A gente ganha até quando é empate

Nosso mercado de ações não está nem perto da maturidade ainda, mas também já largou a chupeta: o Ibovespa completou meio século de vida.

A gente ganha até quando é empate

Nosso mercado de ações não está nem perto da maturidade ainda, mas também já largou a chupeta: o Ibovespa completou meio século de vida.

É uma idade bastante razoável para começarmos a fazer estudos históricos minimamente relevantes.

Por exemplo: nesses 50 anos de vida, o Ibovespa registra 25 ocorrências de variação anual positiva e outras 25 de variação anual negativa – um pretenso empate que não passa de mera coincidência.

À primeira vista, isso poderia sugerir que o índice ficou no zero a zero durante todo o período, mas a resultante das forças é bem mais favorável.

Conforme evidenciado pelo gráfico abaixo, a magnitude das quedas é sempre limitada, enquanto a magnitude das altas é potencialmente infinita.

Felizmente, isso não é outra coincidência.

Na pior das hipóteses, qualquer ação poderá cair até -100%.

Na prática, porém, elas acabam caindo menos do que isso, pois um mecanismo automático de autolimpeza exclui do índice aquelas ações em franca decadência de market cap.

 

Leitura recomendada

Nos 93 mil pontos, temos um grande buying opportunity em algumas ações brasileiras. O dinheiro grande, o potencial de multiplicação rápido, está em algumas aplicações fora do radar da maioria das pessoas. Veja aqui a lista dessas ações.
 

Logo, salvo episódios de crise sistêmica (as barras maiores na parte negativa do gráfico), existe um limite estrutural para quanto o Ibovespa pode cair como um todo.

Note que mesmo esses episódios críticos são pontuais, e frequentemente seguidos por valorizações estrondosas, cravando a recuperação do mercado.

Por outro lado, sob melhores hipóteses, quanto pode subir uma ação? +100 por cento, +300 por cento, +500 por cento, +900 por cento? Não existem restrições a priori.

Por isso, dizemos que o lucro com renda variável é potencialmente infinito, versus prejuízos sempre limitados. A isso damos o nome de assimetria favorável.

Se você joga esse jogo por muitos anos, carregando posição em Ibovespa sem querer adivinhar o tempo “certo” de entrar ou sair, você tende a ganhar.

Mesmo se o jogo empatar em frequência, o investidor de Bolsa vence por um largo saldo de lucros.

Conforme aprendemos no Programa de Riqueza Permanente®, o mercado de ações sempre sobe em longo prazo. Isso é inquestionável.


Mesmo assim, muitos investidores de ações conseguem perder dinheiro, simplesmente porque não sabem esperar, e ficam tentando adivinhar as entradas e saídas perfeitas.

Se você quer uma dica simples para começar, abra uma conta em corretora, pegue um pedaço do seu 13º e compre BOVA11 – um ativo que replica o próprio Ibovespa.

De resto, é só aguardar o mecanismo de autolimpeza e a assimetria favorável fazerem a sua parte.