Maio de 2018
05/2018

PETR4 – É hora de comprar ações da Petrobras?

A Petrobras (PETR4) é responsável pela extração, refino, comercialização, petroquímica, transporte, gás natural, distribuição de derivados e produção de biocombustíveis. Com alta liquidez e negociação rápida, a estatal sempre foi popular quando o assunto é Bolsa.

Mas, nos últimos anos, a empresa sofreu com uma má gestão combinada a escândalos de corrupção e uma economia em recessão. Não foi à toa que as ações sofreram com quedas e desvalorização de 50% desde a sua cotação máxima. Tanto é que os papéis da estatal ainda estão com um preço abaixo do seu valor patrimonial.

Diante disso, a pergunta de um milhão de dólares é:

É hora de investir na Petrobras?

Petrobras (PETR4) hoje

Do ponto de vista de gestão, a situação da empresa começou a mudar quando Pedro Parente entrou como CEO da estatal.

Em seguida, confirmou-se a saída de Luciano Coutinho, ex-presidente do BNDES, do Conselho de Administração da Petrobras, o último membro que respondia 100% ao antigo (e questionável) estilo de gestão.

As primeiras iniciativas dessa nova gestão, portanto, tiveram um tom de profissionalização, atendendo às solicitações frequentes do mercado. Passos significativos foram dados no que se refere à melhoria de governança, incluindo corte de custos, redução no quadro de funcionários e a nova política de definição de preços dos combustíveis, que agora respeitam as referências internacionais.

Em paralelo, ocorreu a melhora do cenário econômico nacional, o que deu fôlego para o plano de desinvestimento da Petrobras.

 

Como funciona o plano de desinvestimento da Petrobras

Um plano de desinvestimento é a venda de ativos, como equipamentos, refinarias e participações em empresas. Trata-se de uma maneira de encerrar posições de forma programada.

O objetivo é levantar caixa, ou seja, transformar a venda desses produtos em dinheiro e assim melhorar a saúde financeira da empresa.

Esse é um plano dinâmico que, segundo a Petrobras, pode ser alterado de acordo com as condições do mercado e às sucessivas análises do portfólio, de forma aderente ao planejamento estratégico.

Por ser uma estatal, a execução de cada desinvestimento depende da evolução de negociações e aprovações, como por exemplo, do TCU (Tribunal de Contas da União).

A meta para o biênio 2017/2018 é levantar US$ 21 bilhões, montante que será usado para reduzir a dívida da estatal.

Análise de cenário para o petróleo

O petróleo não vive seus melhores dias, no entanto, está longe de uma crise. O melhor indicador para saber como anda a situação é o Estoque do Petróleo Bruto é fornecido pela americana EIA (Energy Information Administration) todas as terças-feiras e é o maior influenciador direto no preço do petróleo e, consequentemente, da PETR4.

O petróleo é uma commodity e a sua variação depende de uma série de circunstâncias. Entre elas, a que rege à maioria das cotações no mercado, é a lei da oferta e da demanda. E, apesar da EIA afirmar que o mercado de petróleo está perto do equilíbrio, a oferta excedente ainda é uma realidade.

Além disso, fatores políticos e econômicos também afetam o preço do petróleo. Por exemplo, quando países consumidores da commodity desaceleram, a sua utilização diminui; e a cotação tende a cair porque a procura teve baixa, enquanto a oferta se manteve.

De forma geral, quanto maior for a intensidade da produção de grandes potências como os países sauditas e os Estados Unidos, maior a tendência de queda no preço do barril.

Como em todos os segmentos, o petróleo vive ciclos. Para tomar uma decisão de investimento no setor, é importante identificar qual o ciclo atual e o que está por vir, obtendo vantagens com a valorização da empresa.

Nos últimos anos, houve uma mudança estrutural na dinâmica do setor, que foi a entrada dos produtores de petróleo e seus derivados a partir do gás de xisto. Quando os preços do petróleo sobem muito, estes entram em ação, aumentando a produção e a oferta, o que contribui para a queda das cotações do petróleo.

