Ponto da virada

Se moedas digitais vão vingar ou não, isso só o tempo dirá. Mas você pode confiar que, aqui na Empiricus, terá uma posto permanente para acompanhar este fenômeno.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Ponto da virada

Olha eu aqui de novo falando de bitcoins.

Pela primeira vez, desde que assumi a Empiricus 24/7, repito um assunto em dois fins de semana consecutivos.

Talvez seja apenas impressão minha, mas, de repente, parece que o Brasil acordou para o tema. Será que a Empiricus teve influência nisso? Ou simplesmente captamos com precisão algo que crescia dentro do inconsciente coletivo dos investidores brasileiros? A verdade é que nunca saberemos, mas isso não diminui a importância do processo que estamos vivendo.

Confesso-me incompetente para tratar, com um mínimo de profundidade, de criptomoedas. Falta-me a bagagem técnica de um lado, e tempo dedicado ao estudo do tema por outro, para emitir qualquer opinião de valor sobre esta nova classe de ativos que começa a surgir. Entretanto, como CEO de uma importante empresa de publicações financeiras, e tendo como mandato trazer novos temas de investimentos à nossa audiência, sinto que fiz um bom trabalho ao estimular a Empiricus a abordar o tema, modéstia à parte.

Se moedas digitais vão vingar ou não, isso só o tempo dirá. Mas você pode confiar que, aqui na Empiricus, terá uma posto permanente para acompanhar este fenômeno. Contratamos especialistas externos, estabelecemos contato com experts dos nossos sócios da Agora e, por fim, mobilizamos nossa equipe de análise. Tudo isso para trazer a você as melhores recomendações daqui para a frente.

Outro tema quente da semana foi o rali da Bolsa brasileira da semana. Talvez tenhamos presenciado a consolidação de um novo “bull market” brasileiro. O que vimos nesses dias foi mais um exemplo do caráter não-linear do mercado, onde os movimentos são assimétricos e leptocúrticos, como nos explicou o Felipe no Day One desta sexta-feira. Quando menos se espera, a onda vem, arrastando e levando o que está no caminho, libertando a energia potencial armazenada anteriormente.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

A não linearidade é propriedade dos fenômenos sociais e humanos, como o mercado de capitais. Neste tema aproveito para recomendar o livro “O Ponto da Virada”, do autor anglo-canadense Malcolm Gladwell, um dos meus favoritos. Leitura imprescindível para entender melhor as mudanças, tendências, modas e “febres”, cada vez mais aceleradas no mundo atual. Sejam elas moedas digitais, “fake news”, séries da Netflix ou finger spinners.

Enquanto o seu livro do Gladwell não chega, deixo você agora com os nossos destaques da semana.

Um abraço,
Caio Mesquita.

Conteúdo recomendado