Mais que um investidor

Nesta semana de celebração, comemorada com o evento Investidor 3.0, compartilho com você uma novidade formidável. Antes disso, porém, peço licença para realçar os incríveis conteúdos compartilhados nos últimos dias. Sem falsa modéstia, avalio como impecável a composição das apresentações perfiladas ao longo da semana.
Mais que um investidor

Nesta semana de celebração, comemorada com o evento Investidor 3.0, compartilho com você uma novidade formidável. Antes disso, porém, peço licença para realçar os incríveis conteúdos compartilhados nos últimos dias.

Sem falsa modéstia, avalio como impecável a composição das apresentações perfiladas ao longo da semana.

Conseguimos materializar na programação oferecida o nosso entendimento para o conceito do Investidor 3.0.

Afinal de contas, investir também é uma expressão de nossa natureza mais profunda. Como animais reféns das nossas emoções, o ato de investir é algo essencialmente humano, sujeito a todas as imperfeições da nossa existência.

O nosso chamado às pessoas a tornarem-se esse Investidor 3.0 baseia-se na nossa crença de que o único caminho para a liberdade passa pela responsabilidade e autonomia.

Voltando à programação da semana, abrimos com força recebendo o CEO da B3, Gilson Finkelsztain. É impossível dissociar o momento que estamos vivendo no mercado de capitais brasileiro da contribuição do Gilson à transformação da B3.

Conversamos com o ministro Paulo Guedes, acompanhando seu hercúleo desafio de trazer algum senso de modernidade à pantanosa corte estabelecida em Brasília. Como você sabe, sou cético quanto a qualquer impacto positivo que o poder público possa ter em nossas vidas. Sendo assim, torço para avanços do ministro em diminuir o alcance e o poder do Estado no nosso dia a dia.

Ainda nos temas econômicos e de investimentos, reforçamos a missão de trazer aos nossos assinantes e leitores as melhores ideias de investimento quando conversamos com gestores como Rogério Xavier, André Ribeiro e Florian Bartunek,  entre outros. Também recebemos as participações especiais do megainvestidor André Jakurski e da renomada economista Zeina Latif.

Trouxemos também nossos gurus em investimentos, interagindo dentro de um animado formato de mesas redondas. Na primeira, tivemos nossos especialistas em ações, com Max Bohm, João Piccioni, Henrique Florentino e Sergio Oba. Na outra, tratamos ainda de ações, mas também de outras classes de ativos, com Leandro Petrokas, Luiz Rogé, André Franco e Alexandre Mastrocinque.

Tivemos o privilégio de receber dois líderes empresariais brasileiros nas conversas do Felipe com Abilio Diniz e Sergio Rial. Também abordamos as novas empresas e lideranças, no nosso papo com o jornalista Daniel Bergamasco, autor do best-seller “Da Ideia ao Bilhão”, que trata dos unicórnios brasileiros. 

Todavia, o Investidor 3.0 vai além dos investimentos. A fim de trazer mais reflexões sobre os desafios que encontramos, complementamos esta semana com convidados que lançaram luz sobre os demais aspectos de nossa existência. 

As lives com Eduardo Giannetti e Joel Pinheiro da Fonseca, Luiz Felipe Pondé e Fernanda Torres e Amyr Klink e José Roberto Guimarães mostram como a filosofia, as artes e o esporte contribuem para o nosso autoconhecimento. Assim, melhor informados podemos tomar as melhores decisões, inclusive sobre nossos investimentos.

Além de tudo o que mencionei, tivemos vários outros encontros enriquecedores. Para conferir todas as lives da semana, acesse o nosso canal no YouTube.

Termino trazendo a novidade formidável da semana, o lançamento do livro "Princípios do Estrategista", de autoria do Felipe em parceria com o Ricardo Mioto.

Sou suspeito para avaliar o conteúdo, pois sou admirador incondicional da capacidade do Felipe em comunicar ideias e conceitos de finanças sofisticados de uma forma simples, direta e, acima de tudo, agradável.

"Princípios do Estrategista" é leitura obrigatória para todos nós que temos a pretensão de nos tornarmos verdadeiros Investidores 3.0.

Deixo você agora com os destaques da semana.

Boa leitura e um abraço,
Caio