Com estes novos atores no setor, fica muito mais difícil o preço do petróleo voltar para o patamar de US$ 100,00 o barril.

 

PETR4 vai subir?

A possibilidade de privatização da Petrobras levantada pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, em outubro de 2017, entusiasmou muitos investidores.

Tanto que no dia seguinte à declaração, a PETR4 subiu 4%. Apesar de positivo, isso não garante que a estatal será realmente privatizada. Mas claro, se a privatização de fato se realizar, é certo que os papéis terão uma forte valorização.

A Petrobras é a principal empresa pública do país, com uma produção de aproximadamente 2,8 milhões de barris de óleo por dia. A companhia ainda possui uma boa margem e perspectiva de crescimento. Mas ainda não há certeza de que a privatização vá mesmo acontecer.

Enquanto isso, a nova gestão da empresa tem sido eficiente em comunicar e executar medidas para fortalecer o caixa.

A recente definição quanto à política de preço de gasolina e diesel também foi um passo importante e estratégico para a Petrobras. A política de preços, além de reduzir a exposição à volatilidade, reforça o caminho para outras medidas estratégicas, como a própria venda dos ativos de refinaria.

Assim, a Petrobras deve continuar focada na venda de ativos, fortalecendo seu balanço e acelerando potencialmente o processo de redução da dívida.

Qual a diferença entre PETR3 e PETR4?

PETR3 são ações ordinárias (ON) da Petrobras, enquanto PETR4 são ações preferenciais (PN). Cada tipo confere direitos diferentes do acionista da empresa.

As ações ordinárias dão direito ao voto nas assembleias de acionistas da Petrobras, enquanto as PNs têm prioridade na distribuição dos lucros aos acionistas.

Antes de escolher investir em uma ação ON ou PN, é importante observar a liquidez. As ações mais líquidas possuem melhor formação de preço tendo em vista que o spread – a diferença entre a oferta de compra e a de venda – tende a ser menor. No mercado brasileiro, as ações PNs costumam ser mais líquidas que as ONs.

Como comprar ações da Petrobras

Você pode investir em ações da Petrobras por meio de um fundo de investimento que aplique na empresa ou diretamente na Bolsa, via home broker disponibilizado por corretora ou banco.

O home broker é uma plataforma online na qual você se conecta com o pregão eletrônico do mercado de capitais. Ele é usado como instrumento para negociação, enviando ordens de compra e venda de uma ação.

O primeiro passo para começar a investir é escolher uma corretora. Faça o cadastro, transfira o dinheiro que deseja aplicar e emita a ordem de compra.

É muito importante entender que no mercado de ações você nem sempre vai ganhar. Rentabilidade passada não é garantia de uma futura.

Além do mais, é preciso entender que a Bolsa possui seus altos e baixos (a famosa volatilidade). Portanto, desesperar-se em um momento de queda é o caminho mais rápido para o prejuízo. É preciso ter sangue frio para enfrentar os períodos de turbulência sem cometer equívocos.

Por isso, ao investir em ações também é fundamental ter seguros – uma proteção para o capital investido. Essa estratégia consiste em aplicar em estruturas ou ativos mais arriscados uma parcela muito pequena do seu patrimônio (1% ou 2%), algo que você não se importe em perder (se for o caso).

Dentre as opções mais populares para proteger o portfólio estão as operações com opções, ouro e dólar. Caso haja uma valorização dessas aplicações, o potencial de ganho é exponencial.

Dessa forma, seu patrimônio fica protegido e você aumenta suas chances de ganho, seja na alta ou na baixa da bolsa.

 

Quanto custa comprar ações?

Antes de começar a comprar ações, é bom ter em mente o quanto é preciso ter de recurso para o investimento. Além do preço das ações, existem outros custos operacionais que é importante conhecer.

Se você os ignorar, pode comprometer totalmente a sua rentabilidade. Principalmente, se for operar com pouco capital.

Conheça as principais taxas cobradas pelas corretoras:

Abertura de conta: a maioria das corretoras não cobra pela abertura de conta.

