Qual será o preço do DÓLAR em 2018?

Se você quer saber sobre a cotação do dólar em 2018, porque vai viajar para os EUA, ou porque quer investir em dólar, assista esse vídeo!
Compartilhe:

Bom, estamos chegando aí no fim de ano… Festa de Natal, encher a pança, ganhar presente e, também as viagens, né? O pessoal tirando férias, indo curtir uma viagem e com isso, eu começo a receber mais dúvidas no meu e-mail. E tem muita dúvida!

Começam a chegar bilhões de e-mails perguntando: “Rodolfo, estou indo viajar para Cancún, Miami, Nova Iorque, para o Texas…” – tem um cara lá que está indo para o Texas.

“… E vou viajar dia 22 de fevereiro. Eu preciso saber, preciso que você me fale aonde vai estar o dólar no dia 22 de fevereiro, Rodolfo. Para saber se eu compro agora ou se eu espero”.

E eu não sei. Não tenho a mínima ideia de quanto estará o dólar.

Leia mais: Retornos exponenciais e o Vale do Suplício

Eu podia apagar esses e-mails, mas minha mãe me ensinou a ter um pouco de educação. Eu fiz um template, uma resposta pronta explicando que, na verdade, isso é o pesadelo de todos os economistas. Por quê?

Porque é impossível você prever o caminho do dólar. Tecnicamente, chamam o caminho do dólar de passeio aleatório. Ele é muito malucão, não existe um modelo para você conseguir dizer que o dólar estará com tal valor em tal dia.

Mas a recomendação que está lá no meu template vai mais fundo e não deixa o leitor sem resposta.

Na verdade, o que eu acho, é que a maneira mais inteligente de você encarar essa necessidade é: preocupe-se na sua viagem com aquilo que você pode controlar.

O dólar está fora de controle, ele não pertence a mim, nem a você. Nem ao Donald Trump, nem ao Temer, graças a Deus! O dólar não pertence a ninguém. Ele responde a muitas variáveis e é esse passeio aleatório.

Leia mais: Inflação nos Estados Unidos

Olhe para a sua viagem, do ponto de vista financeiro ou até de diversão, turismo, etc., e veja ali quais fatores você pode controlar de fato.

Porque, se você está pensando em economia, provavelmente vai economizar muito mais com esses fatores que você consegue controlar, como por exemplo, que hotel você vai ficar, que lugares você vai visitar, quais restaurantes você quer conhecer, do que propriamente com a cotação do dólar, que é esse mito. Tá bom?

Se você gostou desse vídeo e se interessa por ideias mais interessantes que a cotação do dólar, se cadastre para receber minha newsletter, Grana Preta, famosíssima no mercado.

Valeu, um abraço!

Conteúdo recomendado