Weg (WEGE3) ainda vale a pena, depois de valorizar 17.600% desde o IPO?

A catarinense Weg é uma das empresas mais populares da B3. 

Ela já foi chamada de ‘fábrica de bilionários’ por ter ‘produzido’ algumas das pessoas mais ricas do mundo.

Afinal, desde seu IPO, ela acumula valorização de mais de 17.000%.

A expectativa de também se tornar rico investindo em WEGE3 acaba contagiando muitos investidores.

Mas será que a Weg ainda é “tudo isso”? 

DESCUBRA AQUI

Desde 1995, seu crescimento médio de receita é de 18% ao ano. 

Uma coisa é inegável quando olhamos os números de Weg: a empresa é um verdadeiro “motor” de crescimento.


A empresa faz girar muitos setores da economia brasileira e mundial por fornecer equipamentos para a indústria. 

Tanto pela diversificação geográfica quanto pela receita em moeda forte.

Por estar presente em 135 países e ter parte dos seus ganhos em dólar, apresenta bastante resiliência.

Nos últimos 12 meses, a ação caiu 23%. 

Mas a multinacional não está isenta dos desafios macroeconômicos que têm afetado a Bolsa brasileira. 

- Alta dos juros.

- Volatilidade do câmbio;

- Aumento do preço das matérias-primas;

- Escalada inflacionária;

Entre os desafios, estão:

A dúvida que fica é se Weg é resiliente o bastante para enfrentar essas turbulências ou se ela vai perecer, como outras companhias listadas em Bolsa.

WEG AINDA VALE A PENA? DESCUBRA AQUI

Para acessar, clique no botão abaixo:

A resposta está neste relatório gratuito sobre Weg, que contém mais detalhes sobre a empresa, modelo de negócios e avenidas de crescimento.

QUERO BAIXAR O RELATÓRIO GRATUITO SOBRE WEG (WEGE3)