Rapidinha no banheiro *Versão Serena*

Além das dúvidas, Felipe Miranda responde críticas, elogios do canal e dá dicas sobre as melhores opções de investimento.

E aí, pessoal.

Bem-vindos a mais uma edição do Blink!

Falando muita merda que a gente aduba a vida. Não é mesmo?

Estou aqui hoje em uma versão mais light, mais tranquilo, sentado no trono, para a gente bater um papo aqui e receber com todo carinho as críticas de vocês.

Para mostrar o quanto eu estou preocupado com algumas delas, tô aqui cagando e andando.

Na verdade, sentado nesse caso.

Mas, ó, serenidade.

Alguns poucos elogios também, outras críticas.

Vamos tratar um a um com toda a delicadeza de sempre.

Então rapidinha no banheiro, 1, 2, 3 e já:

Marco Aurélio Neuwiem

-Putz, essa falta de cabelo aí do Felipe me induz a não querer mais essa atividade de investimento. Deve ser coisa do capeta!

Ainda bem, né?

Imagina Deus, Azura não pode. Sai fora.

Como já diria Mark Twain, prefira o inferno pela companhia e o céu pelo clima, né? Se desse para misturar as duas coisas era mais bacana.

Tércio Mercês

– Felipe, em qual corretora você comprou seus bitcoins?

Olha, eu sou muito amigo. Muito amigo não. Muito conhecido, sei lá… Médio conhecido.

Vamos ser mais sincero, mas tenho um relacionamento muito construtivo tanto com o Mercado Bitcoin quanto com a Foxbit também.

Então, para evitar briga eu comprei nos dois como um sujeito democrático, né?

Leia Mais: Bitcoins são seguros?

Fernando Moraes

– Oi Felipe, tudo bem? Sou Fernando Moraes do Rio de Janeiro e vou começar a investir com a orientação de vocês. Mas hoje meu drama é o seguinte: vou para Paris em novembro, em lua de mel, mas o euro está os olhos da cara! Variando entre R$ 3,70 e R$ 3,80. Será que até lá ele cai um pouco? #desespero # boladão

Cara, não faço a menor ideia.

Desculpa, ninguém faz.

Essa ideia de “quanto vai estar” o euro ou o dólar ou o raio que o parta, ninguém faz a menor ideia. Vai comprando aos poucos.

A verdade é que eu não sei, tá?

Pedro Emerick

– Felipe, a algum tempo você recomendou a compra de POMO3. A recomendação está valendo diante da conjuntura e preço atuais?

Faltou o seu “H”. No passado vai o Há com acento, do verbo haver. Há algum tempo…

Foi POMO4 na verdade.

Subiu pra caramba desde então hein?

Olha, é aquela coisa. Acho que pode subir bastante.

O Luis Alves gosta muito disso. Se o Luis Alves gosta, meu amigo, eu prefiro estar a favor do Luis Alves do que contra ele.

Rubens Paulo Sciotti

– E aí Felipe, seu loco! Em seus relatórios sempre fico atento a alguns de seus insights. Dentre estes, você mencionou que Log-in e Eneva estavam baratas na bolsa. Pergunto: seriam boas ações para correr risco de dar uma porrada lá na frente? Um grande abraço!

É nóis mano, aqui está tudo certo, em casa.

Ainda bem que pelo menos para alguns, né? E não a todos…

Não foi bem isso, eu falei que eram calls bem assimétricos.

Olha, correr risco de dar uma porrada parece que é uma coisa legal.

Risco pode ser bom também. Em chinês, risco e oportunidade é a mesma coisa.

Tem muito risco isso aqui, hein? Mas daqui 10 anos, pode ser… eu preferiria a Eneva do que Log-in.

Log-in é bem complicado, mas tem upside. Mas é muito arriscado também.

Maior chance de não dar certo, mas se der certo é uma super porrada.

É com isso que você deveria a ver.

Veja também: Bolsa: comprar ou vender?

Fernando Kipper

– Cem paus nas criptos para você é R$ 100 ou R$ 100 mil? kkk

Ah, Fernandão. Aí é segredo nosso, né?

Aí não importa muito. Cem paus é cem paus, né? Cem conto, cem barão, cem pranz…

Siler Garcia

-Dá para fazer um show de stand-up já com esse comédia aí! heheh

Vou te vender ingresso, mano.

Renata Souza

-Devo continuar com dinheiro na Selic?

Ninguém compra dinheiro na Selic, né?

Talvez você esteja falando dos pós-fixados, do Tesouro Selic.

Você não deveria continuar.

Você deveria ter comprado outras coisas, NTN-B, pré-indexados que eu falei para você comprar, ou pré-fixados, ou mesmo bolsa…

Você vacilou Renata, mas… agora eu acho que se você está na Selic é melhor você ficar aí mesmo. Mas se você não tem ação, acho que você tem que comprar um pouco, viu?

Leia Mais: Você merece um presente

Christian Sisson

– Ainda sinto saudades do Grana Preta!

Poxa, eu também. Infelizmente, quem sabe um dia volta, né?

Alexandre Silva Romão

– Para quê ler tão rápido?

Blink, tudo em um minuto, né?

Pegou? Blink, a piscada?

Malcolm Gladwell, aquela interpretação inicial vinda espontaneamente da intuição?

Denise Varela Machado

– O Blink está melhorando cada vez mais Felipe! A ideia é tão boa que não cabe mais em um minuto, você não acha também? Vai pensando em outro nome, porque terá que ter mais tempo. Pelo menos, é o que eu gostaria…

Eu acho que hoje está ficando uma bosta, hein Denise?

Tan-dan.

O mais difícil é dar o nome.

Só faço curto porque eu gosto do nome Blink. Aí inverteu tudo, né?

Valter Voytina

-Felipe, o fundo BB MACRO 200 é bom ou não?

Puta, Valter, não tenho a lista de todos os fundos BB na minha cabeça.

Acho que tem coisas melhores por aí, dado que eu não conheço esse. Não vou opinar porque, sinceramente, não sei de cabeça.

José Américo Proto

-Quem fala “com nóis” não merece crédito. Primeiro aprende português, depois vem dar aula.

É isso aí, falei com certeza me atentando ao rigor da regra.

É assim que eu me comunico no dia a dia.

É assim que eu faço para você.

Sabe tudo, José. Um grande abraço para você!

Vilmar Bonfim Bonfim

– Olá! Olha, eu adorei, mas quando postar algo mais, fale mais devagar para nós entender, ok? Desculpa aí.

Vamos de novo.

Esse jeito que ele falou aqui, eu quero transmitir para vocês.

Eu também estou tentando te entender, mas hoje está mais calmo.

Acho que você gostou.

Milton Santos

– Qual o melhor investimento em tempos de crise?

Olha, tem que ter dólar, tem que ter ouro, tem que ter PUTs, pode ter também o seu CDIzinho, né? Nunca faz mal a ninguém.

Ninguém bate o dólar, ninguém bate o CDI falavam todos os cariocas na década de 80.

Leia mais: Ainda vale a pena comprar dólares?

Fábio Coviello

– Não aguento mais falar em Clarice Lispector.

É, aposto que você gosta de falar do Pabllo Vittar.

Essa turma tá bem legal hoje em dia.

Tá na hora de rever né, meu amigão?

Vamos falar mais da Clarice Lispector, menos do Pabllo Vittar, nada contra também, mas eu sou mais a Clarice.

Um grande abraço para vocês, vamos ver se semana que vem a gente fala menos bosta.

Um abraço!

Conteúdo relacionado