Eu compro, assim que estiver um pouco mais caro

Por favor, não leve a Economia tão a sério. Até o conceito mais famoso das ditas Ciências Econômicas – a lei de oferta e demanda […]

Compartilhe:
Eu compro, assim que estiver um pouco mais caro

Por favor, não leve a Economia tão a sério.

Até o conceito mais famoso das ditas Ciências Econômicas – a lei de oferta e demanda – não consegue ser um conceito universal.

Existem situações realíssimas nas quais, por exemplo, a redução de um preço é incapaz de estimular o aumento da demanda. E, em certas ocasiões, preços menores levam até mesmo a uma queda da demanda!

Suponha que você tem dois produtos à venda: A e B.

O produto A parece apresentar mais vantagens do que o produto B, e também é oferecido a um preço menor que o de B.

Para um economista típico, essa comparação (A versus B) seria perfeita. Privilégio paretiano de mais benefícios sob um menor custo. Não há o que pensar, todos os consumidores do mundo deveriam comprar A imediatamente.

Na prática, porém, várias pessoas se sentem desconfortáveis de levar o produto A, sem que possam ser acusadas de “irracionais”.

Como essas pessoas estão tomando suas decisões de compra em um contexto de informação assimétrica, sem conhecimento perfeito de A ou de B, elas podem querer imaginar coisas.

Você gosta de imaginar coisas?

Eu gosto.

Fico pensando: isso parece muito bom para ser verdade!

E penso: por que raios o fabricante do produto A não se sente confiante a ponto de cobrar um prêmio justo por sua qualidade avantajada?

Nesse tipo de contexto, um simples acréscimo de preço seria perfeitamente capaz de aumentar a demanda por A.

O potencial ônus a posteriori de se decepcionar com A é menor quanto menor o preço.

No entanto, o potencial ônus a priori, sob informação assimétrica, é bem maior.

Não há nada de irracional aí.

Como consumidores, estamos apenas tentando tomar decisões pouco estúpidas em um mundo povoado por incertezas – o que é muito diferente de tomar decisões ótimas num mundo plenamente determinístico.

Isso não diz respeito apenas a produtos A ou B, mas também a investimentos A ou B.

Você, que busca as Melhores Ações da Bolsa, compraria uma ação com liquidez, de empresa geradora contumaz de caixa, e que negocia a um múltiplo de 3x lucros?

Nem fodendo!

Tem coisa aí, mudança regulatória, cemitério indígena embaixo da fábrica, envolvimento em Lava Jato, sei lá… mas que é estranho é.

PREFIRO PAGAR UM POUCO MAIS PARA INVESTIR COM CONFIANÇA