Bolha na Bolsa americana, medo do Lula e entrevista no Gentili

Felipe Miranda fala sobre a chance de estouro da bolsa dos EUA e comenta os tempos de Lula no poder, além de deixar uma dica sobre que tipo de ação não se deve comprar.
Compartilhe:

Senhoras e senhores, mais uma edição do Blink! Uma semana que a gente ficou desfalcado, uma semana sem “trocar o óleo”, sem a nossa “rapidinha”, a coisa começa a ficar preocupante!

Eu estou num esforço nos últimos quinze dias para me transformar num homem das cavernas. Tô quase chegando lá!

Vamos para nossas perguntas, super-rápido, tudo em um minuto!

O que você quiser saber!

Mande suas dúvidas para o e-mail Blink, que nós criamos exclusivamente pra você: blink@empiricus.com.br

Vamos lá: um, dois, três e já! Valendo!

– O que acontece com o Brasil se houver um estouro da bolsa nos EUA?

Eu não sei nem se tem bolha nos EUA. Tem gente boa que acha que não. Márcio Appel, por exemplo, acha que tem 50% para subir. Não sei, mas, se cair muito lá, deve cair aqui.

– Felipe, dados mostram que os anos em que o Lula foi presidente apresentaram bons resultados na economia. Teve crescimento no PIB, teve inflação dentro da meta, Ibovão rumo às nuvens e SELIC não tão absurda. Com base nisso, por qual motivo o mercado tem tanto medo de uma volta do Lula?

Não foi por causa do Lula que subiu. A China… commodities bombando, América Latina crescendo, inclusive mais do que a gente. Tomem cuidado com isto. O Lula, qual Lula seria? O Lula do Meireles e do Palocci ou o Lula do Mantega, da Dilma, do Arno e de tudo mais.

– Qual ação ou título você nunca compraria?

Nossa, um monte! Muito mais fácil falar a que eu compraria, porque são sempre poucas. Tudo que é porcaria: empresa que não dá lucro, você nunca compra.

– Você não tem ferro de passar roupa?

P*! Acho que não tenho, não é? Estou aí neste esforço de virar um homem das cavernas.

Álvaro Mocellin comentando que a minha entrevista no Gentili é da época de estagiário, né?

Pior que não! Você pode ver que eu já estava careca, já estava “véio”. Eu estagiava muito antes disso. Você ainda não limpava o seu bumbum!

Valeu, um grande abraço!

Semana que vem tem mais!

Leia mais:

Pintou!

Conteúdo recomendado