Outubro de 2017

Eleições 2018

Desde já seus investimentos podem ser impactados

Caro leitor,

A partir de agora, você começará a ver com frequência reportagens sobre as eleições de 2018. Ainda sem candidatos definidos, especula-se como será a disputa entre uma e outra liderança política.

Você pode nem perceber, mas isso terá impacto imediato sobre seu dinheiro.

Quer ver?

Você já se perguntou quais as consequências para sua carteira se o PT voltasse ao poder?

Ou o que a onda João Doria pode representar para seu bolso?

O nome do prefeito João Doria não foi confirmado para a candidatura à presidência em 2018. Mas seus atos na prefeitura paulistana e sua crescente popularidade, que começa a extrapolar os limites de São Paulo, colocam-no em posição de destaque junto a veteranos do PSDB, como o governador Geraldo Alckmin.

Fonte: Veja 30/03/2017

Fonte: Jornal do Comércio 13/03/2017

Suas ações, algumas polêmicas, outras inovadoras, têm forte aprovação da população.

Fonte: Veja 30/03/2017

Fonte: O Globo 02/04/2017

Dória reúne características que estavam ausentes da política brasileira há um tempo. Ele possui grande carisma, elevada capacidade de articulação e mobilização para parcerias público-privadas que trazem soluções efetivas para problemas que até então se arrastavam gestão após gestão.

Já pensou como isso impactaria no seu patrimônio?

A eleição de João Doria representaria a escolha da população pela pauta das reformas, da privatização, da meritocracia, do crescimento empresarial e da modernização do mercado de capitais no Brasil.

Ao menos é essa a percepção imediata de sua gestão, que poderia engatilhar um efeito de bull market nos mercados (mercado em tendência de forte alta).

E, como sabemos, os mercados tentam antecipar os movimentos da economia.

No caso, somente a perspectiva de que Doria pode concorrer poderá levar essa expectativa aos preços dos ativos (ações, taxas de juros, câmbio).

Ou seja: é bastante provável que o efeito das eleições de 2018 sobre os mercados se dê antes de 2018.

Como aconteceu com o chamado “rali do impeachment”, com algumas ações registrando forte valorização antes mesmo do afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff, apenas com o crescimento da probabilidade de o impeachment se materializar…

DE VOLTA AO PASSADO…

Por outro lado, a volta do ex-presidente Lula ao poder causaria um grande retrocesso à recuperação brasileira.

Os últimos anos de governo petista foram duros para a economia.

O excesso de intervencionismo estatal e a inabilidade de gestão da ex-presidente Dilma fizeram o país mergulhar em uma grave recessão econômica.

A inflação ficou fora da meta; a autonomia do Banco Central foi questionada; os principais indicadores econômicos retrocederam significativamente. O desemprego ultrapassou a marca de 11%.

O valor de mercado de gigantes brasileiras derreteu na Bolsa.

Fonte: Estadão 12/05/2016

O mercado amargou perdas.

Foi um período difícil para o investidor brasileiro.

Fonte: Exame.com 22/09/2015

A saída da presidente Dilma e tudo o que ela representava trouxe novo fôlego ao mercado de capitais brasileiro.

Fonte: G1 12/05/2016

Fonte: Exame.com 11/05/2016

A volta de Lula e do PT ao poder representaria para o mercado a volta a um passado ruim e uma ameaça à retomada do crescimento econômico.

Economia brasileira finalmente volta a crescer, mas investidores se preocupam com Lula 2018 (tradução livre)

Uma nova presidência de Lula seria manchada de lembranças de corrupção, má administração e burocracia judicial ligadas à presidência de Dilma. Uma vitória de Lula levaria a uma subida do risco soberano. Seríamos definitivamente mais céticos”. O Brasil elevou seu grau de investimento na era Lula e perdeu na gestão de Dilma. (Mike Reynal, gerente de fundos da Sophus Capital)

A vitória dele em 2018 seria um enorme retrocesso na luta contra a corrupção e representaria um declínio bastante significativo na confiança das empresas no Brasil. Você provavelmente veria fuga de capitais. (João Gabriel Barros, sócio da Libra Energia)

QUAL A MELHOR ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTOS?

Na percepção dos investidores, uma gestão mais voltada ao liberalismo, na qual não há grandes intervenções e que busca minimizar o papel do Estado, traria maiores benefícios para os preços dos ativos.

Sob a ótica do investidor, em primeiro momento, uma gestão Doria, ou ao menos a confirmação de sua candidatura, poderia engatilhar um movimento de apreciação de ativos, criando uma série de oportunidades de investimento.

