Seu fundo DI pode render mil por cento

Se você tem um bom colchão de liquidez, aporte suficiente num fundo DI bem líquido, mesmo que não renda tão bem, você não precisa vender uma posição em Bolsa caso alguma surpresa negativa apareça.
Seu fundo DI pode render mil por cento

Sim, é verdade que investidores mais abastados têm melhores chances de lucrar com a Bolsa de Valores.

Mas não é verdade que isso se deva apenas a vantagens no acesso à informação ou a ativos qualificados.

O real motivo é muito mais simples e menos conspiratório.

Rico não vende quando a coisa aperta.

Você já viu rico vender alguma coisa?

Mercado derreteu na quinta-feira, Mario Draghi e tal, e o investidor com grana provavelmente nem sabe disso.

Não fez nem cócegas.

Todo mundo já ouviu o clichê de que dinheiro faz mais dinheiro.

O grande insight, porém, é que o dinheiro nos protege de fazer menos dinheiro.

Se você tem um bom colchão de liquidez, aporte suficiente num fundo DI bem líquido, mesmo que não renda tão bem, você não precisa vender uma posição em Bolsa caso alguma surpresa negativa apareça.

Então, será que aquele fundo DI rende Selic ou na verdade rende Ibovespa, bitcoin, call de Ambev? 

Nos momentos de aperto pelos quais todos nós passamos, o DI pode render +10 por cento, +100 por cento ou até +1000 por cento, apenas por evitar que outras belíssimas posições de risco sejam desfeitas na pressa e no desespero.

O investidor iniciante precisa ter uma alocação relevante em DI não porque é mais fácil ou mais seguro, mas sim porque é aquilo que vai lhe permitir dar o próximo passo rumo à renda variável, o passo que realmente importa para enriquecer em longo prazo.

O colchão ameniza o impacto, pois relativiza o impacto.

No mercado financeiro, efeitos relativos são muito mais importantes do que efeitos absolutos.

Já ouviu falar da lei de Weber-Fechner?

Ernst Weber e Gustav Fechner queriam entender como as pessoas reagem a diferentes estímulos físicos.

Eles eram psicólogos, e provavelmente não tinham nada mais útil para fazer no momento.

Foi quando decidiram colocar vendas nos olhos de voluntários, pedindo para que segurassem barras com anilhas às cegas.

Passo a passo, mais anilhas eram acrescentadas, aguardando que os voluntários avisassem sobre qualquer variação de peso que julgassem significativa.

Se uma pessoa começava segurando um peso leve, de poucas gramas, rapidamente avisava sobre o aumento, mesmo que fosse de outras poucas gramas.

Já se uma pessoa começava segurando um peso pesado, o acréscimo de gramas passava completamente despercebido por um longo tempo.

Variações de mercado também dependem das nossas condições iniciais.

É mais difícil começar do zero, e por isso começamos com o DI. À medida que vamos ganhando algum corpo, conseguimos aguentar tranquilamente o peso da Bolsa, e então já nos tornamos fortes.