Para ler quando chegar em casa

Caro Leitor, Imagine-se lendo este texto ao chegar em casa cansado, depois de mais um dia de trabalho. Você merece um breve momento para relaxar, […]

Compartilhe:
Para ler quando chegar em casa

Caro Leitor,

Imagine-se lendo este texto ao chegar em casa cansado, depois de mais um dia de trabalho.

Você merece um breve momento para relaxar, certo?

Abra a garrafa e prepare-se mentalmente para preencher o copo com aquela sua cerveja predileta.

Se você inclinar levemente o copo e despejar gradativamente, terá uma parte maior de cerveja coroada por um elegante colarinho.

Já se você virar de uma vez a garrafa, provavelmente produzirá uma combinação entre pouca cerveja e muita espuma.

Até aí, sem grandes novidades.

Suponha agora que alguém (uma mão invisível) serviu o copo para você, e que é um copo escuro. Não dá mais para enxergar se o conteúdo está dominado por cerveja ou por espuma.

Assim é o mercado de ações.

Vale um paralelo entre a cerveja e o resultados operacionais das empresas listadas em Bolsa.

E vale outro paralelo entre a espuma e as negociações diárias, que fazem com que as cotações pareçam oscilar aleatoriamente.

Se você olha para o preço de uma determinada ação em janelas de minutos, horas ou dias, não dá para saber quanto tem de cerveja versus quanto tem de espuma ali; é o tal copo escuro.

Aos nossos propósitos, entretanto, é a cerveja o que realmente importa. É dela que vem a geração de caixa que se converte em dividendos caindo na conta.

Para garantir uma parte maior de cerveja coroada pelo elegante colarinho, o investidor de ações tem que encarar a Bolsa sob janelas de vários meses ou, preferencialmente, vários anos.

Eu sei que as notícias de jornal e os agente autônomos induzem a comprar e vender todo dia ou toda semana. É assim que eles ganham dinheiro. Mas não é assim que você mata sua sede de riqueza.

Depois daquele dia de trabalho pesado, você quer tomar uma bela cerveja gelada, não quer tomar só espuma.

Acho que podemos ajudá-lo a inclinar levemente seu copo, despejando gradativamente, até que os dividendos comecem a transbordar em novas fontes de renda para o seu bolso.

QUERO PROVAR UM GOLE DESTES DIVIDENDOS !