Taxa de custódia: é o valor cobrado pela guarda de ativos pela Bolsa/Cetip e pelos serviços oferecidos pela corretora. Pode ser uma taxa fixa ao mês ou variar conforme a quantidade de transações e os valores investidos. A maior parte das corretoras tem isentado o investidor da taxa de custódia para renda fixa. No caso de ações, esse benefício pode ser concedido a partir de determinado número de operações realizadas ao mês.

Taxa de corretagem: é cobrado um valor por ordem executada (compra ou venda), que geralmente independe do valor financeiro movimentado.

Transferência para conta bancária: pode ser cobrada uma taxa (opcional) para transferência (TED) de recursos da conta de uma corretora para a de um banco.

Imposto de Renda

Para ganhos líquidos mensais de até R$ 20 mil com ações, não há a cobrança de IR (Imposto de Renda). Mas superando esse valor, você deverá recolher o imposto.

Antes de tudo, você deve ter uma planilha com anotações desde quando começou a aplicar em ações e assim controlar operações de compra e venda ao longo do ano, destacando ganhos e perdas, mês a mês, para cada tipo de ativo. Se não fizer isso, na hora de declarar, terá de consultar todas as notas de corretagem.

A corretora ou banco de investimentos até pode fornecer uma relação das suas negociações (informe de rendimentos), mas é recomendável que você tenha o controle próprio.

A alíquota é de 15% sobre a rentabilidade total. Ou seja, todas as suas perdas podem e devem ser subtraídas do lucro mensal. A responsabilidade desse recolhimento é exclusivamente sua.

O atraso ou não pagamento sobre os ganhos causa multa diária que chega até 20% do valor devido, além de juros mensal.

Vale lembrar que dividendos obtidos de posições de longo prazo são isentos de IR.

Opinião dos analistas da Empiricus sobre a PETR4

Na Empiricus, ainda observamos a ações PETR4 com cautela.

Apesar de todas as melhorias já registradas, como desalavancagem e redução de despesas e da interferência política, a dívida ainda segue bastante elevada. Por isso, consideramos que existam outras oportunidades bem menos arriscadas e mais atrativas na Bolsa.

Outro ponto de grande preocupação é a eleição presidencial de 2018. Se o vencedor for populista, é provável que a companhia volte a sofrer dos mesmos problemas da ingerência que minaram a rentabilidade dela nos últimos anos.

Além disso, no preço atual das ações, o mercado já precificou grande parte da reestruturação em vista.

Não se trata mais de uma posição com grande potencial de valorização, como foi em 2016. Levando isso em consideração, mantemos a nossa posição neutra com os papéis PETR3 e PETR4.

Por outro lado, você pode investir em ativos que ainda não estão completamente precificados pelas mudanças da nossa economia.

Com os cortes da taxa básica de juros e a redução da inflação, o investimento mais beneficiado serão as ações da bolsa.

Continue acompanhando nossos conteúdos e fique por dentro das informações que podem fazer a diferença para os seus investimentos.

Um abraço,
Equipe Empiricus

Sobre a Empiricus Research

A Empiricus Research foi fundada em 2009 pelos sócios Caio Mesquita, Felipe Miranda e Rodolfo Amstalden com o propósito de democratizar a informação financeira para que pessoas comuns também fossem capazes de multiplicar seus ganhos e conquistar a independência financeira.

Por meio de relatórios e newsletters periódicas, levamos aos nossos leitores e assinantes informações relevantes sobre o mercado financeiro e a economia, para que eles sejam capazes de tomar decisões mais inteligentes em relação aos próprios investimentos.

Mais de 180 mil assinantes pagos e 1,7 milhão de leitores recebem diariamente as melhores recomendações de aplicações que os ajudarão a multiplicar o patrimônio e realizar seus sonhos.

Saiba mais sobre a Empiricus em nosso site: www.empiricus.com.br

 

Não tem tempo para ler agora?

Envie o conteúdo PETR4 – É hora de comprar ações da Petrobras? para seu e-mail e leia mais tarde.

*Importante: O endereço de e-mail informado deve ser válido para que você possa receber o artigo em sua caixa de e-mail, bem como nossos conteúdos gratuitos sobre investimentos.