Outubro de 2017

A Candidatura De Lula Pode Te Deixar Na Miséria

O futuro de seus investimentos pós eleições 2018 começa a ser decidido agora

Bolsa derretendo…

Inflação de dois dígitos…

Taxa de juros alta…

Dólar de novo a R$4…

Um novo rosto na política seria a solução?

Caro leitor,

O futuro de seus investimentos pós-eleições 2018 começa a ser decidido agora.

Engana-se quem acha que eleições presidenciais é um assunto para o ano que vem.

Este relatório não é um documento partidário de defesa ou acusação de um ou outro futuro candidato.

Mas, por enquanto, o que se avizinha para as eleições de 2018 é a possível disputa entre Lula e Doria para a presidência.

O que nos propomos a fazer aqui é a analisar possíveis cenários e seus impactos sobre os seus investimentos.

Nosso papel é estudar o mercado e preparar o investidor para que ele tenha o melhor retorno possível de acordo com o cenário econômico e político.

Os fatos apresentados são reais. Nossas constatações se baseiam em fatos, dados e reações do mercado em cenários semelhantes aos que estamos traçando.

A CANDIDATURA DE LULA PODE TE DEIXAR NA MISÉRIA

A Lava Jato escancarou a corrupção no País. Causou um salve-se quem puder entre os políticos e colocou em xeque os nomes dos presidenciáveis para 2018.

Não para o PT. O Partido dos Trabalhadores insiste em depositar suas fichas em sua Fênix… naquele que consideram o único capaz de reerguer o Brasil… Lula, o Salvador da Pátria.

É compreensível que o partido que institucionalizou a corrupção durante os anos em que esteve no governo não se incomode com o fato de seu principal representante ser réu em cinco ações penais e citado em diversas outras investigações.

Fonte: El País 25/04/2017

Os últimos anos de governo petista foram desastrosos para a economia.

A grande crise financeira internacional, desencadeada pela crise subprime norte-americana, foi subestimada por Lula ainda em seu primeiro mandato. Ele a caracterizou como uma simples marolinha.

Fonte: O Globo 04/10/2008

Nada foi feito para preparar o País para os possíveis impactos dessa crise e a onda cresceu.

Não vá se esquecer do Mensalão.


Fonte: Estadão 27/10/2012

Fonte: O Globo 17/11/2015

Também teve o Petrolão…

Fonte: Exame.com 04/03/2016

Fonte: Exame.com 12/09/2016

Foram tempos sombrios.

Fonte: O Globo

No governo Dilma, a situação não foi diferente. Todo esse imbróglio trouxe consequências nefastas para o mercado.

Fonte: Estadão 12/05/2016

Fonte: Estadão 12/05/2016

Veja: a reação dos mercados não se trata de “especulação” ou “interesses dos mais abonados”, como costumam contra-argumentar os militantes desse governo, mas, sim, tem raízes práticas e incontestáveis.

Além de subestimar a crise, as políticas populistas e de incentivos para lidar com ela ampliaram profundamente o rombo nas contas públicas, levando o Brasil aos maiores déficits fiscais já vistos.

Fonte: Época

E, pior: toda essa gastança desenfreada, sem efeitos práticos sobre a economia, mergulhou o país no maior quadro recessivo da história republicana.

 

Fonte: Globo

Você já se perguntou quais seriam as consequências para o seu dinheiro se o PT voltasse ao poder?

Déja vù?

E o pior, o próprio Lula se coloca como inimigo do mercado.

Fonte: Blog do Kennedy 26/04/2017

A simples candidatura de Lula sinaliza a volta ao intervencionismo do Estado, a ameaça ao cumprimento das metas fiscais e de inflação e a consolidação de reformas importantes e ainda traz a sensação de impunidade para todos escândalos de corrupção em que o PT está envolvido.

Economia brasileira finalmente volta a crescer, mas investidores se preocupam com Lula 2018 (tradução livre)

Fonte: Forbes Fev/2017

“Uma nova presidência de Lula seria manchada de lembranças de corrupção, má administração e burocracia judicial ligadas à presidência de Dilma. Uma vitória de Lula levaria a uma subida do risco soberano. Seríamos definitivamente mais céticos.” O Brasil elevou seu grau de investimento na era Lula e o perdeu na gestão de Dilma. (Mike Reynal, gerente de fundos da Sophus Capital)

A vitória dele em 2018 seria um enorme retrocesso na luta contra a corrupção e representaria um declínio bastante significativo na confiança das empresas no Brasil. Você provavelmente veria fuga de capitais. (João Gabriel Barros, sócio da Libra Energia)

É fundamental reforçar que os impactos começam agora.

