financeiras precipitadas atrapalham a construção de riqueza. É preciso identificar os momentos em que tomamos atitudes financeiras sem pensar.

Portanto, palavra de ordem, aqui, é “racionalizar.”

Racionalize suas compras, racionalize seu contato com o gerente do banco, racionalize antes de assumir um compromisso que terá um custo financeiro.

Faça esse exercício de pensar suas decisões e questionar a si mesmo antes de agir. Sim, pode parecer simples, eu sei. Mas a verdade é que nossa cabeça não faz isso automaticamente.

É preciso desconstruir a ideia de que você tem que seguir as orientações de seu gerente do banco, por exemplo.

É preciso desconstruir a ideia de que gastar dinheiro te faz feliz.

É preciso questionar a real utilidade de produtos que parecem imprescindíveis nas propagandas. Não digo apenas perguntar a si mesmo “eu realmente preciso disso”. Mas é preciso que você imagine quem você realmente quer ser e tente imaginar o que precisa para chegar lá. Certamente não é de um item que está sendo usado pelo modelo da propaganda.

O que fazemos aqui no Criando Riqueza é ajudá-lo a racionalizar suas decisões financeiras com base naquilo que pesquisamos no mercado e nas nossas avaliações econômicas.

Por exemplo, não é porque um plano de previdência se chama “plano de previdência” que isso significa que é o melhor plano para o seu futuro. Não é porque ele é oferecido pelo seu gerente que você tem obrigação de aceitar.

Veja um exemplo rápido: Hoje, o plano de previdência do banco Itaú com melhor desempenho tem rentabilidade de 11,5% em 12 meses, segundo o site do banco. Com o título Tesouro IPCA+ 2035 você obtém rentabilidade de inflação e mais um prêmio de 7, 18% ao ano nos próximos 20 anos. A inflação está em 10% em 12 meses, o que significa quase 18% ao ano. Mesmo que a inflação caia bastante e fique em 6% ao ano, em média, durante o período do título, a previdência ainda perde.

Leitura sugerida: As perguntas que você deve fazer no banco

Como nos ensinou Daniel Kahneman, nosso sistema primitivo (Sistema 1) nos faz agir rapidamente, por impulso, seguindo as emoções. É ele que nos afasta de boas decisões financeiras. Por isso, é preciso um esforço para ir ao sistema racional (Sistema 2), que analisa, calcula e nos faz agir conforme a lógica.

É importante, portanto, racionalizar suas decisões financeiras e tomar as rédeas de sua situação.

Nas próximas semanas vou escrever sobre os demais quatro pilares. Assim que você tiver lido sobre os cinco, terá conhecido o Método CR e poderá aplicá-lo em sua vida.

Clique aqui para ter acesso ao relatório mensal “Você Investidor” e para fazer o curso Investimentos para Leigos 1.

Conteúdo recomendado