Bitcoin: três razões para um futuro brilhante

Neste vídeo, Vinícius Bazan mostra três razões pelas quais o Bitcoin tem tudo para ter um futuro brilhante.

Olha, eu vim te mostrar três razões porque o Bitcoin tem um futuro brilhante pela frente, nos próximos anos.

Bom, vamos lá!

Primeiro: ainda tem muito dinheiro para ser feito.

O que eu quero dizer com isso?

Hoje, a gente tem algumas pessoas começando a investir, o que no passado, ainda eram só os nerds e os geeks. Hoje tem uma massa de pessoas leigas começando a entender mais sobre esse assunto.

Aí, você ainda tem: investidores institucionais, empresas e governos entrando. Tem uma onda de dinheiro para entrar em todo esse mercado.

O segundo ponto, é que sempre existiu uma necessidade de unificar as moedas ao redor do mundo.

O Bitcoin tem uma proposta de ser uma moeda global, uma forma de você transacionar dinheiro entre países, entre empresas, de forma muito simples, rápida e segura.

Então, ele vem facilitar muito os problemas que temos hoje no dia a dia, dentro do nosso sistema financeiro.

Leia Mais: Guia das Criptomoedas: saiba tudo sobre bitcoin e altcoins

E o terceiro ponto, é que, hoje, nenhum país ou empresa pode matar o Bitcoin. Já tentaram isso várias vezes, mas não conseguiram, ainda.
Porque pensa o seguinte: se a sua moeda, que está distribuída globalmente, como que só uma regulação em um país, ou só uma empresa falando mal, vai poder destruir tudo o que foi construído até então?

É lógico que, quando a gente fala de um mercado grande, isso pode abalar, sim. Pode gerar volatilidade.

Mas temos muito mais estruturas para segurar essa moeda quando ela está disseminada ao redor do mundo inteiro.

É só você ver o que aconteceu com a China.

Isso lógico, causou um impacto, e a gente vem acompanhando. Mas, ao longo prazo, isso só vem como um benefício para a gente entender melhor como o Bitcoin vai funcionar e para ele se fortalecer ainda mais e mais.

E aí eu te pergunto: daqui alguns anos, quando ele estiver valorizado 10, 20, 100 vezes, você quer ser lembrado como o cara que investiu lá no início e ganhou toda essa valorização. Ou como a pessoa que vai olhar para isso e vai falar “Putz, eu poderia ter investido”?

Leia Mais: Bitcoin é uma bolha?

Conteúdo relacionado