Três ERROS que te impedem de ser um MILIONÁRIO

Neste vídeo, Luciana Seabra mostra três erros que te impedem de ser um milionário. Confira essas dicas e garanta que o seu investimento funcione a longo prazo.
Compartilhe:

Você é um investidor, uma investidora, separa um dinheirinho ali todo mês para colocar no investimento, mas no fim das contas, o dinheiro não cresce de jeito nenhum!

Talvez você tenha um grande potencial para ser um milionário ou uma milionária, mas esteja errando nas pequenas coisas.

Tem um grande alocador, um investidor super renomado no mundo, que é o alocador da universidade de Yale, o nome dele é Swensen. Ele dá três dicas para que o seu investimento funcione a longo prazo. Hoje, eu vou dividir as três com você.

Antes de eu te contar as três dicas para você ser um investidor ou uma investidora milionária, se inscreva no nosso canal, coloque aqui o seu curtir, o seu joinha, para que ninguém vete os nossos vídeos e eu possa conseguir produzir mais coisas legais para você.

Assista também: Três fundos para você investir seu 13º salário

O primeiro erro de um investidor que o impede de se tornar um milionário é não investir em ações. Na certa, agora você fechou a cara e pensou: “Não, eu gosto mesmo é de renda fixa”.

Bom, o Swensen, que é esse grande investidor, pegou um estudo de 78 anos da Bolsa americana, e nesse período, os títulos de renda fixa perdem em cinco pontos percentuais, em média, em relação às ações.

Aí você pode falar: “Ah, Luciana, você está falando do mercado americano, quero saber no brasileiro. Aqui no Brasil a renda fixa é boa”. E eu vou te contar que eu levantei 150 fundos de ações que renderam muito melhor que a renda fixa nos últimos cinco anos.

Só para você ter uma ideia: o CDI nos últimos cinco anos fez seu dinheiro crescer 70%, 69,92% para ser mais precisa.

Ah, então o que fez com seu dinheiro um fundo de ações bom? Ele teve uma valorização de 100%.

Alguns gestores, 150 fundos de ações no Brasil, renderam 100%, mais de 100% em relação a 69% da renda fixa nos últimos cinco anos. Ou seja, esquece essa história de: “Ah, portfólio bom no Brasil é portfólio de renda fixa”.

Agora, com os juros mais baixos, é que essa brincadeira acabou mesmo. Então, um erro que impede você de se tornar milionário ou milionária é não investir em ações e ficar aí abraçadinho na renda fixa!

Leia mais: Diga não à bola de cristal!

O segundo ponto é não diversificar direito.

O Swensen fala que tem um monte de gente que diversifica de mentirinha. O que é isso? “Tô diversificado: tenho aqui três fundos de ações”, três fundos de ações que fazem exatamente a mesma coisa.

Não pode ser. Tem que ser um que procura ações de mais qualidade, um que procura ações de mais risco.

Tem gente que fala: “Estou diversificado. Estou acreditando que os juros vão fechar no Brasil, que as ações vão subir e que o Real vai se valorizar”. Você está em uma única tese de Brasil.

O Swensen fala que diversificação tem que ser diversificação de verdade, senão não funciona para nada.

E a terceira recomendação dele, o terceiro erro de investidor, que impede você de se tornar um milionário, é não se preocupar com os impostos.

Isso no Brasil é muito forte. Porque em vários investimentos, não só nos fundos, mas na renda fixa em geral, se você fica um prazo maior, você paga muito menos imposto.

Leia mais: O fundo proibido

Vou te dar, por exemplo, uma ideia de como isso funciona.

Se você investe em um fundo DI, fica só seis meses, paga imposto de 22,5% sobre o ganho. E se você ficar mais de dois anos, só 15%. Olha só! E se você tiver com dinheiro na previdência com a tributação regressiva, por exemplo, você chega a 10% depois de 10 anos. Ou seja, você pode economizar muito imposto se ficar de olho nos prazos.

São esses três erros que o investidor comete normalmente e que pode impedir você de se tornar milionário ou milionária. O primeiro é não investir em ações. O segundo é não diversificar direto. E o terceiro, não se preocupar com impostos.

Você gostou desse vídeo? Você quer acompanhar as nossas informações?

Todas as quartas-feiras, eu tenho uma newsletter gratuita, que é a Hora dos Fundos, em que eu recomendo fundos de investimento e sugiro algumas questões para você se preocupar e tornar o seu portfólio muito melhor. Mostrando produto ruim, dando nome, para que você realmente saiba se orientar.

Escreva aí o seu e-mail, pegue este link que vamos mostrar aqui, e cadastre-se para receber todas as nossas newsletters gratuitas.

Até a próxima!

Conteúdo recomendado