Minha economista preferida

Rodolfo Amstalden fala sobre o 1º Workshop de Investimentos para Mulheres da Empiricus e destaca o trabalho da economista preferida dele, além de comentar se vale a pena investir em IPOs.

E aí, tudo bem?

No vídeo da semana passada eu falei para você que a gente tinha mudado de casa.

Hoje eu estou gravando de novo e, depois de uma semana… parede cheia de fumaça… Escritório pegando fogo! Não sei de fato se semana que vem ainda estaremos aqui.

Este pode ser o último “Rodolfo Responde”. Então, vou dar uma “boa caprichada”.

Vou falar no vídeo de hoje sobre a minha economista preferida, a Deirdre McClouskey. Inclusive é muito chato que a economia seja dominada por homens monótonos. Deveria ter mais economistas femininas. Sobre isso eu recomendo fortemente os vídeos da Luciana Seabra sobre o Sexo Antifrágil, programa de investimentos voltado para mulheres que está fazendo muito sucesso. Assista ou recomende para sua filha, para sua esposa, para sua mãe. Todo mundo.

Só tem um problema com a Deirdre McClouskey, que é como pronunciar o nome dela. “Deidre” é um nome muito difícil. Em 1942, a Deirdre McClouskey nasceu como Donald McClouskey. Um economista – na época não era economista ainda porque ninguém nasce economista graças a Deus – mas era um homem e virou mulher. É muito mais difícil falar Deidre do que Donald, mas ainda assim fiz umas aulas de fonética com o “Renzão” e estou “me virando” para gravar este vídeo.

Qual é a historinha que a Deirdre conta para gente? Inclusive ela vai estar no Brasil em novembro, no “Fronteiras do Pensamento”, que é muito legal! Assista se você tiver a oportunidade.

A Deirdre conta para gente a história de que um bêbado chega em casa depois daquela “arruaça”, põe a mão no bolso e percebe que perdeu a chave. Este bêbado chegou em casa, perdeu a chave e não consegue entrar. Então, o que ele faz? Ele volta para a calçada e começa a procurar a chave dele embaixo do poste de luz. Qual a probabilidade de a chave do bêbado estar exatamente embaixo do posto de luz? Muito pequena! Quase zero porcento!

Mas, por que ele está olhando lá?

Primeiro porque ele está bêbado. Segundo, porque ali é o único lugar que está iluminado.

Para mim, a maioria dos analistas de mercado é como este bêbado. Eles procuram a chave embaixo do poste de luz só porque ali é o lugar que está iluminado.

A Empiricus não! Eu não sei onde está esta chave! Mas pelo menos a gente sabe que não dá para procurar essa chave embaixo do poste de luz. A gente procura no escuro e por isso a gente vai tentando achar boas recomendações.

Às vezes a gente acerta, às vezes erra, mas pelo menos eu estou procurando no escuro e sei que ali pode estar a chave e não embaixo do poste de luz.

E esta procura no escuro tem muito a ver como os IPOs, que são as novas empresas que estão entrando na Bolsa brasileira.

Leia Mais: Investir em um IPO é um bom negócio?

A gente está numa fase que a gente chama de uma super onda de IPOs. Você deve estar vendo aí nos noticiários. IPOs “bombando”. Podem ser excelentes investimentos. Então, eu queria te convidar a ler este documento. A assistir a este vídeo do “InvesteAÊ”. São dois caras geniais que trabalham diretamente aqui comigo e com o pessoal da Empiricus, que têm um material exclusivo para você que quer aprender a investir nestas novas empresas, nestes IPOs.

A gente está de saco cheio do que é velho. Vamos investir nestas novas empresas.

Se tiver alguma coisa velha por aí a gente bota fogo mesmo.

Valeu, um abraço, até semana que vem.

Conteúdo relacionado