Lula não precisa necessariamente ser eleito para influenciar o comportamento dos mercados. Como os mercados agem sobre as expectativas e buscam antecipar os movimentos da economia, a mera candidatura de Lula (ou maior probabilidade de ele vir a se eleger) representaria um resgate das políticas populistas, de Estado inchado, benefícios aos amigos do rei (política de empresas “campeãs nacionais”)…

Ou seja, representaria a guinada à esquerda. O resgate das práticas dos últimos anos que levaram o País a um combo de inflação em dois dígitos, recessão, rombo nas contas públicas, desemprego…

UM NOVO ROSTO NA POLÍTICA SERIA A SOLUÇÃO?

Não temos a resposta exata para esta pergunta. E também não há muitas opções na classe política.

Observamos com bastante atenção o prefeito paulistano João Doria. Apesar de não haver nenhuma informação oficial, depois que o escândalo das delações da Odebrecht atingiu a cúpula do PSDB, seu nome voltou a ser cogitado pelo partido.

Fonte: Estadão 16/04/2017

Desde que assumiu a prefeitura de São Paulo, Doria tem se destacado por realizar uma gestão não convencional para um político.

Fonte: Folha de S.Paulo 05/01/2017

Fonte: Estadão 16/02/2017

O prefeito paulistano reúne características que estavam ausentes da política brasileira há algum tempo.

Ele possui grande carisma, elevada capacidade de articulação e mobilização para parcerias público-privadas que trazem soluções efetivas para problemas que até então se arrastavam gestão após gestão.

Doria não é unanimidade. Mas sua popularidade começa a extrapolar os limites de São Paulo.

Fonte: Exame.com 09/04/2017

Fonte: Jornal do Comércio 13/03/2017

A eleição de João Doria representaria a escolha da população pela pauta das reformas, da privatização, da meritocracia, do crescimento empresarial e da modernização do mercado de capitais no Brasil.

Já pensou como isso impactaria os seus investimentos?

Como já foi dito neste documento, não estamos aqui para fazer campanha política.

Avaliamos cenários e possibilidades de ganhar dinheiro com deles.

Em nossa análise, a volta do PT ao poder criaria um ambiente mais hostil para o investidor. Enquanto que a continuidade de um governo mais à direita favoreceria os mercados, criando, inclusive, a oportunidade para o bull market.

Mas é bastante provável que o efeito das eleições de 2018 sobre os mercados se dê antes de 2018.

Como aconteceu com o chamado “rali do impeachment”, com algumas ações registrando forte valorização antes mesmo do afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff, apenas com o crescimento da probabilidade de o impeachment se materializar…

QUAL SERIA A MELHOR ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO?

Na percepção dos investidores, uma gestão mais voltada ao liberalismo, na qual não há grandes intervenções e que busca minimizar o papel do Estado, traria maiores benefícios para os preços dos ativos.

Sob essa ótica, em primeiro momento, uma gestão Doria, ou ao menos a confirmação de sua candidatura, poderia engatilhar um movimento de apreciação de ativos, criando uma série de oportunidades de investimento.

Difícil prever. E, na Empiricus, não fazemos previsão do futuro. Analisamos fatos e dados para dar a melhor recomendação aos nossos clientes.

Portanto, para se expor de forma inteligente a este cenário inevitável (e incerto) das eleições de 2018, recomendamos que o investidor busque proteger a maior parte de seu patrimônio em aplicações conservadoras, como títulos do Tesouro Nacional, que possam ganhar tanto na alta quanto na baixa da taxa de juros (Selic), como as LTFs (ou Tesouro Selic) e NTNs (Tesouro IPCA+).

Do lado do risco, nossa sugestão é alocar um pequeno percentual de seu patrimônio (entre 5% e 20%, dependendo de sua tolerância a risco) em ações de empresas ligadas à infraestrutura e à indústria, como Randon (RAPT4) e Marcopolo (POMO4).

Sua carteira de investimentos deve estar preparada para a possibilidade de prisão ou candidatura de Lula e para a possibilidade de Doria ser presidente.

