As Três Paixões Brasileiras de Warren Buffett

Você certamente já ouviu falar do profissionalismo do megainvestidor Warren Buffett, serve de exemplo a todo mundo que almeja ficar rico por vias certas.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
As Três Paixões Brasileiras de Warren Buffett

Você certamente já ouviu falar do profissionalismo do megainvestidor Warren Buffett, serve de exemplo a todo mundo que almeja ficar rico por vias certas.

No entanto, pouquíssimos conhecem suas histórias pessoais.

Por exemplo: você sabia que Buffett é um apaixonado por mulheres brasileiras?

Diziam que babava por sua primeira esposa, Susan Buffett, mas acabou em divórcio amigável. Aos 76 anos, casou-se novamente, com Astrid Menks, que – ironicamente – havia sido apresentada por Susan.

Mas o coração do velhinho está mesmo com as Três Marias tupiniquins.

A primeira brasileira que conheceu se chamava Maria das Graças. Tudo tinha que ser de graça para ela; um tipo de atitude que tocou Buffett profundamente, fazendo dele um investidor de valor.

Maria das Graças ensinou-lhe a encontrar as verdadeiras barganhas da Bolsa: empresas ricas em fundamentos corporativos, mas pontualmente pobres no valor de mercado. Você compra o barato que ficará caro com a justiça do tempo.

Andando de mãos dadas com Maria das Graças por entre as ruas de Ipanema, Warren não pode evitar. Mirou de soslaio as pernas de fora da rapariga bronzeada. Seu nome viria a ser Maria Aparecida.

Maria Aparecida era baixinha, uma bela small cap. Mas se destacava pela fartura exuberante. Não era frugal como das Graças, mas valia cada centavo aplicado. Topava-se pagar um pouco mais caro por todo aquele crescimento milionário de bottom line.

No começo, Maria das Graças ficou ressabiada, um sentimento natural de quem ama. Porém, logo se acostumou com a poligamia investidora de Buffett, e viveram as duas em perfeita harmonia.

Meses depois, essa harmonia foi abalada por um novo anseio do sábio de Omaha. Ele amava os descontos de Maria das Graças e se excitava com as perspectivas de Maria Aparecida. Mas ambas iam e vinham, não paravam em casa.

Conforme envelhecia, Buffett precisava de mais companhia. Alguém que ficasse com ele regularmente, alimentando sua fome de renda. Para sorte, conheceu Maria dos Proventos na seção de laticínios do mercadinho local.

Essa terceira Maria era uma santa, doava-se com afeto. Esbanjando dividendos, cuidava dia a dia das tarefas do lar. Assim, liberava tempo para que Buffett pudesse ir no cinema com Maria das Graças ou num restaurante chique com Maria Aparecida.

Os boatos são de que essas Três Marias vivem com Buffett até hoje. Foram elas que lhe apresentaram Jorge Paulo Lemann, catalisando os negócios com a Heinz e com a Tim Hortons.

A melhor notícia nisso tudo é que Buffett não tem ciúmes. Se você quiser flertar também com essas Três Marias, fique inteiramente à vontade.

Em nosso Combo Warren Buffett, você leva as Barganhas da Bolsa, Ações para Ficar Milionário e Vacas Leiteiras. Todas de uma vez, pelo preço irrecusável de apenas R$ 44,90 ao mês.

Para quem gosta mesmo de ações: 1 é pouco, 2 é bom e 3 é o combo que você sempre namorou secretamente.

Conteúdo recomendado