Para se expor de forma inteligente a este cenário inevitável das eleições de 2018, recomendamos que o investidor busque proteger a maior parte de seu patrimônio em aplicações conservadoras, como títulos do Tesouro Nacional.

Considerando a tendência atual de queda na taxa de juros da economia (Selic), no momento, nossa principal sugestão são títulos como a LTF (ou Tesouro Selic).

Do lado do risco, nossa sugestão é alocar um pequeno percentual de seu patrimônio (entre 5% e 20%, dependendo de sua tolerância a risco) em ações de empresas ligadas à infraestrutura e à indústria, como Randon (RAPT4) e Marcopolo (POMO4).

Uma estratégia de investimento em Bolsa bem estruturada poderá gerar ganhos muito acima das expectativas.

Mas não podemos ignorar o fator risco quando falamos de investimentos em ações. Não se trata apenas de comprar ações que poderão se valorizar. É preciso também estar preparado para cenários adversos, que surgem de maneira inesperada.

Proteger o portfólio quando há exposição em bolsa é obrigatório para qualquer investidor.

Por isso, orientação profissional para a escolha dos melhores ativos e estratégias de alocação são fundamentais para o sucesso da operação.

Mas não será na mídia tradicional e com seu gerente de investimentos que você realmente ganhará dinheiro.

É preciso um especialista que tenha seu tempo 100% dedicado a encontrar as melhores alternativas para multiplicar seu dinheiro

Este é o propósito da Empiricus: levar ao investidor pessoa física informações precisas para que ele possa tomar as melhores decisões em relação a investimentos.

Somos a maior casa de análise independente do Brasil, e por não termos relação nenhuma com bancos e outras instituições é que temos a liberdade de recomendar para você tudo o que pode ser mais lucrativo.

Temos uma equipe de analistas especializados, que vasculham o mercado em busca das recomendações mais lucrativas para o momento.

Nosso foco são as recomendações, quem investe o dinheiro é você. Não ganhamos nada se você escolher uma ação ou outra.

Em uma linguagem acessível, tornamos o economês complicado em um passo a passo simples para que você possa começar a investir agora mesmo.

Criamos inclusive uma série com As Melhores Ações da Bolsa.

Quem assina, recebe relatórios semanais do analista Bruce Barbosa, além das recomendações pontuais para você saber exatamente o momento de comprar e o momento de vender os ativos.

Para alcançar o maior número possível de pessoas, decidimos que o valor da série não poderia ser um empecilho.

Portanto, você pode assinar hoje As Melhores Ações da Bolsa. por apenas 12 x R$ 12,90 no plano anual.

São R$ 12,90 mensais para você ter um ano de acesso às recomendações da Empiricus. E para começar, separamos um relatório com as 4 Melhores Ações para 2017.

Mas você precisa ser rápido. Quanto antes começar a investir, maior o potencial de valorização desses ativos.

Faça parte do grupo de pessoas que está multiplicando seu patrimônio diariamente com As Melhores Ações da Bolsa.
Quero assinar a série As Melhores Ações da Bolsa

Quero assinar a série As Melhores Ações da Bolsa

 

Sobre a Empiricus Research

A Empiricus Research foi fundada em 2009 pelos sócios Rodolfo Amstalden, Caio Mesquita e Felipe Miranda, com o propósito de democratizar a informação financeira, para que pessoas comuns também fossem capazes de multiplicar seus ganhos e conquistar a independência financeira.

Por meio de relatórios e newsletters periódicas, levamos aos nossos leitores e assinantes informações relevantes sobre o mercado financeiro e a economia, para que eles sejam capazes de tomar decisões mais inteligentes em relação aos próprios investimentos.

Mais de 180.000 assinantes pagos e 1.700.000 de leitores recebem diariamente as melhores recomendações de aplicações que os ajudarão a multiplicar o patrimônio e conquistar a independência financeira.

 

Saiba mais sobre a Empiricus em nosso site: www.empiricus.com.br.

Não tem tempo para ler agora?

Envie o conteúdo Eleições 2018 para seu e-mail e leia mais tarde.

*Importante: O endereço de e-mail informado deve ser válido para que você possa receber o artigo em sua caixa de e-mail, bem como nossos conteúdos gratuitos sobre investimentos.
[class^='dclk_']
[class^='dclk_']
[class*='dclk_']
[class*='dclk_']
[id^='dclk_']
[id^='dclk_']
[id*='dclk_']
[id*='dclk_']
[class^='dclk_']
[class^='dclk_']
[class*='dclk_']
[class*='dclk_']
[id^='dclk_']
[id^='dclk_']
[id*='dclk_']
[id*='dclk_']