É proibido ficar em cima do muro

A Empiricus é frequentemente acusada (por aqueles que ainda não conhecem direito a Empiricus) de ser parcial. Essa é uma acusação que eu recebo de […]

Compartilhe:
É proibido ficar em cima do muro

A Empiricus é frequentemente acusada (por aqueles que ainda não conhecem direito a Empiricus) de ser parcial.

Essa é uma acusação que eu recebo de peito aberto, reconhecendo-me culpado, na íntegra dos autos do processo.

A Empiricus nunca será imparcial.

Como poderíamos ficar em cima do muro se nossa missão, como empresa, implica gerar as melhores ideias de investimento replicáveis por qualquer pessoa física que tenha algum mínimo dinheiro sobrando?

O que eu faria com essa missão, sendo imparcial?

Apresentaria aqui todas as ideias de mercado, sem tomar partido de nenhuma delas, deixando a você o doce ou amargo sabor da escolha?

Mas o que é isso senão a própria amplitude da vida? Que serviço eu estaria prestando a você se abdicasse de julgar as ideias financeiras como ótimas, péssimas, arriscadas ou coxas?

Quão útil seria um mapa em escala real, do mesmo tamanho do mundo?

Mas fique tranquilo: a imparcialidade não garante um maior acesso à verdade.

Não se iluda com isso.

Como regra geral, a imparcialidade é uma bosta (como pode ver, não sou imparcial em relação à imparcialidade).

Se uma fonte diz que está chovendo e outra fonte diz que está sol, qual é o trabalho do jornalista?

Publicar uma reportagem isenta, equilibrando as opiniões do partido chuvoso com as do partido seco?

Acho que não. O trabalho do jornalista, em tese, seria de olhar pela janela, andar sob céu aberto, apurar as informações, checar a confiabilidade das fontes e tentar concluir qual das duas posições é verdadeira, ou mais próxima da verdade.

Ao menos, é isso o que fazem todos os especialistas em investimentos que trabalham aqui conosco.

Você que assina Empiricus recebe sempre uma publicação que gosta ou não gosta de dólar, gosta ou não gosta de prefixado, gosta ou não gosta de ativos que geram renda.

Por aqui, é proibido ficar em cima do muro.

Isso se chama liberdade de expressão. Por isso, a Empiricus é uma publicadora de conteúdo financeiro, e não uma instituição financeira.

A liberdade de expressão só existe porque a imparcialidade é inútil para a maioria dos assuntos relevantes.

Se a imparcialidade fosse sempre útil, não precisaríamos de nenhuma liberdade de expressão. Bastaria apresentar a chuva e o sol, o sol e a chuva, e concluir que, na média, os dias são todos nublados.