Onde vai parar este mundão sem porteira?

Considero-me privilegiado de compor uma fração de crianças que passaram vasta parte de sua infância num sítio. Não estou falando de zona rural. Estou falando […]

Onde vai parar este mundão sem porteira?

Considero-me privilegiado de compor uma fração de crianças que passaram vasta parte de sua infância num sítio.

Não estou falando de zona rural. Estou falando de sítio mesmo, pé de barro e mão cortada de pular cerca.

Desafia o diagrama de Venn, mas sítio é maior do que zona rural. O sítio é tão grande que só há sítio. Não há folga ali para contrapor a zona rural a uma hipotética zona urbana.

Pois bem, agora você sabe.

E quem morou no sítio entende exatamente o que quero dizer quando digo:

“Onde vai parar este mundão sem porteira?”

Não se sabe onde vai parar. Passa boi, passa boiada. Tudo continua através do horizonte.

Então vim para a cidade, e uma das missões mais importantes no meu Programa de Riqueza Permanente® é achar ações baratas de empresas boas e duráveis.

Não é nada fácil. Sujar o pé de barro e a mão de sangue uma vez mais.

Quase bastam duas das três coisas.

 

Leitura recomendada

Luciana Seabra mostra como lucrou (e ajudou os leitores a lucrarem) muito com ações sem precisar comprar ações. Ela ensina os assinantes da sua séria a investirem da mesma forma que os maiores investidores profissionais do mercado financeiro. E tudo depende de uma simples atitude, que pode te mostrar esse novo mundo de rentabilidade em menos de 24 horas. Veja aqui o recado que ela gravou.
 

Tá cheio, por aí, de ação cara de empresa boa e durável, ação barata de empresa boa e perecível, ação barata de empresa ruim e teimosamente durável.

Mas precisamos das três virtudes, simultaneamente, pois o Programa é feito para construir e preservar seu patrimônio em longo prazo.

O grande desafio está no durável, não tenho dúvida.

Ou terei dúvida, um dia?

Estas são as cinco melhores performances de ações do Programa até o momento: +210,97 por cento, +145,90 por cento, +124,23 por cento, +90,44 por cento, +89,62 por cento.

Para ser justo, estas são as cinco piores performances: -51,79 por cento, -24,83 por cento, -14,74 por cento, -3,20 por cento e -1,28 por cento.

Do total de 25 ações, 5 caem e 20 sobem.

Tudo transparente, vida real, para você mesmo julgar se a grande parte ótima compensa uma pequena parte ruim.

E aí, onde vai parar este mundão sem porteira?

Não sei não, só sei que foi assim.