Destaques da Semana #7 | Jogo duro

Semana de agenda econômica recheada e agenda política sujeita a surpresas e frustração.

Semana de agenda econômica recheada e agenda política sujeita a surpresas e frustração. A Lava Jato sofre um revés com informações publicadas pelo site Intercept Brasil com o vazamento de mensagens trocadas por aplicativo de celular entre o ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e o procurador da República Deltan Dallagnol que sugerem ter Moro orientado investigações da Lava Jato. O Ministério Público Federal de Curitiba confirmou o vazamento em nota.

A assinatura do “Pacto pelo Brasil” pelos presidentes Jair Bolsonaro, Dias Toffoli (STF), Rodrigo Maia (Câmara) e Davi Alcolumbre (Senado) deveria ocorrer hoje, mas foi adiado por falta de entendimento sobre o texto. A apresentação do parecer do relator Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a reforma da Previdência na comissão especial deveria ocorrer amanhã, mas já ficou para a quinta-feira. No Senado, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) poderá aprovar ou derrubar, na quarta-feira, o decreto que flexibilizou o porte e a posse de armas de fogo.

A agenda econômica está lotada pela divulgação de vendas do varejo e inflação no Brasil, nos EUA e China. Nos três países, os dados poderão reforçar as expectativas de que a atividade desacelera mais rapidamente. No Brasil e nos EUA essa constatação aumentará a pressão pelo corte das taxas de juros.