De quanto você precisa para se aposentar?

A Economia é uma ciência juvenil, imatura, ainda tentando encontrar seus métodos e ferramentas, sem que dependa de copiar da Física, por exemplo. Há fartas […]

Compartilhe:
De quanto você precisa para se aposentar?

A Economia é uma ciência juvenil, imatura, ainda tentando encontrar seus métodos e ferramentas, sem que dependa de copiar da Física, por exemplo.

Há fartas evidências desse amadorismo. Dentre as minhas preferidas, destaco o astuto comentário de Herbert Simon no sentido de que não faz sentido algum você ter um nicho de estudos chamado “Economia Comportamental”. Toda verdade econômica é, por definição, dependente de comportamentos.

Ainda assim, com todas essas limitações, aprendi com a Economia um princípio de extrema utilidade que eu dificilmente aprenderia tão bem com outras disciplinas.

Aprendi que a vida é oblíqua – que você vai aprender mais sobre disciplina financeira lendo Dostoiévski (O Jogador) do que Kiyosaki (Pai Rico, Pai Pobre), e que a compreensão simultânea das claves de Fá e de Sol aos 11 anos de idade vai ajudá-lo a entender, aos 35 anos, por que duas pessoas tão diferentes trabalham tão bem juntas.

Leitura recomendada

Nosso editor André Franco encontrou, em Nova York, uma única criptomoeda com potencial para multiplicar seu dinheiro em 93 vezes . E, se você está preocupado com a queda do mercado de cripto, saiba que essa valorização astronômica tem TUDO A VER com a recente queda do Bitcoin. Acesse aqui e entenda tudo sobre essa oportunidade de multiplicação, que estamos chamando aqui na Empiricus de A CHANCE DO SÉCULO.

Em Economia é assim:

Se você aplica impostos adicionais sobre dividendos, para domar excedentes de lucros dos patrões, isso acaba gerando milhões de proletários desempregados.

Se você eleva o salário mínimo acima da inflação, a massa de trabalhadores acaba, eventualmente, dispondo de uma renda real menor.

Se você é Donald Trump e decide aumentar em 10 por cento as tarifas sobre smartphones importados da China, para “se vingar” dos chineses, os consumidores americanos passarão a pagar 10 por cento mais caro por smartphones.

A vida oblíqua nos ensina três coisas importantes:

1) Além dos óbvios efeitos de primeira ordem, existem efeitos de segunda, terceira, quarta ordem, etc…

2) Frequentemente, os efeitos de segunda, terceira, quarta ordem, etc são mais relevantes do que os efeitos de primeira ordem.

3) Para a maioria das pessoas, é quase impossível perceber isso, pois as causalidades são embaralhadas pela defasagem temporal e por uma miscelânea de fatores que se manifestam conjuntamente.

Quando você compra ações de empresas boas, que pagam bons dividendos, você não está contribuindo apenas em causa própria, visando dobrar sua renda.

Você está também premiando os patrões e proletários que trabalham com afinco e talento, você está fomentando o aumento da renda real deles, e está se vingando dos rendimentos medíocres hoje oferecidos pela caderneta de poupança.

O ato de investir é um ato econômico, mas é também um ato moral.

Aonde eu quero chegar com isso? Veremos em breve…

Aonde você quer chegar?

De quanto dinheiro, exatamente, você precisa para se aposentar?

Quanto precisa juntar para alcançar o padrão de vida com o qual sempre sonhou?

Posso ajudá-lo com isso, imediatamente.

Preparei uma série de três episódios com todos os passos para você construir sua aposentadoria perfeita.

Chega de caminhar apenas em linha reta. Precisos pegar também alguns atalhos oblíquos para atingir mais rápido uma riqueza permanente.