À medida que os fatos forem se consolidando, o mercado antecipará a precificação dos ativos. Se você deixar para fazer os ajustes depois dos fatos consumados, pode acabar por colocar seu patrimônio em risco.

Talvez você não tenha tempo nem considere seu conhecimento suficiente para acompanhar esses cenários e fazer os movimentos necessários.

Esse é o papel da Empiricus.

Somos a maior empresa de publicação de informação financeira independente do Brasil.

O que nos permite fazer análises e recomendações de investimentos realmente boas para o seu dinheiro.

Não ganhamos com seus investimentos. Não temos taxas de corretagem. O que fazemos é indicar os melhores produtos financeiros do mercado para que você multiplique seu patrimônio.

Para acompanhar o cenário macroeconômico e saber como as mudanças políticas afetam seus investimentos, criamos a série Palavra do Estrategista, assinada por Felipe Miranda.

Essa é nossa série que antecipou todos os fatos abaixo:

  • Destruição da Petrobras
  • Disparada do Dólar
  • Inflação a 10%
  • Recessão
  • Desemprego
  • Rali do impeachment
  • Recuperação atual do mercado

Quem assina a série recebe quinzenalmente relatórios com recomendações pontuais para posicionar o patrimônio de acordo com o cenário econômico do momento, além de todo o racional da estratégia.

Como discípulo de Nassim Taleb, Felipe acredita que devemos proteger nossos portfólios com ativos capazes de nos blindar de eventuais catástrofes. Devemos temer a chegada súbita de alguma surpresa muito negativa com poder de nos afetar drasticamente.

Portanto, uma carteira completa com reduzida exposição a risco deverá ter, em sua essência, uma porcentagem maior em renda fixa e uma porcentagem menor em renda variável.

Ao assinar a série Palavra do Estrategista, você terá acesso às análises e recomendações durante um ano inteiro.

Não importa se já investe ou se nunca investiu, disponibilizamos todo o material necessário para que você possa começar a investir e a lucrar.

Você terá subsídio para aprender a tirar suas próprias conclusões sobre o que combina mais com seu perfil e para investir potencializando seu patrimônio e minimizando os riscos.

O preço original da série em nossa loja é 12x de R$ 16. Mas você poderá ser um membro do Palavra do Estrategista por apenas R$ 12,90 mensais.

E, ainda, caso experimente a série durante os primeiros 20 dias e achar de alguma forma que as estratégias não se adequam à sua forma de investir, devolvemos seu dinheiro.

Esse é o Compromisso Empiricus registrado em cartório, você tem até 20 dias para cancelar a assinatura e ter 100% de seu valor estornado.

Você não tem nada a perder em apenas conhecer o relatório.

As eleições estão chegando e o destino do seu dinheiro será traçado bem antes do fim da apuração dos votos.

Cuide de seu patrimônio.

Quero receber as recomendações do Palavra do Estrategista

 

Sobre a Empiricus Research

A Empiricus Research foi fundada em 2009 pelos sócios Rodolfo Amstalden, Caio Mesquita e Felipe Miranda, com o propósito de democratizar a informação financeira, para que pessoas comuns também fossem capazes de multiplicar seus ganhos e conquistar a independência financeira.

Por meio de relatórios e newsletters periódicas, levamos aos nossos leitores e assinantes informações relevantes sobre o mercado financeiro e a economia, para que eles sejam capazes de tomar decisões mais inteligentes em relação aos próprios investimentos.

Mais de 180.000 assinantes pagos e 1.700.000 de leitores recebem diariamente as melhores recomendações de aplicações que os ajudarão a multiplicar o patrimônio e conquistar a independência financeira.

Saiba mais sobre a Empiricus em nosso site: www.empiricus.com.br.

Não tem tempo para ler agora?

Envie o conteúdo A Candidatura De Lula Pode Te Deixar Na Miséria para seu e-mail e leia mais tarde.

*Importante: O endereço de e-mail informado deve ser válido para que você possa receber o artigo em sua caixa de e-mail, bem como nossos conteúdos gratuitos sobre investimentos.
[class^='dclk_']
[class^='dclk_']
[class*='dclk_']
[class*='dclk_']
[id^='dclk_']
[id^='dclk_']
[id*='dclk_']
[id*='dclk_']
[class^='dclk_']
[class^='dclk_']
[class*='dclk_']
[class*='dclk_']
[id^='dclk_']
[id^='dclk_']
[id*='dclk_']
[id*='dclk_']